O Covid-19 (coronavírus) pode afetar seus planos de viagem. Seja qual for seu destino, veja aqui as últimas recomendações.

Noticias Novas regras de entrada para quem tem passaporte brasileiro

Todos os artigos

Novas regras de entrada para quem tem passaporte brasileiro

As restrições de viagem aplicadas por conta pandemia continuam em vigor na maioria dos países. Com isso, novas regras de entrada passam a fazer parte da rotina de quem pretende viajar para o exterior.

Para esclarecer as principais dúvidas sobre teste PCR, declaração de saúde e formulários de quarentena, hoje vamos mostrar quais são as exigências nos Estados Unidos, Canadá e Austrália, destinos populares entre os brasileiros e que exigem visto e outros documentos para a entrada de passageiros. Saiba mais!

O que é o teste PCR para COVID-19?

Seu nome completo é RT-PCR. Trata-se de um teste molecular responsável por identificar o vírus e confirmar a COVID-19. Realizado a partir de amostras coletadas com cotonete no nariz e na garganta, é indicado especialmente para pessoas com algum dos sintomas do coronavírus.

Graças a sua eficácia, porém, é solicitado pela maioria dos países com restrições de viagem por conta da pandemia. Por isso, resumimos as principais informações que você precisa para incluir o resultado do teste entre os documentos para sua próxima viagem internacional:

  • O teste RT-PCR é realizado por laboratórios e unidades hospitalares;
  • No momento, dois aeroportos brasileiros realizam o teste: o Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e o de Confins, em Minas Gerais;
  • O teste PCR custa entre R$ 150 e R$ 500;
  • Geralmente, a equipe médica atende no estilo drive-thru, coletando as amostras em um estacionamento e não é necessário descer do carro;
  • O resultado costuma sair entre 24 e 72 horas, mas há lugares e marcas que oferecem resultados mais rápidos. Em Guarulhos, você confere o diagnóstico em até 4 horas.

Ainda sobre o teste PCR, atente-se para as datas: alguns países pedem que o resultado seja emitido até 72h antes do embarque, enquanto outros têm um prazo maior, de até 7 dias.

Companhias aéreas exigem teste antes do embarque?

Na verdade, são os países que exigem que passageiros apresentem um teste PCR com resultado negativo para COVID-19. A linha aérea é responsável apenas por solicitar que o resultado seja exibido no embarque, caso o voo seja para um país onde o documento é obrigatório.

Além disso, a maioria das linhas aéreas informa em seus respectivos sites quais países estão com essa restrição.

Outra ação das companhias aéreas em relação aos testes para coronavírus é a parceria com laboratórios e a oferta de descontos para seus passageiros. É o caso da Gol, que oferece 10% de desconto para viajantes que fizerem o teste no Aeroporto de Guarulhos.

A LATAM, por sua vez, tem parecerias com o hospital Albert Einstein e com o laboratório Dasa.

Passageira na área de embarque com mochila, mala de mão e documentos de acordo com as regras de entrada exigidas.
Leia também: Principais dúvidas respondidas sobre COVID-19 e viagens

O que são os formulários de declaração de saúde?

São formulários que passageiros devem preencher, geralmente antes do embarque, com dados relacionados a sua saúde e à viagem em si. Cada país possui seu método de acesso, preenchimento e apresentação da declaração.

Mais adiante, você pode acessar as páginas oficiais dos Estados Unidos, Canadá e Austrália, mas para que você possa entender melhor como funcionam esses formulários, vamos usar como exemplo a declaração que agora deve ser apresentada para entrar no Brasil.

Resumindo, o passo a passo fica assim:

  1. Acesse a página da Anvisa: você terá que informar seu nome e e-mail para receber o link com o formulário de declaração de saúde para entrar no Brasil;
  2. Leia os termos da declaração: o termo prevê, dentre outras orientações e exigências sanitárias, quarentena de 14 dias para brasileiros que passaram pelo do Reino Unido ou Irlanda do Norte nas duas últimas semanas;
  3. Preencha o formulário: além de informações da viagem, como data dos voos, cidades de origem e de chegada, há perguntas sobre sintomas e histórico de exposição;
  4. Salve o e-mail de confirmação de formulário preenchido: assim que concluir o questionário, você receberá um comprovante por e-mail. O comprovante deverá ser apresentado à companhia aérea durante o embarque.

O que são os formulários de quarentena?

É o documento por do meio do qual o passageiro afirma estar ciente da obrigatoriedade de auto isolamento por um período específico (normalmente entre 7 e 14 dias) imediato a sua chegada.

A exigência da quarentena e a forma como será atestada variam de acordo com as novas regras de entrada de cada país. Como vimos acima, no caso do Brasil, o formulário de quarentena, na verdade, faz parte de uma declaração que deve ser lida e aceita antes de completar o questionário de saúde.

Consulte sites oficiais das autoridades locais para acompanhar informações atualizadas.

Quais são as regras para brasileiros viajando aos Estados Unidos?

No momento, apenas brasileiros que façam parte do grupo de exceções* de entrada nos EUA podem desembarcar no país. A emissão de visto americano está suspensa no Brasil por tempo indeterminado.

Por meio de uma nota em seu site, a embaixada estadunidense informa que os processos de pedido de visto iniciados e não concluídos por conta da pandemia continuam valendo até 30 de setembro de 2022.

A organização pede ainda que os solicitantes continuem acompanhando a página para futuras atualizações.

Prédios em Manhattan, Nova York.
Leia também: Quando poderemos viajar para os EUA de novo?

*Confira a lista de exceções para entrada nos EUA em nosso mapa de restrições.

Novas regras de entrada nos EUA em decorrência da pandemia

Para entrar nos Estados Unidos, é preciso fazer parte do grupo de exceções. Além disso, o Governo norte-americano informa que passageiros estão sujeitos às regras definidas pelo estado/território do destino final. Quem for desembarcar em Nova York, por exemplo, deve preencher o formulário de saúde do viajante.

O passaporte e visto válidos continuam sendo documentos obrigatórios para brasileiros entrarem nos Estados Unidos.

Preciso fazer teste PCR para entrar nos Estados Unidos?

A partir de 26 de janeiro de 2021, viajantes que fazem parte da lista de exceções de entrada nos EUA deverão apresentar um certificado médico com um antígeno viral para COVID-19 ou um resultado de teste NAAT negativo, também realizado pela técnica RT-PCR. O documento deve ser emitido pelo menos 3 dias antes da viagem.

Lembre-se: tais exigências e outras restrições de viagem podem mudar a qualquer momento. Acompanhe as atualizações em sites oficiais locais.

Quais são as regras para brasileiros viajando ao Canadá?

Mesmo com a entrada no país limitada a um grupo de exceções*, o Canadá permite que brasileiros iniciem o processo de pedido de visto. Segundo nota no site governamental do país, dessa forma será possível seguir viagem logo que as restrições forem suspensas.

Para solicitar o visto canadense, brasileiros têm como opção o site VFS Global, onde constam todas as informações relevantes para iniciar o processo.

Por conta da pandemia, boa parte do trâmite será feita online ou por correios, mas para tirar visto como estudante, por exemplo, já é possível agendar entrevistas até fevereiro de 2021.

Foto de Toronto, com a Torre CN em destaque.
Leia também: Como tirar o visto canadense

*Confira a lista de exceções de entrada no Canadá em nosso mapa de restrições.

Novas regras de entrada no Canadá em decorrência da pandemia

Passageiros com permissão para entrar no Canadá devem:

  • apresentar teste negativo para COVID-19, emitido 72 horas antes do embarque;
  • enviar informações de viagem, antes do embarque, por meio do aplicativo ArriveCAN;
  • ter um plano de quarentena e se auto isolar por 14 dias – sujeito a penalidade como pagamento de multas, caso o isolamento não seja cumprido.

Esses documentos deverão ser apresentados com o passaporte e visto válidos. Para saber mais, acesse o site oficial do governo canadense.

Preciso fazer teste PCR para entrar no Canadá?

Sim, é necessário apresentar teste negativo para COVID-19, emitido no máximo 72 horas antes do embarque.

Quais são as regras para brasileiros viajando a Austrália?

O governo da Austrália está priorizando a emissão de visto para estrangeiros, incluindo brasileiros, que tenham parentesco com cidadãos australianos ou com residentes permanentes*.

Para tanto, é preciso solicitar uma isenção de viagem, além de cumprir outros requisitos para o visto australiano.

Melbourne vista a partir do Yarra River.
Leia também: É seguro viajar? Os desafios e as medidas em tempos de pandemia

*Confira a lista de exceções de entrada na Austrália em nosso mapa de restrições.

Novas regras de entrada na Austrália em decorrência da pandemia

Atualmente, passageiros com permissão para entrar na Austrália devem:

Passageiros em trânsito, com conexões em aeroportos entre 8 e 72 horas, devem ficar isolados até o próximo voo, tendo que apresentar ainda todos os documentos acima citados.

Preciso fazer teste PCR para entrar na Austrália?

A partir de 22 de janeiro de 2021, passageiros deverão apresentar um teste negativo para Covid-19, com resultado emitido no máximo 72 horas antes da viagem.

Essas são as principais regras de entrada exigidas durante a pandemia. Como tudo pode mudar a qualquer momento, acompanhe as atualizações em sites governamentais oficiais e nas páginas das linhas aéreas.

Descubra para onde você pode viajar

Pensando em viajar para o exterior? Descubra quais fronteiras estão abertas para brasileiros com nosso mapa global interativo e cadastre seu e-mail para receber um alerta quando seu país favorito reabrir.

Leia também

Esse artigo foi atualizado pela última vez, às 16h do dia 21 de janeiro de 2021 e as restrições de viagem podem ter mudado desde então. Por favor, confirme as informações em sites governamentais oficiais.