Noticias Viajando com Pimpolhos comenta: destinos improváveis para viajar com crianças

Todos os artigos

Viajando com Pimpolhos comenta: destinos improváveis para viajar com crianças

Quer ter uma experiência diferente? Veja como destinos improváveis para crianças podem ser perfeitos para viagens em família!

Destinos improváveis, na verdade, são verdadeiras surpresas para quem quer viajar com crianças. Saiba como com as dicas do Viajando com Pimpolhos!

O Dia das Crianças sempre nos faz lembrar de algumas coisas: a infância vivida, a importância de celebrar a data com os pequenos e, por que não?, marcar a próxima viagem em família para presentear a criançada. É neste ritmo, que o Skyscanner conversou com Sut-Mie, do blog Viajando com Pimpolhos. Para a matéria, ela trouxe questões em torno de destinos improváveis, aqueles que não parecem, mas são perfeitos para viajar com crianças, dando dicas ainda sobre como escolher um destino perfeito para viajar com os pequenos. Veja a matéria exclusiva e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto “viagem com crianças”!

Destinos improváveis

Geralmente, os destinos considerados “improváveis” com crianças são aqueles mais distantes de casa. Na hora de se decidir por um destino como esses, alguns pais têm dúvidas e preocupações, como:

– distância, voos longos, escalas, fuso horário;

– estrutura e hábitos do destino, sempre se perguntando se tem atrações para crianças, como é a comida e a dificuldade de não falar a língua do país.

Com estes anseios, a maioria opta por soluções mais óbvias e fáceis como um resort para relaxar ou a conhecida (porque já foram várias vezes) e famosa Disney.

Nada contra essas opções, acho-as muito válidas! São momentos e viagens diferentes e, cá entre nós, todas podem e devem ser feitas! Mas a verdade é que, para quem gosta de descobrir novos horizontes, isso pode ser um pouco frustrante.

Destinos exóticos

Já para quem gosta de se jogar no mundo, destinos considerados “exóticos” como países da Ásia (Tailândia e Japão) podem ser perfeitos. Lá, as crianças vão poder descobrir uma cultura completamente diferente: vão andar de elefante, visitar templos budistas, conhecer praias bonitas, comidas e frutas diferentes, passear de barco, ver macacos e tigres… Só o fato de desbravar um novo país já é uma atração! Tudo é descoberta: a comida, as vestimentas, os hábitos, os monumentos…

Outro destino que parece improvável com crianças é o Marrocos, no Continente Africano, ou até mesmo Dubai. Países que têm uma cultura bem diferente da ocidental com suas paisagens particulares, bem como arquitetura, vestimentas, comida com especiarias. A princípio, isso tudo pode assustar alguns pais, mas o que afasta algumas famílias é justamente o que atrai outras!

Vale lembrar que Marrocos está a um passo da Europa e, sendo assim, tem vários referenciais conhecidos, como lojas e marcas internacionais. Além do mais, foi uma colônia francesa, então ainda tem várias placas e explicações nos lugares em francês. Os próprios marroquinos das grandes cidades falam em árabe e francês.

As crianças podem andar de camelo, descobrir medinas (mercados), mesquitas e vilarejos com casas diferentes, avermelhadas como a terra, quadradas e sem telhas e que serviram de set para os filmes do Star Trek, Guerra nas Estrelas!

O mesmo vale para Dubai que, na verdade, é praticamente um parque de diversões a céu aberto, com tantas atrações disponíveis: rally no deserto, praias, maior prédio do mundo, maior shopping do mundo e até pistas de ski!

Eco destinos

Eu citei destinos bem longe de casa, mas no próprio território nacional há destinos considerados improváveis com crianças, geralmente ligados a ecoturismo, como Amazônia, Chapada Diamantina, Bonito, Fernando de Noronha… E todos eles podem ser encantadores com crianças pelo fato de estarem cercados por paisagens naturais e por permitirem a descoberta da fauna e flora local através de programas diferentes como mergulhos, safáris, alimentação dos botos cor-de-rosa, visita a aldeias indígenas…

Lá fora, pensando em destinos nesse mesmo espírito, podemos citar Ilha de Páscoa, Galápagos, Havaí, Deserto do Atacama, Alaska, Islândia

Como aproveitar a viagem com os pimpolhos

Para aproveitar todas essas oportunidades, a família tem que ter bastante curiosidade, coragem e energia para se jogar no mundo. É necessário deixar de lado ideias pré-concebidas, tanto sobre o destino quanto sobre o estilo de viagem. Não dá para controlar tudo sempre! Até porque, em uma viagem com crianças, a prioridade é o bem-estar delas, portanto tudo deve ser adaptado ao ritmo dos pequenos!

Esse passo dado, o seguinte é a organização. É bom se informar ao máximo sobre o destino, sobre as opções kids friendly e tudo o que pode agradar e acolher as crianças. E, graças à internet, hoje em dia já existem vários blogs que podem nos informar, em português ou até mesmo em inglês, quando o destino for mais improvável ainda, como Islândia, Alaska ou Vietnam, por exemplo.

A escolha de um destino como esses, porém, só fará sentido se tiver a ver com a família, com o estilo dela, com a idade das crianças (alguns destinos efetivamente são mais recomendados com crianças maiores, como Galápagos ou Bonito, onde há muitos mergulhos recomendados para pequenos com mais de 5 ou 6 anos) e é preciso ver a própria logística. Quanto mais leve for a bagagem, mais fácil será viajar para longe! O próprio ato de viajar é um aprendizado para toda a família e quanto mais cedo se aprende, melhor!

Após escolher e se informar sobre o destino, é interessante envolver as crianças com livros, filmes ou desenhos que despertem a curiosidade e ao mesmo tempo envolvem e preparam a criança para a viagem. Por exemplo, após o sucesso de Frozen, da Disney, algumas famílias decidiram desbravar a Noruega.

O que faz uma viagem dessas se tornar um momento único para as crianças? O fato de estarmos juntos, fazendo descobertas e tendo experiências únicas! É claro que nem tudo é fácil e podem existir percalços, como em toda viagem, com ou sem crianças. E esses momentos únicos viram lembranças para toda a vida! As crianças certamente não lembrarão com tanta nitidez, mas nós, os pais e adultos, lembraremos! Eles aprendem e veem outros horizontes e nós colecionamos lembranças inesquecíveis! É bom demais descobrir o mundo juntos!

Viajar com crianças até pode ser um desafio, mas é uma experiência enriquecedora, não?

Mapa