O Covid-19 (coronavírus) pode afetar seus planos de viagem. Seja qual for seu destino, veja aqui as últimas recomendações.

Noticias Encante-se com as 7 Maravilhas do Mundo Moderno!

Todos os artigos

Encante-se com as 7 Maravilhas do Mundo Moderno!

Vivemos momentos difíceis. Mas com o mundo se preparando para abrir aos poucos em 2021, nós estamos aqui para te ajudar a sonhar e planejar sua próxima aventura - seja uma viagem curta para perto de casa, seja mais longa para algum outro canto do mundo. Enquanto isso, seguimos compartilhando as informações e orientações em relação ao COVID-19 para que você se mantenha atualizado.

Nosso planeta é repleto de belezas naturais, mas o homem também tem credibilidade quando o assunto é criar obras grandiosas. As 7 Maravilhas do Mundo Moderno foram eleitas como prova disso.

Veja agora quais monumentos fazem parte dessa seleção e confira as principais informações para conhecer as mais maravilhosas construções do mundo moderno!

Quais são as 7 Maravilhas do Mundo Moderno?

  1. Cristo Redentor, Rio de Janeiro
  2. Machu Picchu, Peru
  3. Chichén Itzá, México
  4. Coliseu, Itália
  5. Ruínas de Petra, Jordânia
  6. Taj Mahal, Índia
  7. Grande Muralha da China

Abaixo, você confere as principais informações sobre como chegar e medidas vigentes por conta da pandemia em cada uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno. Veja!

Atenção: os países onde ficam as Maravilhas do Mundo Moderno podem estar com entrada restrita para brasileiros. Confira a situação atualizada sobre cada país em nosso mapa de restrições de viagem. As informações estavam corretas no momento da publicação, dia 04 de agosto de 2021.

1. Cristo Redentor

Vista aérea do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, escolhido como uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderna

A imagem de Jesus Cristo de braços abertos no Rio de Janeiro faz jus ao título de uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno. Inaugurado em 1931, levou 5 anos para ser construído, e hoje é um dos cartões postais mais conhecidos do Brasil.

Localizada a 709 metros acima do nível do mar, a construção tem 38 metros de extensão, sendo que 8 metros compõem apenas o pedestal. É a obra mais jovem entre as demais maravilhas do mundo moderno.

Como chegar

O primeiro passo é viajar para o Rio de Janeiro. Uma vez na cidade, você pode chegar ao Cristo de duas maneiras. A bordo do Trem do Corcovado, cuja estação fica no Cosme Velho; ou com uma das Vans oficiais Paineiras, com saídas no Centro de Visitantes Paineiras, em Copacabana e no Largo da Ordem.

Medidas durante a pandemia

  • Capacidade reduzida;
  • Uso de máscara obrigatório;
  • Triagem médica com medição da temperatura;
  • Totens com álcool em gel em todo o parque.

Saiba mais: Guia Cristo Redentor

2. Machu Picchu – Peru

Machu Picchu, no Peru.

Localizada no Peru, Machu Picchu é chamada também de “Cidade Perdida dos Incas”. Além de sua arquitetura diferente e misteriosa, o lugar é uma das mais prestigiadas heranças dos Incas, um dos povos mais intrigantes da história.

Descoberta em 1911, a cidade em ruínas fica no topo de uma montanha com 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba. Construída no século 15, conta com apenas 30% de sua construção original. O restante foi todo reconstruído, permitindo uma pequena ideia do que seria toda a sua grandiosidade, caso a obra permanecesse intacta até hoje.

Como chegar?

A porta de entrada oficial de Machu Picchu fica em Aguas Calientes, pequeno povoado aos pés da montanha sagrada. Os viajantes costumam escolher a cidade de Cusco como base, e o trajeto de Cusco a Machu Picchu pode ser feito de trem, ônibus ou caminhada.

Também é possível chegar a Machu Picchu por meio da mágica e desafiadora Trilha Inca, com duração média de 4 dias. As excursões devem ser feitas com guias credenciados e há várias agências de turismo responsáveis pela rota.

Para voar ao Peru e chegar até Cusco, há voos com conexão em Lima saindo do Brasil.

Medidas durante a pandemia

  • Acesso permitido apenas até a cidadela;
  • Não é possível subir as montanhas (proibição por tempo indeterminado);
  • Capacidade reduzida;
  • Uso de máscara obrigatório;
  • Triagem médica com medição da temperatura;
  • Limpeza e higienização de banheiros e demais espaços com frequência;
  • Proibição de consumo de alimentos e bebidas;
  • Distanciamento mínimo de 1,5 metro entre visitantes e funcionários;
  • Áreas e tempo de permanência limitados.

Leia também: Quanto custa viajar para Machu Picchu?

3. Chichén Itzá – México

Chichén Itzá, no México.

Ao falar em civilizações intrigantes, os Maias também têm seu espaço. Chichén Itzá serviu como centro político e econômico desse povo, que presenteou o mundo com sua cultura e arquitetura riquíssimas.

A pirâmide de Kukulkan (provavelmente o ícone mais importante e popular de todos os templos Maias), a Praça das Mil Colunas, o Campo de Jogos dos Prisioneiros e o Templo de Chac Mool também são exemplos da grandiosidade e dedicação deste povo – e são atrações que podem ser visitadas dentro desse mesmo sítio arqueológico.

Como chegar

A maneira mais fácil de chegar a Chichén Itzá é reservando uma excursão com agências de turismo com vans ou ônibus que saem de Cancún e de outras cidades da Riviera Maia. Esse tipo de passeio costuma incluir outras paradas no caminho, passando pelos famosos cenotes do México ou outros destinos interessantes, como a charmosa Valladolid.

Quem prefere passeios mais independentes pode chegar a Chichén Itzá de ônibus, também a partir de Cancún. A ADO é a empresa responsável pelo trajeto e deixa os visitantes no portão de acesso ao sítio arqueológico.

Os voos saindo do Brasil para Cancún costumam ter conexões no Panamá e em outros países, como a Colômbia.

Medidas durante a pandemia

  • Capacidade reduzida;
  • Uso de máscara obrigatório;
  • Distanciamento mínimo de 1,5 metro;
  • Grupos limitados a 10 pessoas;
  • Circuitos limitados;
  • Oferta de álcool em gel.

Leia também: Como organizar sua viagem por Quintana Roo, o caribe mexicano

4. Coliseu – Itália

Coliseu de Roma é uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno mais visitadas.

Símbolo do Império Romano, o Coliseu é o mais famoso anfiteatro do mundo e uma das obras arquitetônicas mais importantes para a história da humanidade. Com cerca de 2 mil anos de história, foi palco de lutas de gladiadores a obras teatrais.

Atualmente, é uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno mais disputadas entre os visitantes, e provavelmente um dos atrativos responsáveis por manter a Itália entre os países mais visitados do mundo.

Como chegar?

O Coliseu fica no coração de Roma, mais precisamente na Piazza del Colosseo. A partir da Estação Roma Termini, você pode chegar de metrô, pela Linha B, ou de ônibus, por linhas como 40, 51, 60, 75, entre outras.

Medidas durante a pandemia

  • Reservas de ingresso apenas online;
  • Capacidade reduzida;
  • Triagem com checagem de temperatura;
  • Uso obrigatório de máscaras;
  • Grupos de no máximo 10 pessoas;
  • Distanciamento de 1 metro;
  • Proibição de consumo de alimentos e bebidas;
  • Acesso apenas pela entrada Valadier.  

Leia também: Itália a seu tempo: roteiros de 7 a 20 dias

5. Ruínas de Petra – Jordânia

Ruínas de Petra, na Jordânia.

Inteiramente esculpida em arenito, as Ruínas de Petra, que sobreviveram aos terremotos e à corrosão natural do tempo, são donas de uma beleza única. Não à toa, foram escolhidas como uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno.

Localizada entre as montanhas que formam o flanco leste de Wadi Araba, vale que vai do Mar Morto ao Golfo de Aqaba, Petra foi habitada aproximadamente em 1200 a.C. pelos Nabateus, responsáveis pela bela arquitetura da cidade.

Como chegar?

As Ruínas de Petra estão localizadas ao sul da Jordânia. O aeroporto mais próximo fica em Amã, capital do país.

Há diferentes agências de turismo que fazem excursões até Petra, incluindo paradas em outros destinos famosos da Jordânia, como Mar Morto e Wadi Rum. Mas também é possível fazer o trajeto de ônibus, por conta própria. A partir de Amã, o percurso dura 5 horas e é operado pela Jett.

Medidas durante a pandemia

Não há informações sobre medidas durante a pandemia no site oficial Visit Petra.

Leia tambémCenários de Aladdin: conheça Petra, Wadi Rum, deserto, Amã, Mar Morto e Aqba!

6. Taj Mahal – Índia

O impressionante Taj Mahal, na Índia. Uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno mais impressionantes.

Principal monumento da Índia, o Taj Mahal é um impressionante mausoléu. Construído entre 1630 e 1652, cerca de 22 mil homens trabalharam durante as obras. Localizado em Agra, o monumento foi feito em homenagem à esposa preferida do imperador Shah Jahan, Aryumand Banu Begam, que faleceu dando à luz ao seu 14º filho.

O nome da construção foi inspirado no apelido carinhoso que o imperador deu a sua amada, Mumtaz Mahal, e significa “joia do palácio”. Taj Mahal foi erguido sob o túmulo de Aryumand Banu Begam e unido ao rio Yamuna. A criação chama a atenção ainda por ser adornada com pedras semipreciosas em todo seu interior e com fios de ouro em sua cúpula.

Como chegar?

Voos para Agra não são muito frequentes saindo do Brasil. Por isso, para visitar o Taj Mahal, o ideal é desembarcar em Nova Delhi, onde fica o maior aeroporto da Índia. Muitas agências de turismo oferecem pacotes com translado entre as duas cidades e os ingressos para o Taj Mahal incluídos.

Para uma experiência mais autônoma, dá para viajar de trem entre Nova Delhi e Agra. As principais empresas operando a rota são Palace on Wheels, Shatabdi, Rajdhani e Taj Express.

Medidas durante a pandemia

  • Capacidade reduzida dentro da construção;
  • Higienização sanitária três vezes por dia;
  • Venda de ingressos apenas online e antecipada;
  • Uso obrigatório de máscaras;
  • Distanciamento entre visitantes.

Leia também: Quanto custa viajar para a Índia?

7. Grande Muralha da China – China

Grande Muralha da China, uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno

Elaborada ao longo de várias dinastias chinesas, a Grande Muralha da China começou a ser construída em 220 a.C., por ordem do primeiro imperador chinês Qin Shihuang, da dinastia Qin.

A ideia da obra era oferecer proteção das invasões vindas do Norte. Com o passar do tempo, a Grande Muralha acabou se tornando uma das construções mais icônicas da história da humanidade e uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno.

Como chegar?

É preciso voar até a China. Saindo do Brasil, os voos para Pequim são os mais frequentes e mais baratos. A capital chinesa fica a menos de 75 km de dois pontos de acesso à Muralha: Badaling e Mutianyu.

A partir de Pequim, dá para ir de ônibus, táxi ou trem até Badaling, mas o mais recomendado é contar com o translado de uma agência de turismo. Para Mutianyu, a mesma coisa: embora seja possível chegar de ônibus ou de táxi, é mais prático contar com o transfer de uma agência.

Medidas durante a pandemia

  • Reserva de ingressos online;
  • Temperatura checada na entrada;
  • Capacidade reduzida.

Como conhecer as 7 Maravilhas do Mundo Moderno?

Até agora, você conferiu o essencial sobre cada uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno. Para planejar uma viagem até cada uma dessas grandiosas obras, porém, outros detalhes devem ser levados em conta.

  1. Melhor época para visitar

    O clima é o principal fator a ser considerado, e cada lugar tem suas particularidades. Machu Picchu, por exemplo, fecha em dias de chuva intensa, comuns entre novembro e março. Pesquise sobre as características de cada lugar antes de marcar a viagem.

  2. Onde ficar

    A maioria dessas maravilhas fica em lugares remotos, com poucas opções de hospedagem. Nesse sentido, pode ser mais prático planejar uma viagem com múltiplos destinos para encontrar a melhor logística.

  3. Com agência ou sem agência

    Dada a distância e o difícil acesso à maioria desses atrativos, analise os prós e os contras de fazer o passeio de forma independente. Na Jordânia, na Índia e na China, por exemplo, contar com uma agência pode facilitar bastante, principalmente por conta dos idiomas totalmente diferentes.

  4. O que cada lugar tem a oferecer

    Sem exceção, todas as 7 Maravilhas do Mundo Moderno oferecem diferentes possibilidades de viagem aos visitantes. Diferentes tipos de ingresso, serviços, tempo necessário para visitar, atrações nos arredores… As informações que mostramos aqui são as mais básicas. Nos sites oficiais, você encontra todos os detalhes determinantes antes de reservar qualquer viagem.

  5. Documentos e restrições durante a pandemia

    Viagens internacionais implicam documentos como passaporte e visto e, enquanto perdurar a pandemia, ainda há restrições e regras de entrada. Confirme essas informações antes de marcar sua viagem para uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno.

Cristo Redentor visto ao longe.

Quanto custa para viajar as 7 Maravilhas do Mundo Moderno?

Na hora de calcular o quanto custa visitar cada um desses lugares, é preciso incluir despesas como passagens aéreas, hospedagem, deslocamento no destino, refeição e ingressos. A entrada para todos esses lugares é paga, e as tarifas variam bastante. Temporada, idade, duração, tipo de passeio e nacionalidade são alguns dos detalhes que interferem no preço.

Para você ter uma ideia, listamos abaixo o valor dos ingressos mais baratos para visitar cada uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno e incluímos os links para os sites oficiais das bilheterias online. Confira:

Ingressos para as 7 Maravilhas do Mundo Moderno

A partir de*
Cristo RedentorR$ 71
Machu PicchuUS$ 65
Chichén ItzáMX$ 557
Coliseu€ 24
Ruínas de PetraJD$ 50
Taj Mahal₹ 1.100
Muralha da China¥ 45
*Os preços exibidos correspondem a tarifas para um adulto, em baixa temporada (quando aplicado). Valores checados no momento da publicação. Podem mudar sem aviso prévio.

Descubra onde você pode ir

Fazendo planos de viajar para o exterior? Descubra quais fronteiras estão abertas com nosso mapa global interativo e inscreva-se para receber atualizações por e-mail quando seus principais destinos forem reabertos.

Receba outras dicas no seu e-mail

Leia também: