O Covid-19 (coronavírus) pode afetar seus planos de viagem. Seja qual for seu destino, veja aqui as últimas recomendações.

Noticias Como aproveitar os encantos de Paraty: saiba o que fazer na cidade

Todos os artigos

Como aproveitar os encantos de Paraty: saiba o que fazer na cidade

A cidade histórica de Paraty, rodeada por densa vegetação e por belíssimas praias, tem uma movimentada agenda cultural. Confira nesse guia tudo sobre as suas atrações, passeios, hotéis, restaurantes e festivais.

Paraty e Ilha Grande, cidades ideais para visitar a partir do Rio de Janeiro, foram declaradas Patrimônio Mundial pela Unesco na categoria mista, ou seja, de abrangência cultural e natural.

O título, até então inédito no Brasil e na América do Sul, reconhece o valor histórico da região e a natureza abundante da Mata Atlântica, ambos bem preservados. Entre os testemunhos do rico passado, estão o centro histórico com arquitetura colonial e uma parte da antiga Estrada Real, por onde transportavam o ouro e as pedras preciosas extraídas em Minas Gerais.

Descubra outros atrativos da região, incluindo praias e cachoeiras, e confira todas as informações necessárias para planejar a sua viagem.

Onde fica Paraty?

Paraty se encontra no litoral do Rio de Janeiro, a 250km da capital carioca. Também está próxima à fronteira desse estado com São Paulo, a cerca de 280km da capital paulista.

Como chegar em Paraty?

Os aeroportos mais próximos são o Galeão (240 km) e o Santos Dumont (250 km), ambos no Rio de Janeiro, destino da maioria dos turistas que desejam visitar a cidade histórica. Em seguida, vem o Congonhas (280 km), aeroporto nacional de São Paulo.

Compre sua passagem para o Rio de Janeiro!

Para seguir a Paraty, o ideal é alugar um carro no Rio, ou mesmo em São Paulo. Assim, você já pode utilizar o veículo para conhecer as praias nos arredores da cidade.

De carro

A partir do centro, siga as direções para pegar a Avenida Brasil e em seguida a BR 101. Você seguirá pela rodovia Rio-Santos, que percorre todo o litoral.

Quem vem de São Paulo deve pegar a BR 116 e seguir por 135km até o desvio para a BR 383, que leva a Ubatuba. De lá, siga pelo litoral por mais 72 km até Paraty pela BR 101.

De ônibus

A Viação Costa Verde opera o trecho Rio-Paraty (passagem R$ 79; duração 4h30). Chegar e sair dos aeroportos do Rio de Janeiro para a rodoviária Novo Rio é bastante fácil com o ônibus frescão.

Em São Paulo, a rota é operada a partir do Terminal Tietê pela Reunidas Paulista (passagem R$ 86-104; duração 6h). Veja como chegar à rodoviária a partir dos aeroportos de São Paulo.

Ambos as cidades têm mais de 10 saídas diárias.

Melhor época para ir a Paraty?

Em Paraty, o verão é quente e úmido. Apesar de ser alta temporada, não é a melhor época para visitar, já que os preços são mais caros, as praias ficam lotadas e as chuvas são intensas.

Já o inverno corresponde à estação mais seca, com dias quentes e noites amenas. É uma boa época para fazer passeios de barco e até curtir uma praia.

Os meses de meia estação, especialmente maio e setembro, também são uma boa: temperaturas mais altas e chuvas ocasionais. Independente da época do ano, dias de semana são sempre mais tranquilos e agradáveis para passear.

Festivais em Paraty

Outro fator importante ao planejar a data da sua viagem são os festivais em Paraty. A cidadezinha tem uma agenda movimentada ao longo de todo o ano, mas alguns eventos culturais e religiosos costumam atrair ainda mais visitantes.

FLIP Paraty

A FLIP, Festa Literária Internacional de Paraty, reúne no mês de julho escritores e leitores em palestras, discussões e oficinas literárias. Referência mundial, conta com nomes da literatura nacional e internacional e a cada edição homenageia um autor — esse ano, o escolhido foi Euclides da Cunha e o seu clássico “Os sertões”. Veja a programação da Flip 2019.

Eventos culturais

  • Paraty em Foco – quem gosta de fotografia deve vir à cidade em setembro, quando acontece o Paraty em Foco.
  • Bourbon Festival Paraty – a música é destaque no Bourbon Festival Paraty, festival de jazz e blues em maio.
  • Viva o Verão – também de música, o Viva Verão tem shows e apresentações no mês de janeiro.
  • Festival da Cachaça – em agosto é a vez do Festival da Cachaça, dedicado a famosa bebida brasileira e aos sabores da região.

Datas religiosas

Festas católicas também atraem multidões, sobretudo:

  • Páscoa (normalmente em abril);
  • Festa do Divino (no final de maio);
  • Corpus Christi (meados de junho), quando as ruas são cobertas por tapetes de flores, serragem e areia.

Também são celebradas as festas de Nossa Senhora dos Remédios, padroeira de Paraty, entre agosto e setembro, e de Santa Rita, que costuma coincidir com a Flip, no final de julho.

O que fazer em Paraty?

Entre perambular pelo centrinho histórico, pegar uma praia, se banhar nas cachoeiras e passear de barco, há muito o que fazer em Paraty. Confira a seguir as principais sugestões:

Atrações históricas em Paraty

Fundada como um pequeno povoado em 1667, Paraty se tornou um importante porto após a descoberta de ouro e outras preciosidades em Minas Gerais no século 18. A cidade perdeu importância quando novos caminhos passaram a conduzir as riquezas minerais diretamente para o porto do Rio de Janeiro.

Encontre voos para o Rio de Janeiro em oferta!

Por muitos anos permaneceu esquecida, até ser redescoberta como um dos destinos mais charmosos do país. Caminhar pelas vias em pé-de-moleque é uma volta ao passado — e também um belo de um exercício físico (use sapatos confortáveis)!

Não se preocupe com o itinerário, a melhor atração é justamente perder-se pelas ruelas com casas coloniais coloridas, restaurantes, lojas de artesanato e armazéns.

O eixo turístico está principalmente entre a rua do Comércio e a Praça Matriz, ponto de onde partem charretes em um passeio guiado.

Entre as atrações históricas de Paraty, podemos citar:

  • o Forte Defensor Perpétuo, o único da cidade e ponto panorâmico;
  • o Museu de Arte Sacra;
  • as igrejas coloniais, entre as quais se destacam a Igreja da Matriz, a Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, a Igreja Nossa Senhora das Dores e a Igreja de Santa Rita, próxima ao Cais de Paraty.

Praias em Paraty

  • Praia do Pontal – a praia mais próxima do centro é a do Pontal;
  • Praia do Jabaquara – em seguida vem a do Jabaquara, junto ao bairro de mesmo nome, com águas calmas e uma extensa faixa de areia, onde você encontra alguns quiosques;
  • Outras praias – fora de Paraty, são dezenas de praias que você pode chegar de carro, de barco ou a partir de trilhas.

Praias em Trindade

Situado a 25km ao sul do centro histórico, dentro da Área de Proteção Ambiental do Cairuçu, Trindade é um vilarejo rústico, com apenas algumas pousadas, campings e lanchonetes.

É lá que você encontra as melhores praias, como a Praia do Cepilho, a Praia do Meio e a Praia do Cachadaço, com uma belíssima piscina natural entre as pedras na sua extremidade.

A cerca de 10km, próximo ao condomínio Laranjeiras, começa a trilha (1h30) para uma das praias mais paradisíacas da região, a Praia do Sono.

Passeios em Paraty

A baía de Paraty, com diversas ilhas e prainhas acessíveis apenas pelo mar, convida a longos passeios por suas águas cristalinas. As paradas clássicas são na:

  • Praia Vermelha;
  • Praia da Lula;
  • Ilha Comprida;
  • Lagoa Azul.

Existem três maneiras de passear de barco em Paraty, da mais barata para a mais cara:

  • embarcar num passeio de escuna, com até 50 passageiros em itinerários de 5 a 6h; a partir de R$60 por pessoa;
  • alugar uma das tradicionais traineiras de madeira, com capacidade para até 15 passageiros; a partir de R$150 por pessoa;
  • contratar um passeio de lancha em uma lancha rápida, podendo visitar mais lugares, para 4 a 8 pessoas; a partir de R$220 por pessoa.

Os valores variam bastante, dependendo da duração do passeio e do número de passageiros à bordo, em especial para as traineiras e as lanchas. A vantagem de alugar essas embarcações é a possibilidade de poder adaptar o seu roteiro em Paraty, incluindo outras paradas do seu interesse no itinerário.

Você pode contratar os passeios nas agências de turismo locais, a maioria localizada na Avenida Roberto Silveira, ou através da sua pousada. Uma boa ideia é ir ao Cais de Paraty e negociar diretamente com os barqueiros.

Cachoeiras e ecoturismo em Paraty

O ecoturismo em Paraty é um dos destaques na península ao sul de Paraty. Ali se encontra o Saco do Mamanguá, o único fiorde brasileiro — uma entrada do mar entre montanhas —, e a Reserva da Joatinga, popular para circuitos de trekking.

Reserve já seu voo para o Rio de Janeiro!

Além disso, há várias cachoeiras que vale conhecer, a maioria na estrada Paraty-Cunha. Algumas, como a Cachoeira da Pedra Branca e a Cachoeira do Iriri, estão em área particular e, por isso, é necessário pagar uma taxa.

No entanto, outras, como a Cachoeira do Taquari e a Cachoeira do Tobogã, têm livre acesso.

Onde ficar em Paraty?

Dormir no centrinho histórico é uma experiência inigualável, mas que tem o seu custo. As diárias nessa região são mais caras do que nas áreas mais distantes igualmente agradáveis, como em direção à praia de Jabaquara ou à estrada Paraty-Cunha, rodeada pelo verde.

As pousadas em Paraty, muitas instaladas no casario típico, são o tipo de hospedagem mais comum, bastante charmosas e intimistas. São raras as redes hoteleiras e os resorts, mas não pense que isso significa instalações pouco confortáveis ou sem luxo, muito pelo contrário.

Algumas pousadas, como a Pousada Literária e a Casa Turquesa, podem custar tanto quanto um hotel 4-5 estrelas. Outras pousadas em Paraty um pouco mais em conta e também bastante charmosas são:

Bem pertinho fica o Che Lagarto Hostel que deve agradar aos mochileiros, assim como o Carpe Diem Hostel. Quem quer economizar mas não abre mão do conforto, encontra boas alternativas na Pousada Bartholomeu e na Pousada Morro do Forte.

Para uma boa relação custo-benefício, vale considerar a Pousada Aurora ou na Pousada do Cais. Confira abaixo mais opções de hotéis em Paraty 👇

Onde comer em Paraty?

Para uma experiência gastronômica, vá ao clássico Banana da Terra, da chef Ana Bueno, que explora os sabores da culinária caiçara. O prato imperdível é a posta de peixe cozida com banana na panela de barro.

Encante-se com o Rio de Janeiro, veja voos!

Outra alternativa é o Quintal das Letras, com delícias da gastronomia brasileira contemporânea, como a barriga de porco pururuca com caramelo de shoyu, farofa e chantilly de feijão.

Paraty também não deixa a desejar quanto à culinária internacional:

  • para comida italiana, experimente o Pippo ou Punto Divino;
  • para comida oriental, vá ao Thai Brasil;
  • para culinária mediterrânea, escolha o Istanbul;
  • para delícias mexicanas, tem o Frida e Diego Taqueria.

Se você estiver a fim de frutos do mar fresquinhos e a um preço amigável, a pedida é a Maré-Petiscaria. Já o Maria Filó Bistrô é a melhor opção para um almoço leve e saboroso.

Encontre as melhores ofertas de passagens aéreas nacionais!

Você pode receber notificações sobre a variação dos preços das passagens para o Rio de Janeiro diretamente no seu email! Basta criar um alerta de preços e conferir quando a passagem estiver num valor que cabe no seu bolso.

Você também pode encontrar seu próximo destino de férias conferindo as promoções de passagens por menos de R$500!

Leia também:

10 curiosidades sobre o Rio de Janeiro

Primeira vez no Rio de Janeiro: o imperdível da Cidade Maravilhosa

Explore as belezas e história do Rio Antigo