Noticias Inspiração Ecoturismo no Brasil: os melhores destinos de aventura e turismo sustentável

Todos os artigos

Ecoturismo no Brasil: os melhores destinos de aventura e turismo sustentável

Selecionamos os principais destinos de ecoturismo no Brasil para que você pratique o turismo sustentável e coloque mais aventura e contato com a natureza em suas viagens!
Mapa

Contato com a natureza, áreas preservadas, animais soltos. Alguns destinos são perfeitos para quem ama ecoturismo e quer viajar de uma forma mais sustentável, sem prejudicar o meio ambiente. 

O Daniel Marinho, da Editora O Viajante, e a Gabriela Temer, do Juju na Trip Blog, escolheram cada um 5 destinos de ecoturismo para compartilhar aqui no Skyscanner! Bora conferir as dicas de 10 lugares no Brasil onde a beleza natural é de tirar o fôlego e as leis de preservação mantêm a fauna e flora intocadas?

Veja as dicas do O Viajante:

1. Chapada Diamantina – BA

Vamos começar então com as Chapadas Brasileiras! Saiba que a Bahia não vive só de praia. No interior do estado, cerca de 400 km de Salvador, um apanhado de grutas e lagos paradisíacos repousa sobre 41 km² de uma região recortada por formações rochosas espetaculares.

Hotéis na Chapada Diamantina

Administrado pelo Instituto Chico Mendes, o Parque Nacional da Chapada Diamantina, fundado em 1985, abriga as nascentes do Rio Bacias Paraguaçu e do Rio de Contas que, em meio a uma topografia singular, deram origem a cachoeiras, cânions, vales e grutas fantásticas, de formas e cores que você só encontra por lá.

São inúmeros os atrativos para quem procura aventuras enquadradas por belos visuais. As trilhas, especialmente as do Vale do Pati, dão uma canseira, mas sossegam a alma!

A apenas 20 km do centrinho de Lençóis, cidade-base para explorar o parque, o pequeno aeroporto Horácio de Matos, recebe voos regulares de Salvador. Pela estrada, a viagem é mais demorada. De capital baiana a Lençóis são 409 km.

2. Chapada dos Guimarães – MT

Um dos Parques Nacionais do Brasil que mais capricha na suntuosidade. São 46 sítios arqueológicos, dois sítios paleontológicos, duas reservas estaduais e dois parques municipais recortados por 157 km de paredões rochosos, 487 cachoeiras, 59 nascentes, sem mencionar as cavernas de arenito e as misteriosas pinturas rupestres.

Foto: Rafaelsoares

Hotel na Chapada dos Guimarães

O acesso à Chapada dos Guimarães é bem prático, a apenas 70 km da capital mato-grossense, Cuiabá. Essa proximidade já foi um problema. O alto movimento dos finais de semana era sinônimo de lixo e depredação.

Após um acidente fatal em 2008, causa de seu fechamento por dois anos, os administradores tomaram certas providências para reorganizá-lo.

Reaberto em 2010, o parque trilhou outro rumo. Restrições de acesso foram implementadas e, desde então todas as atrações passaram a exigir acompanhamento de guia. O movimento turístico regrediu um pouco, mas a preservação deste paraíso, assim como a prática do turismo sustentável, merecedores de mais atenção, foram fortalecidas.

3. Aparados da Serra / Serra Geral – RS

Uma preciosidade que devia ser mais visitada pelos brasileiros. Ao norte do Rio Grande do Sul, fronteira com Santa Catarina, os dois parques hospedam os mais belos cânions do Brasil.

Foto: Jade Knorre

Hotéis em Cambará do Sul

Debruçados sobre uma extensa cadeia montanhosa de 250 km, rasgam-se em fendas e despenhadeiros abissais que chegam a 1.200 metros de altura. É o maior conjunto de formações do gênero em toda América do Sul.

Destino de belas e inesquecíveis trilhas, cenários de filmes e novelas de TV, a região dos Aparados nos brinda com horizontes distantes. Destaque para os cânions do Itaimbezinho (com boa infraestrutura de apoio e fácil acesso), o Cânion Fortaleza (o maior, acessível por uma pequena trilha) e o Cânion Malacara (que exige uma caminhada mais longa, porém revitalizadora).

A região pode ser explorada a partir de Cambará do Sul, município gaúcho de apenas sete mil habitantes, a 180 km de Porto Alegre, onde estão as entradas dos dois parques. Boa parte dos acessos aos cânions ainda são por estrada de terra.

4. Pantanal – MT/MS

O Parque Nacional do Pantanal Mato-Grossense foi criado em 1981 e acolhe uma vegetação de transição entre a Amazônica, a do Cerrado e a do Charco, no sudoeste do Mato Grosso. Com uma área total de 135 mil hectares, tem seu portão de entrada a 102 km de Cuiabá, no município de Poconé.

Hotéis no Pantanal

Dentre seus principais atrativos está o turismo ecológico: trilhas e travessias em regiões alagadas para observação de animais silvestres. Jacarés, capivaras, cervos, tuiuiús – onças pintadas, com um pouco mais de sorte – são comuns por aqui. Mas, nem de longe, a festa se resume a isso. O bioma do parque possui, já catalogadas, 263 espécies de peixes, 41 de anfíbios, 113 de répteis, 463 de aves e 132 de mamíferos.

As travessias embarcadas são realizadas, em geral, por meio de lanchas, em passeios de um dia, ou nos chamados barcos-hotéis, que saem principalmente da cidade de Corumbá, uma das três cidades imperdíveis no Pantanal do Mato Grosso do Sul.

A época ideal para a observação vai de abril a setembro, estação da seca, quando as planícies estão pouco alagadas e os animais vão para as margens dos rios.

5. Amazônia – Região Norte

Dispensa apresentações. Como se não bastasse ser uma 7 Maravilhas da Natureza, a Floresta Amazônica tem um dos mais ricos ecossistemas do planeta e abriga, simplesmente, cerca de 50% de toda a biodiversidade mundial.

É formada pela bacia do Rio Amazonas que, com mais de mil afluentes, responde por 20% de todos os recursos hídricos disponíveis no Planeta Terra.

Hotéis em Manaus

Campos rupestres, campinas, matas secas, igarapés, manguezais, ilhas, cachoeiras e praias fluviais de areia branca também fazem parte deste ecossistema que contempla ainda 30 mil espécies de plantas e 30 milhões de espécies animais.

Ainda assim, o lugar é um tanto esquecido pelos brasileiros e muitos ainda o consideram um destino de gringo. Os custos para chegar até lá e circular, é verdade, nunca ajudaram muito.

Mas as coisas estão mudando e atualmente já é possível encontrar hospedagens em Manaus e atrações para todos os bolsos. Inclusive amistosas promoções para “hotéis rústico-chiques” com boa infraestrutura e práticas sustentáveis.

A principal porta de entrada da Amazônia é Manaus, mas a região também pode ser explorada a partir de outras atrativas cidades do Norte, como Belém e Santarém.

Veja as dicas do Juju na Trip Blog!

6. Chapada dos Veadeiros – GO

Com paisagens selvagem, a Chapada dos Veadeiros une tudo aquilo que os aventureiros amam: cachoeiras escondidas, trilhas entre a mata, rios cristalinos e cânions que foram paisagens arrebatadoras.

Toda essa beleza é Patrimônio Mundial da UNESCO, que ganha um charme extra com a fama de ser um lugar mítico por ficar na mesma linha imaginária que passar por Machu Pucchu, o Paralelo 14.

Foto: Jade Knorre

Hotéis na Chapada dos Veadeiros

O Parque Nacional de 65 mil hectares de área preservada fica em Goiás, e a cidade mais próxima é Alto do Paraíso, principal porta de entrada para as belezas da região.

Partindo de lá você conhece a cachoeira de Santa Bárbara, com queda tranquila e águas cristalinas, os cânions, que tem acesso por trilhas de 3 horas de duração, e o Jardim Maytrea, cenário clássico do cerrado brasileiro.

Os aeroportos mais próximos de Chapada dos Veadeiros são o Aeroporto de Brasília, a 230 km, e o Aeroporto de Goiânia, a 400 km de distância. Dá para ir de carro alugado até Alto do Paraíso ou optar por companhias de ônibus locais, como a Real Expresso.

7. Bonito – MS

O nome é sempre associado às belezas do lugar, e não é por menos. Bonito é um paraíso natural em Mato Grosso do Sul que ganhou fama pelas atividades ligadas ao ecoturismo e também pela rigidez das regras de preservação da região. Não é à toa que o destino é um dos mais conservados e preservados do Brasil.

Hotéis em Bonito

As atrações de Bonito em si não ficam na cidade, mas a referência vem da proximidade e também da estrutura turística bem desenvolvida. De lá parte-se para lugares como o Abismo Anhumas, com 72 metros de profundidade, para as belas piscinas naturais e rios perfeitos para flutuação, como o Rio da Prata e o Rio Sucuri, e para a Gruta Azul, com um lago escondido e tons vibrantes de azul.

Chegar nesse destino natural não é difícil. O aeroporto de Bonito fica apenas a 15 km do centro da cidade, e o trajeto pode se feito de táxi, carro alugado ou transfers dos hotéis.

A dica é reservar a viagem e passeio com antecedência, já que há um número limitado de visitantes por dia nas atrações. E se você é apaixonado por ecoturismo e turismo sustentável, confira quanto custa para conhecer Bonito e faça logo essa viagem!

8. Delta do Parnaíba – PB

Essa formação geográfica linda está localizada entre os Estados do Maranhão e Piauí e tem como base a cidade de Parnaíba. Entre as ramificações do rio estão mais de 70 ilhas, rodeadas de manguezal, espelhos d’água, lagoas e pequenas praias isoladas. O arquipélago tem no total 2.700 quilômetros de belezas naturais.

Foto: Dante Laurini Jr

Hotéis na Parnaíba

As atividades vão de passeio de barco pelos rios, o mais famoso é até a Ilha das Canárias, ida das dunas até o mar e visitação de comunidades ribeirinhas. O porto das Barcas em Parnaíba é a opção para aqueles que gostam de história, com armazéns antigos que hoje abrigam lojas e restaurantes charmosos.

Os encantos do Delta do Parnaíba não param por aí: não deixe de apreciar o pôr do sol e a revoada de guarás da Pedra do Sal, a 20 minutos da cidade.

A cidade de Parnaíba tem um aeroporto, mas recebe voos irregulares durante o ano. A melhor opção é o aeroporto de Teresina, a 330 km. De lá há a possibilidade de alugar um carro ou ir de ônibus, que leva em média 5 horas até Parnaíba.

9. Fernando de Noronha – PE

Fernando de Noronha está no topo da lista quando se trata de preservação ambiental e destinos de ecoturismo no Brasil. A ilha tem regras rígidas de acesso as áreas preservadas e só recebe um número limitado de turistas por temporada. Além disso, os moradores incentivam o cuidado com a natureza e com os animais que vivem nela.

Hotéis em Fernando de Noronha

Algumas das atividades na ilha envolvem caminhadas em trilhas de diferentes níveis, mergulho nas águas cristalinas das praias, observação de animais marinho livres e imersão no projeto Tamar, que preserva as tartarugas, e  oferece palestras gratuitas diariamente sobre o meio ambiente. Um prato cheio para os amantes de ecoturismo.

Você pode pesquisar quanto custa conhecer Fernando de Noronha e já programar agora sua viagem!

10. Jalapão – TO

Entre chapadas intocadas e estradas de terra vermelha ficam as piscinas naturais de águas cristalinas e cachoeiras do Jalapão, destino que vem ganhando espaço como destino natural.

Foto: Marcel Favery

Hotéis no Jalapão

O parque nacional ainda é pouco visitado devido à dificuldade de acesso, mas a recompensa de horas na estrada são cenários de tirar o fôlego. A antiga novela das 21h, O outro lado do Paraíso, abriu os olhos dos brasileiros para o Tocantins quando escolheu o estado como pano de fundo do folhetim.

As paisagens por lá variam de matas densas à áreas com dunas douradas e vegetação árida. Dos pontos mais famosos e bonitos se destacam a Pedra Furada, formação rochosa esculpida pelo vento que tem um dos pores do sol mais lindos da região, a Serra do Espírito Santo, com visual panorâmico deslumbrante do parque, e o fervedouro Bela Vista, fenômeno único que forma piscinas nas nascentes dos lençóis freáticos.

Para chegar até o Parque Nacional do Jalapão, é preciso comprar passagens aéreas para Palmas e de lá pegar a estrada (alugando um carro ou fechando com alguma agência) até Ponte Alta do Tocantins, porta de entrada para a reserva. Uma aventura e tanto!

Encontre promoções de passagens aéreas para o seu próximo destino!

Quer encontrar a passagem aérea perfeita para sua viagem de ecoturismo?

Então confira as ofertas de aéreas para qualquer lugar e descubra o mês com voos mais baratos em nosso site! Não deixe de criar um alerta de preços, assim você monitora as tarifas até encontrar uma super promoção relâmpago!

Faça a sua busca agora mesmo:

Mapa

Leia também:

8 destinos de aventura ao redor do mundo
5 trilhas que oferecem uma vista incrível do Rio de Janeiro
10 maravilhas naturais ao redor do mundo