O Covid-19 (coronavírus) pode afetar seus planos de viagem. Seja qual for seu destino, veja aqui as últimas recomendações.

Noticias Chapada Diamantina: perguntas e respostas sobre que fazer na região

Todos os artigos

Chapada Diamantina: perguntas e respostas sobre que fazer na região

Tire todas as suas dúvidas sobre a Chapada Diamantina e não perca tempo: comece a planejar a sua viagem para explorar este refúgio natural, encontrado no coração da Bahia.

Os viajantes que sonham em conhecer a Chapada Diamantina encontram dicas mais que valiosas, graças ao Vinícius Fonseca, do Dois de Duas, um projeto que pretende percorrer de bicicleta as maravilhas do Brasil e do mundo. Dá uma olhada nas dicas e tire suas dúvidas sobre este lugar incrível!

1. Quais são as principais paisagens que compõem as belezas da Chapada Diamantina?

No geral se vê muita seca, porém em alguns pontos existe uma mata normalmente de vegetação mais baixa e alguns pontos com árvores mais altas. Entre os atrativos, o visitante pode encontrar piscinas naturais, cachoeiras enormes, rios fantásticos, além de cavernas com uma riqueza de espeleotemas ótima com algumas formações só encontradas na Chapada Diamantina.

Clique e encontre voos para Lençóis!

Clique e encontre voos para Lençóis!
Passagens promocionais para Chapada Diamantina!


Foto: Vinícius Fonseca

2. Qual é a melhor maneira de explorar todas as suas belezas?

A principal dica é contar com um carro. Tudo na Chapada Diamantina é afastado, com os atrativos principais muito distantes uns dos outros e com nenhuma estrutura para translado entre esses pontos. O viajante que está de carro ou outro veículo motorizado só encontra dificuldades com a qualidade das estradas.

 

Por isso, os que chegaram lá de ônibus precisam locar um carro ou pagar para pessoas que têm carro fazerem o translado entre os pontos desejados, ou então pagar os passeios em agências de turismo que acaba ficando mais do que o dobro do valor. Ainda assim, o valor pago pelos transportes em carros de moradores locais custa caro.

3. No que diz respeito à infraestrutura, quais são as dicas?

Por todo canto existem pousadas e restaurantes. No Vale do Capão, a dica é se hospedar na Pousada Nós na Trilha, cuja infraestrutura dos chalés é ótima e com valor bem acessível, além do ótimo atendimento. O mais importante, porém, é se programar em relação às visitas aos atrativos. Muitos lugares não exigem a necessidade de pagamento de um guia local, mas pode acontecer, especialmente nos pontos mais afastados.

Clique e saiba tudo sobre as Chapadas Brasileiras!

Clique e saiba tudo sobre as Chapadas Brasileiras!
Passagens promocionais para Chapada Diamantina!


Foto: Vinícius Fonseca

Quando houver necessidade, procure guias locais por indicação antes de ir, para não gastar tanto dinheiro com as agências. Encontrar um guia por conta própria vai baratear muito o custo da viagem (gastamos R$1.000 em 10 dias passeando muito por boa parte da Chapada, mas vale lembrar que a Chapada é muito grande, com aproximadamente 450 km de extensão).

4. Além de aventureiro, o que viajante precisa ser ou ter para aproveitar suas belezas ao máximo?

Grande parte dos lugares mais visitados da Chapada Diamantina pode ser acessada de carro até muito próximo do ponto de interesse turístico. No mais, é preciso ter curiosidade, vontade de explorar e alguns roteiros requerem um bom preparo físico (como caso da travessia do Vale do Pati), mas no geral é só ir com uma boa disposição para caminhar.

 

5. Você conheceu todas as cidades que fazem parte do parque? Qual é a sua favorita para passar a estadia por lá?

Não, nem todas. Dessa vez ficamos na parte de cima da área de parque, mas passamos por Lençóis que tem uma estrutura ótima, acredito ser a melhor estruturada. Tem uma em especial que ficamos e adoramos, Mucugê, que inclusive é onde fica um dos únicos cemitérios bizantinos e é onde ocorre boa parte das etapas da maior corrida de mountainbike daqui do Brasil (Brasil Ride).

Encontre hotéis em Lençóis, clique na imagem!

Passagens promocionais para Chapada Diamantina!
Encontre hotéis em Lençóis, clique na imagem!


Foto: Vinícius Fonseca

6. Quais são os caminhos possíveis para chegar até a Chapada Diamantina?

Uma forma de chegar é por estradas o tempo todo, outro é pegar um avião até Salvador e de lá um ônibus até alguma cidade dentro da Chapada, como Palmeiras, Lençóis, Mucugê…Ou alugar um carro em Salvador mesmo.

7. Considerando suas experiências, qual é a melhor definição para a Chapada Diamantina?

Chapada é um lugar maravilhoso, porém o visitante passa apuros se não estiver com uma condução própria. Muito calor, paisagens lindas e lugares de beleza ímpar. Vale muito a pena conhecer esse pedaço do Brasil, e sem dúvida alguma, um dos melhores roteiros para quem gosta de caminhadas é fazer o Vale do Pati e poder vivenciar um pouco da cultura local.

Janeiro é um dos melhores meses para desbravar a Chapada Diamantina, clique e veja outros destinos!

Passagens promocionais para Chapada Diamantina!
Janeiro é um dos melhores meses para desbravar a Chapada Diamantina, clique e veja outros destinos!


Foto: Vinícius Fonseca

 

Leia também:

3 Chapadas do Brasil que todo aventureiro deve visitar

Saiba tudo sobre o Vale do Pati, na Chapada Diamantina!

8 destinos de aventura ao redor do mundo