Mapa

Passagens aéreas baratas para Belém

Belém é a entrada para Amazônia e o paraíso do Norte

Belém pode ser considerada a típica cidade grande brasileira, com a diferença de servir de porta de entrada para a Amazônia. A capital do estado do Pará possui tudo que uma metrópole deve ter, desde shoppings e serviços variados a uma considerável quantidade de edifícios. Contudo, a cidade é cercada por ilhotas e rios que disponibilizam ao local um ar diferenciado e mais que agradável.

Considerada a maior cidade da linha do Equador, Belém conta também com o título de capital com melhor qualidade de vida do Norte do Brasil. Como resultado (e dos bons), o turismo na região é rico e garante, a seus visitantes, todo o necessário para uma estadia inesquecível.

Outro fator que contribui para a criação deste cenário é o investimento que as cidades pertencentes à Amazônia têm feito em infraestrutura, movimentando a economia de todos os destinos abrigados pela floresta. Com isso, Belém se tornou a principal via de entrada para a mata amazônica, graças ainda à sua privilegiada localização geográfica.

Sem mencionar o contexto histórico, a cidade conta com um setor de ecoturismo bastante desenvolvido. Prova disso são os parques ecológicos da cidade. Para destacar, é possível mencionar o Parque Zoobotânico Emílio Goeldi, que funciona não apenas como centro científico, mas também como espaço de preservação de um pedaço da Amazônia em Belém.

Mangal das Garças e Bioparque Amazônia são outros lugares que abrigam uma ampla variedade de fauna e ecossistema da floresta. Contudo, eles funcionam mais de forma paisagística, uma vez que para possuir a densidade da mata, o espaço disponível deveria ser gigantesco.

Em termos de passeios, parte da diversão fica por conta do Planetário Sebastião Sodré da Gama, que é vinculado à Universidade Estadual do Pará (UEPA). Criado em homenagem ao matemático Sebastião Sodré da Gama, o espaço conta com uma cúpula de projeções de 11 metros de diâmetro e capacidade para receber até 105 visitantes por vez. No local, é possível ainda realizar uma pequena viagem no tempo, com o céu apresentado da maneira como poderia ser visto em qualquer época da existência, seja no passado ou no futuro.

O famoso Passeio de Bonde pela Cidade Velha, criado em 1907 e desativado em 1947 foi reinaugurado em 2007 para deleite dos turistas. Na ativa todos os domingos, o bonde tem o biodiesel como combustível, aproveitando a tecnologia náutica e terrestre.

Para acompanhar todos esses passeios, nada melhor que um prato típico da cidade. O pato no tucupi é original da cultura indígena paraense e é preparado com temperos como vinagre, sal, limão, cebola e alho. O mais curioso, no entanto, é que o pato é assado primeiro, depois cozido no tucupi, que é um caldo à base der mandioca braba. Para finalizar, uma pitada da planta Jambu, que deixa a boca dormente.

Para provar tal iguaria, basta visitar a Estação das Docas, que oferece este e outros pratos típicos de Belém, que tem na sua gastronomia outro grande chamariz para visitantes de vários lugares do mundo.

Que tal adentrar a Amazônia, passando primeiro pelo paraíso do Norte, ou melhor, por Belém?

Promoção relâmpago para Belém de...

Os preços exibidos nesta página são somente os preços estimados mais baixos. Encontrados nos últimos 45 dias.