Noticias Safári na África do Sul: como escolher a melhor experiência

Todos os artigos

Safári na África do Sul: como escolher a melhor experiência

Quer fazer um safári na África do Sul e não sabe por onde começar? A gente te ajuda!

Por Giscard Stephanou, do O Viajante

O que é safári

São viagens para observar e fotografar a natureza e a vida selvagem em seu habitat natural, frequentemente em áreas delimitadas e preservadas instituídas como “parque nacional”.

Como tal, embora áreas públicas, parques nacionais têm regras, taxa de entrada, horários de entrada/saída e estradas demarcadas, onde, exclusivamente por elas, os veículos podem circular. Ou seja, para ver os animais de perto, somente se eles estiverem na beira ou cruzarem a estrada.

Veja também nosso guia completo sobre a África do Sul!

O que é Game Drive

A saída para observar os animais, geralmente em jipe ou caminhão, aberto nas laterais, com um guia/motorista, é o chamado “game drive”.

A expressão usa a palavra “game” em seu contexto antigo de caça, ou seja, qualquer animal pode ser perseguido/alcançado. As saídas de hoje, porém, buscam animais para serem fotografados, e não dizimados.

Cada “game” dura aproximadamente de 3h à 4h e o preço médio/pessoa é de R$ 100. Você pode fazer o safári em um parque nacional ou em alguma reserva privada.

A vantagem em participar de um Game com guia/ranger/tracker é que, como eles têm a experiência do dia a dia do safári, as chances de encontrar os animais são maiores.

Muitos têm autorização para sair das trilhas, o que garante Games ainda mais excitantes. Além disso, eles instruem sobre não levantar, falar alto ou colocar os braços para fora do veículo, revelam curiosidades dos animais selvagens e ainda cuidam da segurança de todos.

Os principais Game Drives na África do Sul são:

  • Sunrise Drive, normalmente começando às 5h (no outono/inverno) e finalizando por volta de 8h.
  • Morning Walk/Night Walk, uma caminhada pela savana, para aprender sobre os hábitos e a movimentação dos animais.
  • Sunset Drive, normalmente começando às 16h30min (no outono/inverno) e finalizando por volta de 19h30.
  • Night Drive, normalmente começando às 20h e finalizando por volta de 22h.

É recomendado, para ter mais possibilidades de ver os Big Five – e se sentir verdadeiramente no cenário do filme O Rei Leão – fazer de 2 a 4 Game Drives, principalmente o Sunrise Drive ou Sunset Drive (os horários em que os animais mais se movimentam), no mesmo acampamento ou em regiões diferentes.

O que são os Big Five?

A expressão “Big Five game”, ou simplesmente “Big Five”, se refere aos cinco mamíferos selvagens de grande porte mais difíceis de serem caçados pelo homem. A expressão é ainda usada nos safáris de observação, pelos guias locais, quando se referem à fauna selvagem da região da savana. Os Big Five são:

1. Leão
2. Elefante
3. Búfalo
4. Rinoceronte
5. Leopardo

1. Game Drive no Parque Nacional Kruger

Quando pensamos num Safári na África do Sul, o Kruger National Park é a primeira imagem que vem à mente.

Maior e mais famosa área de fauna protegida da África do Sul, situado no nordeste do país, o Kruger cobre cerca de 20.000 km² (aproximadamente o tamanho do estado do Sergipe), na fronteira com Moçambique.

No caso do Kruger National Park, a taxa custa por dia (para entrar ou permanecer) 400 rands (moeda sul africana) por adulto (R$ 114) e 200 rands por criança (R$ 57).

2. Game Drive privado

Dentre os Game Drives existentes, muitas pessoas optam por fazer um Safári/Game Drive Privado. Estes safáris são realizados em reservas privadas, adjacentes ao Kruger National Park, na região chamada de Greater (Grande) Kruger, que é formado pelo Kruger e pelas próprias reservas.

Mesmo sendo mais caro, existem várias vantagens ao fazer um safári em uma reserva privada perto do Kruger:

  • É no estilo National Geographic (Nat Geo) em termos de trilhas não demarcadas, paisagens e animais.
  • A presença de Guia e Tracker que têm experiência e sabedoria em conhecer e encontrar os animais na savana africana.
  • O Game é exclusivo (menos turistas para dividir o carro e as estradas).
  • Os veículos das reservas privadas (4×4 e abertos) podem fazer off road, ou seja, eles têm a possibilidade de circularem livremente fora das estradas, o que aumenta o alcance e a adrenalina do game.
  • A hospedagem e gastronomia são de luxo, o que traz muita mordomia e conforto.

Hoje, o Greater Kruger National Park abriga mais de 20 reservas privadas, que geralmente têm várias opções de hospedagem luxuosas (os lodges), que oferecem uma experiência de safári realmente bem mais sofisticada e exclusiva. Os preços das diárias variam de lodge para lodge.

As principais reservas privadas próximas ao Kruger Park são:

  • Sabi Sands (a mais prestigiada das reservas sul-africanas);
  • Timbavati;
  • Manyeleti;
  • Thornybush;
  • Klaserie;
  • Balule;
  • Kapama.

Qual é a melhor época para fazer safári?

Se você tem dúvidas sobre qual é a melhor época para visitar o Kruger Park e outros parques, saiba que entre o outono e o inverno (maio a setembro) acontece a seca da savana e a vegetação está mais baixa, e os animais se movimentam mais para se banhar ou tomar água. O clima não é tão quente e há menos risco de contrair malária.

Na primavera e verão, além do calor, a vegetação se torna mais densa e pode ficar mais difícil de ver os animais.

Acampamentos localizados próximo ao rio Sabie, acabam sendo uma região propícia para avistar animais. Onde tem água, tem vida, tem animais.

Ou seja, olhando em volta de lagoas e rios e fazendo os Game Drives ou dirigindo nas estradas próximas aos rios que cortam o parque, é quase certa a apreciação de ao menos algum dos Big Five.

As diferentes formas de fazer um safári

A partir de Joanesburgo – o principal destino, junto a Cidade do Cabo, de chegada dos voos do Brasil – você tem ao menos 3 possibilidades para participar de safári:

1. Safári na África do Sul de carro 

Alugue um veículo em Joanesburgo (no aeroporto, se desejar) e viaje (preferencialmente durante o dia) até o Kruger Park – cerca de 450km, 5 a 6 horas de viagem (dependendo da localização do seu acampamento/lodge).

Para uma viagem de carro, tenha em mente que:

  • Na África do Sul se dirige pela mão inglesa, ou seja, direção no lado direito, pista da esquerda (você se acostuma logo).
  • A entrada/saída do parque ficam restritas aos horários do Kruger.
  • Algumas estradas no parque não têm calçamento.
  • limites de velocidade: nas vias asfaltadas, 50 km/h; nas estradas de terra: 40 km/h; nas áreas de acampamento, 20 km/h.
  • É necessário ter a Carteira de Habilitação Internacional (PID – Permissão Internacional para Dirigir) para alugar/dirigir um carro por lá.

2. Safári na África do Sul com agência

Contate, no Brasil ou na África do Sul, uma agência que deve organizar o Safári completo para você, podendo incluir um voo desde Joanesburgo até Nelspruit, a 100 km do parque, ou Skukuza, aeroporto dentro do parque. O mesmo deve acontecer quando você se hospeda em alguma reserva privada.

3. Safári na África do Sul sem carro e sem agência

De Joanesburgo, compre uma passagem para Nelspruit ou Skukuza (voos operados pela Airlink, com duração de 40-45 minutos). Os voos não são muito baratos (procure comprar com antecedência) mas esta é a maneira mais rápida e cômoda de viajar até o Kruger. Para sair do aeroporto, deve-se pagar as taxas de conservação do parque.

  • Acerte um transfer até um dos acampamentos do Kruger, o qual pode ser pago, antecipadamente, com o próprio acampamento, ou diretamente no Aeroporto de Skukuza/Nelspruit, com as empresas que alugam carros.
  • Hospede-se num dos acampamentos ou lodges do Kruger, como os recomendados Skukuza Rest Camp, que fica a menos de 10 minutos do Aeroporto, ou no Sabie River Bush Lodge, a apenas 19km da entrada principal do parque, ótimo custo-benefício privilegiadamente situado junto ao rio Sabie.
  • Safáris e alimentação costumam estar incluídos no preço da diária, que variam de R$ 500 a R$ 2.000 por pessoa/dia.
  • Contrate os Game Drives com antecedência, junto com a reserva do acampamento escolhido. 

Como reservar o acampamento e os Game Drives no Kruger?

Para reservar sua hospedagem e Games nos próprios acampamentos do Kruger, é preciso acessar o site da SAN Parks.

Escolha na lista o “Camp” que você pretende ficar, verifique a disponibilidade de acomodações nas datas que deseja, cheque as tarifas e selecione os Game Drives desejados. Pode ainda optar em pagar ou não antecipadamente as taxas de conservação do Kruger.

O pagamento é feito on-line e você recebe e-mails, com a confirmação da reserva e as regras/horários do parque. São informações que ajudarão a planejar sua estadia e curtir todas as atividades.

Quanto custa um safári na África do Sul?

1. Safári de carro

  • Emissão da PID (Permissão Internacional para Dirigir): R$ 280 (em média, cada estado brasileiro cobra um valor diferente).
  • 4 diárias de carro: R$ 400.
  • Combustível: R$ 350.
  • Taxa de conservação do Kruger Park: 3 dias R$ 342/pessoa.
  • Games Drives com carro: sem custo.
  • Bungalow (3 diárias/2 pessoas): R$ 1.200.
  • Alimentação: R$ 60 a R$ 100/dia (por pessoa).
  • Total aproximado: R$ 2.152 por pessoa

2. Safári com agência

  • Safári no Kruger Park, guiado, de 3 dias, desde Joanesburgo (inclui 2 noites de hospedagem e alimentação): R$ 2.500 a R$ 3.000 por pessoa.
  • Já as reservas privadas, com hospedagem e game drives incluídos, custam a partir de US$ 400 a diária.

3. Safári sem carro e sem agência

  • Passagem Joanesburgo-Nelspruit (ida/volta): R$ 900 (maio/2020) OU Passagem Joanesburgo-Skukuza (ida/volta): R$ 1.200 (maio/2020).
  • Transfer Airport -> Camp. R$ 80/pessoa
  • Taxa de conservação do Kruger: 3 dias R$ 342/pessoa.
  • 4 Games Drives/pessoa: R$ 400 (R$ 100/cada Game Drive).
  • Bungalow (3 diárias/2 pessoas): R$ 1.200.
  • Alimentação: R$ 60 a R$ 100/dia (por pessoa).
  • Total aproximado: R$ 2.502 por pessoa

Vantagens e desvantagens de cada safári

1. Safári independente com carro

Vantagens

  • Economia: viajar de carro ou avião até o Kruger, e efetuar as suas reservas, é uma opção que poderá ser econômica (se fizer com antecedência).
  • Facilidade: a reserva de carro e/ou avião são procedimentos simples e tranquilos de fazer, assim como reserva de acomodações e atividades, no site da SAN Parks.
  • Independência: quem alugar carro poderá decidir a hora que vai começar e terminar o seu Safári na África do Sul, sempre respeitando os horários de fechamento dos portões do parque, é claro.

Desvantagens

  • Foco dividido: quem estiver dirigindo terá mais dificuldade para encontrar os animais, já que dividirá a atenção entre “caçar” animais e dirigir. Num Game Drive você fica livre para observar/fotografar, enquanto os rangers fazem todo o trabalho de direção e “caçada”, inclusive conversando com outros guias por rádio.
  • Responsabilidade: você terá que se preocupar com mais coisas, como aluguel do carro, reserva de hospedagem, alimentação, horários do Kruger e ainda organizar o safári sozinho. Mesmo sendo fáceis de resolver, algumas dessas situações demandam mais tempo e energia.

2. Safári com agência

Quem fechar os passeios com uma agência pagará um pouco a mais, mas terá a comodidade de não se preocupar em ir atrás de informações/reservas, bem como estará acompanhado de guias durante toda a viagem.

3. Safári no Kruger x safári em reservas privadas

Safári no Kruger Park: vantagens

  • Você pode montar seu roteiro livremente e escolher se quer viajar com agência ou de forma independente;
  • Preço mais em conta;
  • Grande área para explorar.

Safári no Kruger Park: desvantagens

  • Nem todos game drives contam com trackers, geralmente o guia é motorista e tracker;
  • O carros não devem sair das estradas, o que pode atrapalhar a visualização de animais que estejam distantes do trajeto demarcado;
  • Por ser um parque público, é aberto e atrai muitos visitantes, o que pode causar congestionamentos.

Safári em reservas privadas: vantagens

  • pacote inclui traslado, hospedagem, alimentação e game drives;
  • as acomodações, a gastronomia e a estrutura dos hotéis são top;
  • 4×4 onde são feitos os passeios são menores e mais abertas do que as jardineiras do Kruger;
  • possibilidade de seguir caminhos além das trilhas demarcadas e ir atrás dos animais onde eles estiverem;
  • não há risco de congestionamento, pois o número de carros nas reservas privadas é limitado;
  • todos os games drive contam com um tracker local (uma pessoa que rastreia os animais) e um guia;

Safári em reservas privadas: desvantagens

  • basicamente o preço.

Mais dicas sobre safári na África do Sul

  • Encontrar os tão sonhados Big Five em um Safári nunca é algo garantido. Portanto, quanto mais Game Drives você puder fazer, melhor.
  • Mesmo que você não veja todos os Big Five, não se preocupe: ver outros animais como girafa, hiena, cachorro selvagem, hipopótamo, crocodilo, babuíno, antílope, impala, no seu habitat natural, e com total liberdade, já é uma experiência sensacional.
  • No Kruger há safáris para todos os bolsos, desde mochileiros a viajantes com orçamento médio, até aqueles que gostam de bastante conforto. Escolha a sua opção e curta essa experiência, pois ela é incrível e única!
  • Aproveite a beleza natural e a vida selvagem do Kruger em toda a sua plenitude!

Bora fazer um safári na África do Sul? Reserve suas passagens aéreas já 👇

Mapa

Para maiores informações e promoções de passagens sobre os lugares acima, você pode buscar outras passagens aéreas promocionais em nosso site ou criar um alerta de passagens para monitorar a variação os preços dos voos para o seu destino favorito e baixe nosso aplicativo de viagem ou use as ferramentas de nosso site.