O Covid-19 (coronavírus) pode afetar seus planos de viagem. Seja qual for seu destino, veja aqui as últimas recomendações.

Noticias Quarentena em hotéis no Brasil e no mundo

Todos os artigos

Quarentena em hotéis no Brasil e no mundo

Estamos vivendo momentos difíceis. Mas, com o mundo se preparando para reabrir em 2021, nós estamos aqui para te ajudar a sonhar e planejar sua próxima aventura - seja ela uma viagem curta para perto de casa, ou mais longa para algum outro canto do mundo. Enquanto isso, seguimos compartilhando as informações e orientações em relação ao COVID-19 para que você se mantenha atualizado.

Há mais de um ano o mundo vem enfrentando a pandemia de COVID-19, e recentemente tivemos notícias de novas variantes, sendo uma delas brasileira. Com isso, as restrições de viagens vão ficando cada vez mais rigorosas para quem embarca do Brasil. Sabendo que o isolamento social é um método preventivo de proliferação da doença, alguns países vêm exigindo a realização de quarentena em hotéis na chegada dos viajantes conforme detalharemos abaixo.

Quarentena em hotéis no Brasil

O Brasil não exige que os viajantes façam uma quarentena mínima ao chegarem no país. Atualmente, é apenas obrigatório que brasileiros e estrangeiros apresentem um teste RT-PCR negativo que tenha sido realizado em até 72 horas antes do momento de embarque e o preenchimento de um formulário de Declaração da Saúde do Viajante.

A única exceção se aplica aos residentes que estiveram no Reino Unido nas últimas duas semanas, que devem realizar uma quarentena de 14 dias ao chegar no Brasil, podendo optar por fazê-la tanto em hotel quanto em domicílio.

Mulher chegando para sua quarentena em hotel e recebendo as chaves do recepcionista.

Como funciona a quarentena em hotel no Brasil?

Aqueles que tenham interesse em ficar em um hotel para uma quarentena inicial na chegada ao Brasil – que embora não seja obrigatória, é recomendada –, sugerimos que deem preferência às acomodações que possuem o selo Turismo Responsável. Este selo estabelece práticas de higienização, e com isso, oferece uma maior segurança e tranquilidade aos viajantes.

Outra dica é procurar seu hotel no Skyscanner usando os filtros de buscas, considerando especialmente a pontuação relacionada à limpeza. E dê preferência a acomodações nas proximidades do aeroporto, assim você circula o mínimo possível na cidade.

Uma curiosidade é que algumas redes de hotéis vêm se destacando devido a algumas iniciativas relacionadas à quarentena. Como por exemplo o Iberostar, que está oferecendo o Seguro Iberostar Extra Care, aplicado automaticamente para as reservas realizadas em seu site ou via Contact Center, com cobertura para gastos médicos inesperados no caso de doenças (incluindo COVID-19), serviço de orientação médica por telefone e até prolongamento da estadia devido a necessidade de quarentena no hotel.

Você também pode conferir as orientações da OMS sobre protocolos de segurança em hotéis durante a pandemia.

Quarentena em hotéis no exterior

Alguns governos estão criando uma “Red List” (Lista Vermelha) com os países que possuem restrições mais severas de entrada por oferecerem alto risco de contágio de COVID-19 ou por terem desenvolvido novas variantes da doença. Viajantes que estiveram em algum dos países que encontram-se nessas listas em um determinado período de tempo, podem ser banidos de entrar no país ou serem obrigados a fazerem quarentena em hotel.

O Brasil tem aparecido com frequência nessas listas de restrições, por isso, antes de qualquer viagem internacional, é fundamental que você consulte o site das autoridades do país de destino e até mesmo das autoridades dos lugares onde você precisa fazer escala. Vale lembrar que as restrições também podem variar de acordo com o seu tipo de visto, então fique atento a cada detalhe.

Entrega no quarto com exame PCR, termômetro e outros medidores e medicamentos.

Como funciona a quarentena em hotel em outros países?

O funcionamento pode ser diferente para cada país, alguns governos estão oferecendo uma lista específica de hotéis autorizados, dando a oportunidade para o viajante escolher a opção que mais favorece seu gosto e bolso. Já outros países, como a Nova Zelândia por exemplo, além de determinar o hotel, apenas o revela na chegada ao destino.

Quarentena em hotel no Reino Unido (UK)

O Reino Unido criou uma Red List, e entre os 35 países que atualmente constam na lista estão: Brasil, Chile, Portugal, Emirados Árabes Unidos, e África do Sul. Os viajantes que estiveram 10 dias antes da chegada ao Reino Unido em algum dos países listados não poderão entrar nas terras da rainha.

Além disso, desde 15 de fevereiro, o Reino Unido vem exigindo uma quarentena em hotel obrigatória de 10 dias / 11 noites para cidadãos britânicos, irlandeses e residentes que estiveram ou transitaram por países da Lista Vermelha. A quarentena no Reino Unido deverá ser agendada com antecedência através do portal do governo e seu custo pode chegar a R$13 mil por pessoa. Também é necessário realizar testes de COVID no segundo e no oitavo dia da quarentena e seguir todas as regras de isolamento.

Quarentena em hospedagem no Canadá

O Canadá está exigindo que viajantes cumpram um período de isolamento social de 14 dias ao entrar no país. Aqueles que chegam via transporte aéreo devem fazer uma parada mínima de 3 noites em um dos hotéis pré-selecionados pelo governo.

Tirando alguns casos tratados como exceção, para entrar no Canadá é preciso:

  • Apresentar um teste molecular de COVID-19 realizado em até 72 horas antes do embarque;
  • Apresentar o comprovante de agendamento e pagamento prévio de 3 noites em um dos hotéis autorizados – a lista completa dos hotéis autorizados pode ser acessada aqui;
  • Fazer um novo teste assim que chegar no país;
  • Permanecer no hotel até que saia o resultado do novo teste;
  • Realizar um último teste no décimo dia de isolamento.
Baggagem de mão para quarentena em hotéis, com roupas de um lado e muitas máscaras e álcool em gel do outro.

Quarentena em hotel em Portugal

Desde o final de janeiro deste ano, os voos comerciais e privados entre o Brasil e Portugal estão suspensos devido às novas variantes do coronavírus. No momento, além do Brasil, também estão suspensos os voos diretos do Reino Unido e da África do Sul.

Os voos de repatriação ou de natureza humanitária se mantêm ativos, mas com algumas regras a serem seguidas. Nestes casos, os passageiros deverão apresentar um teste RT-PCR negativo realizado em até 72 horas antes do embarque do último voo direto para Portugal (com exceção de crianças com menos de 2 anos de idade). Uma quarentena de 14 dias também é necessária, porém, pode ser realizada tanto em domicílio quanto em local indicado pelas autoridades da saúde. Já os passageiros que estão apenas em trânsito, poderão aguardar pelo próximo voo em um espaço específico dentro do aeroporto.

A princípio, quem optar por fazer a quarentena em uma hospedagem em Portugal, poderá escolher aquela que mais lhe agradar. Portugal, assim como o Brasil, criou uma certificação para estabelecimentos que seguem um padrão de segurança e limpeza – o selo Clean & Safe –, portanto, a nossa recomendação é que após escolher a acomodação de interesse, confirme se ela está certificada.

Quarentena em acomodação no Chile

Além de exigir a apresentação de teste RT-PCR negativo realizado em até 72 horas antes do último embarque, uma “Declaração Juramentada Do Viajante“, um seguro viagem com cobertura mínima de US$30 mil que inclua casos de COVID-19, e o preenchimento de um formulário de acompanhamento, o Chile possui algumas demandas específicas para as pessoas que estiveram no Brasil em até 2 semanas antes da chegada ao país.

Até a próxima quarta-feira (24/03), passageiros que chegam ao Chile serão transferidos para uma residência sanitária designada pelo governo chileno para fazer um novo teste PCR. Caso o resultado seja positivo, o viajante deverá permanecer neste local para cumprir o isolamento. Se negativo, poderá completar o restante da quarentena de 14 dias em um domicílio ou hospedagem de preferência.

A partir do dia 25 de março novas orientações passarão a ser aplicadas e passageiros vindos de países considerados de risco deverão ficar em isolamento num “Hotel de trânsito” por no mínimo 72 horas e então realizar um novo teste. Caso o resultado seja negativo, poderá cumprir o restante da quarentena de 10 dias em um local de sua escolha. Se positivo, deverá permanecer no hotel até o final da quarentena. Os custos relacionados a hospedagem, teste PCR e traslado serão de responsabilidade do viajante e deverão ser pagos antes mesmo de embarcar para o Chile.

Para mais detalhes e atualizações, confira o site chile.travel.

Celular e tablet sendo usados para fazer uma reserva online em um hotel.

Devo viajar para o exterior neste momento?

É importante ressaltar que, enquanto houver pandemia, o ideal é não viajar. Mas sabemos que algumas pessoas precisam viajar a trabalho, por questões familiares, repatriação, etc. Então, caso viajar durante a pandemia seja realmente necessário, conte com o nosso mapa de restrições de viagem para se manter atualizado em relação às regras de prevenção de COVID-19 de cada país e não deixe de consultar os sites e normas de cada governo.

Lembre-se de optar por voos flexíveis para caso um reagendamento da viagem seja necessário, contrate um seguro viagem com cobertura para COVID-19, e prepare uma reserva financeira para possíveis gastos não previstos de testes RT-PCR e custos com acomodação ou quarentena em hotel.

Como pudemos ver neste último ano, tudo pode mudar de uma hora para outra e devemos estar preparados para acatar as novas regras e orientações de cada país.

Perguntas Frequentes

Em quantos países os brasileiros encontram restrições mais rigorosas para viajar durante a pandemia?

Devido à nova variante de coronavírus e o aumento de casos, o Brasil é o segundo país com mais restrições de viagem no mundo. Atualmente, 100 países estão aplicando restrições moderadas e 117 têm restrições rigorosas mesmo para quem tiver apenas passado pelo Brasil.

Como funciona a quarentena em hotel no exterior?

O funcionamento da quarentena em hotéis mundo afora pode variar. Alguns países exigem que os viajantes fiquem em hotéis pré-aprovados pelo governo, já outros são mais flexíveis. Por isso, é importante que você verifique as normas relacionadas ao seu país de origem e destino.

Importante: Esta página foi atualizada em 24 de março de 2021. As informações aqui presentes estavam corretas até o momento da publicação. Para obter as informações mais recentes, confira o site oficial do país a ser visitado.

Leia também: