Noticias 8 coisas que você não pode perder em Nova York

Todos os artigos

8 coisas que você não pode perder em Nova York

As passagens aéreas para Nova York estão entre as mais buscadas pelos brasileiros. Confira sete sugestões para melhorar o seu roteiro enquanto estiver desbravando a Big Apple!

Mapa

1. Espetáculos da Broadway

O viajante que estiver conhecendo Nova York não pode deixar de conferir um musical da Broadway. Os espetáculos em cartaz mudam de acordo com a temporada e a dica, portanto, é conferir a agenda e se programar para acompanhar um espetáculo antes de voltar para casa. Os clássicos incluem: Rei Leão, Mamma Mia! e Cats.

2. Central Park

Central Park é uma gigantesca área verde de 341 hectares bem no meio de Manhattan, ilha e bairro mais importante de Nova York. O parque é bonito o ano inteiro e, não por acaso, é parada obrigatória em Nova York. A cada estação, suas cores se renovam, detalhe que proporciona uma experiência nova a cada visita.

 

Alguns dos maiores destaques são a Fonte Bethesda, o Castelo Belvedere e Strawberry Fields, um memorial ao Beatle John Lennon.

Além disso, o local é palco para diferentes festivais. Em agosto, por exemplo, acontece o Festival de Cinema de Nova York, um dos mais importantes festivais de cinema do mundo, que vai realizar mostras de filmes populares, durante animados piqueniques organizados pelo próprio público.

3. Estátua da Liberdade

Um dos monumentos mais conhecidos no mundo todo, a Estátua da Liberdade não pode ficar de fora do roteiro de quem visita Nova York.

Skyscanner App

Para visitar o principal e maior símbolo nova-iorquino, saiba que é possível seguir com a mesma balsa para a Ellis Island, onde fica o Museu da Imigração. Além da interessante exposição, essa ilha oferece uma das mais belas vistas para a ponta sul de Manhattan.

Outro passeio para aproveitar o dia é ir até Coney Island, a praia nova-iorquina: a vista, o parque de diversão e as opções de comida fazem o deslocamento valer a pena.

4. Times Square

A área formada pelo cruzamento de duas grandes avenidas nova-iorquinas é uma das mais movimentadas da cidade e vê passar diariamente milhões de pedestres atarefados, além de artistas performáticos e turistas deslumbrados tentando captar cada detalhe deste quarteirão intensamente movimentado.

Uma dica: nem todos sabem que esse agitado ponto nova-iorquino oferece um interessante mercado de rua nos finais de semana do verão. Mesmo se não puder conferir essa feirinha, vale a pena ir no final da tarde para sentir o astral tanto do dia como da noite.

5. High Line

Aberto desde 2009, o jardim suspenso de 2,3 km foi elaborado em uma linha de trem desativada e faz parte de um projeto de revitalização da descolada área de Chelsea. 

Desfrute de um passeio no parque situado entre alguns dos mais belos edifícios da cidade, convivendo entre os nova-iorquinos em sua pausa para o almoço. Neste jardim, espere encontrar variedade de plantas, lugares para relaxar, vistas para a cidade e para o Rio Hudson, além de grafites e pinturas.

O High line abre diariamente das 7:00 às 19:00 e é gratuito.

6. Ponte do Brooklyn

Um dos mais belos símbolos de Nova York, a imponente ponte de tijolos e aço foi construída em 1883. Ela liga a ilha de Manhattan com o Brooklyn, dando acesso à região onde butiques, espaços culturais, galerias de arte e museus ganham facilmente o coração do visitante.

Se estiver na cidade em um final de semana, não deixe de conferir o Brooklyn Flea, uma feira onde é vendido de tudo um pouco: peças vintage, roupas, acessórios, móveis e muito mais, além das tendas gastronômicas responsáveis por deixar o passeio ainda mais agradável.

Também no Brooklyn, nos finais de semana entre os meses de abril e outubro, é possível visitar o Smorgasburg, uma feira ao ar livre que reúne mais de 100 barraquinhas de comidas de diversas origens. Uma verdadeira orgia gastronômica. A entrada é gratuita.

A ponta sul de Manhattan também reúne outras atrações famosas: na mesma tarde, é possível conhecer o touro e os prédios chiques de Wall Street e visitar o Memorial do 11 de Setembro.

Esse último é constituído de um museu e duas enormes fontes quadradas, onde estão gravados os nomes das vítimas. O espaço é frequentemente ornamentado com flores trazidas pelos familiares. Não é uma visita fácil, mas necessária e emocionante.

7. Empire State Building

Veja Nova York de um ângulo incrivelmente privilegiado e entenda porque a cidade é considerada o destino mais popular do mundo. Do alto do Empire State Building, o visitante consegue ver todo o esplendor nova-iorquino.

 

Além de subir até a torre de observação, vale a pena passar pela 5ª Avenida à noite ou parar para observar o prédio de onde estiver para admirar sua iluminação, que varia de acordo com as datas comemorativas. Assim, oferece gratuitamente mais um espetáculo para os viajantes.

O Empire State Building abre diariamente de 8h às 2h e a entrada custa a partir de US$37, por adulto. Visitá-lo é muito legal, mas vale mais a pena subir o Top of the Rock, um prédio próximo de onde é possível apreciar a arquitetura detalhada do Empire State.

8. Museus

MET (The Metropolitan Museum of Art), localizado no Central Park, é um dos queridinhos dos nova-iorquinos: a localização é privilegiada, conta com um fantástico acervo permanente e ainda recebe interessantes exposições temporárias. Não desbravado pela maioria dos turistas por não ser muito sinalizado, o terraço do prédio é bem decorado e tem um barzinho onde é possível tomar uma taça de champanhe contemplando a bela vista.

Em frente para o famoso parque está o Solomon R. Guggenheim, ou Museu Guggenheim, fundado em 1959 pelo magnata homônimo para disponibilizar ao público a sua coleção de arte moderna e contemporânea.

Um dos principais do mundo nessa categoria, o Guggenheim é também reconhecido pela arquitetura inovadora para a época, permitindo uma visitação circular e única. Também nas redondezas do Central Park, o Frick Collection reúne arte de diferentes correntes em uma belíssima mansão.

Museu de História Natural, com seus enormes salões que mostram o melhor da fauna e flora do mundo, é o programa perfeito para crianças – e os adultos que as acompanharem não ficarão entediados. Mais apreciado por gente grande, o MoMA reúne algumas das mais famosas obras da arte moderna da história, além de salas dedicadas à arquitetura e ao design.

Passagens aéreas

Veja outras dicas sobre Nova York!

Os melhores restaurantes de Nova York

Guia: o que fazer em Nova York

Onde ficar em Nova York: os melhores hotéis para todos os bolsos