Noticias Conheça o slow travel e a tendência de viajar sem pressa

Todos os artigos

Conheça o slow travel e a tendência de viajar sem pressa

O estilo slow travel (viagem lenta, em português) está ganhando seguidores no mundo inteiro. Descubra aqui o que é e como você pode ter viagens mais tranquilas ao se tornar um slow traveler.

1. O que é slow travel?

Slow travel é um estilo de viagem que, assim como os movimentos slow food (comida lenta) ou slow fashion (moda lenta), tenta fazer a gente parar e pensar: faz sentido viver sempre com pressa?

O mundo está cada vez mais rápido e intenso, conectado e digital, agitado e barulhento. Mesmo coisas que deveriam nos trazer paz e prazer – como viajar, se alimentar e escolher um estilo – estão ganhando um ritmo frenético.

O slow travel propõe uma reflexão em torno do ato de viajar, repensando muitas práticas do turismo. A ideia, basicamente, é esquecer o “ver o máximo possível” e pensar em “viver o máximo possível”.

Veja dicas para fazer um mochilão na América do Sul, clicando na foto!

O turismo slow prega:

  • Viagens mais lentas e mais aprofundadas em um local;
  • Turismo sustentável, para que o planeta não sofra tanto com a nossa vontade de explorá-lo;
  • Turismo de experiência, para adotarmos mais atividades que tenham significado e tragam ensinamentos (que não apenas rendam fotos bonitas);
  • Viagens sem roteiros rígidos e abertas a imprevistos;
  • Poucos deslocamentos e, quando necessário, priorizando transportes que não o avião;
  • Contato com a natureza e turismo rural;
  • Uma relação menos intensa com a tecnologia.

Uma boa forma de começar a se encantar com o slow travel, por exemplo, é descobrindo os melhores destinos para turismo sustentável no Brasil ou pesquisando o que é fazer um mochilão.

2. Quais os benefícios do estilo slow travel?

Você já tirou férias, foi viajar e voltou mais cansado do que antes? Se a resposta for sim, você já tem um ótimo motivo para pelo menos testar o esse estilo de viagem mais lento. Confira outros benefícios do slow travel:

  • Pode ser uma viagem mais sustentável, com menos uso de transportes poluentes, por exemplo;
  • Dependendo da slow travel, pode até ser mais barata que uma viagem com o cronograma fechado, visto que demanda menos deslocamentos ou visitas a atrações;
  • Pode ajudar você a descobrir novos hobbies e paixões;
  • Pode ser relaxante e ajudar a diminuir a tensão e a ansiedade do dia a dia;
  • É capaz de gerar reflexão sobre muitas coisas que passam despercebidas durante a rotina normal;
  • Traz sua percepção para o aqui e agora. Essa conexão pode abrir sua mente para intuir o seu roteiro e mudar os planos a qualquer momento, deixando que os acontecimentos e os imprevistos guiem seu caminho.
Conhecer cidades de bike é uma das nossas 50 dicas imperdíveis de viagem!

3. Como organizar uma viagem nesse estilo?

O primeiro passo para organizar uma slow trip é o mais difícil: começar a reprogramar o ritmo frenético da mente. A dica é refletir sobre a rotina que você já tem (cheia de programações, horários e compromissos) e perceber se você quer manter esse ritmo durante o seu tempo livre ou se quer tentar algo mais “lento”, uma viagem com o propósito de ser devagar.

Se você for um slow traveler de primeira viagem, é mais fácil optar por um destino que já é normalmente mais calmo, como vilarejos, ilhas ou praias. Com o tempo, porém, você será capaz de viajar devagarinho e sem estresse até por enormes e movimentadas metrópoles.

Depois de escolher o destino, compre passagens sem fatores estressantes como muito tempo de conexão ou muitas escalas (no Skyscanner você pode filtrar por horário ou tempo de conexão), e atente para a distância entre o aeroporto e a cidade.

E, para organizar um roteiro de slow travel, não tem estresse também. Monte um roteiro básico, mas não se sinta aprisionado a ele. Fique aberto a experiências não programadas que “surgirem pelo caminho” e se prepare para transformar imprevistos em oportunidades.

Além dessa foto, você precisa de mais motivos para viajar para o Canadá? Veja aqui!

4. Como fazer o slow travel possível?

Agora que você entendeu o que é slow travel, basta saber se esse tipo de viagem faz sentido para você. Fugir do modo “correria do dia a dia” não é fácil. Separamos aqui algumas dicas de como ir, devagarinho, desacelerando as suas viagens:

  • Tente escolher uma ou duas atrações principais por dia e sempre reserve um tempo de descanso entre elas;
  • Repense a ideia de que ir a todos os pontos turísticos ou tirar selfies em todas as atrações é mais importante do que caminhar pela cidade ou explorar as particularidades simples do local;
  • Opte por caminhar ou andar de bicicleta sempre que possível, aproveitando o trajeto tanto quanto o local de destino;
  • Tente conversar com pessoas, fazer atividades ao ar livre, ir a eventos de arte ou a programações gratuitas;
  • Pesquise atividades para fazer no local, como trabalhos voluntários ou aulas de dança;
  • Escolha contribuir com estabelecimentos pequenos e de donos locais, não grandes cadeias;
  • Tenha um livro sempre consigo para quando estiver em uma fila, encontrar um banco na sombra ou resolver sentar para ver o pôr do sol em algum cantinho que lhe agradou.
Veja dicas para montar um roteiro de viagem. É só clicar na foto!

5. Desconecte-se

Aproveite também para praticar JOMO e desconectar-se. Use o celular e o computador o menos possível – não entre em redes sociais, ou pelo menos diminua o uso, pois isso pode fazer uma grande diferença na sua ansiedade.

Avise familiares e amigos que você está bem (“Mãe, to vivo!”), mas não fique horas no Whatsapp – na volta você marca um encontro e atualiza todo mundo.

E para guardar de forma ainda mais genuína suas lembranças, anote suas impressões e pensamentos em um caderninho e registre momentos com uma câmera fotográfica, não com o celular.

Ou seja, o foco do slow travel é realmente desacelerar enquanto se viaja. Tentar ver e fazer o máximo possível pode deixar sua viagem estressante, enquanto viajar devagarinho pode gerar mais conexão com o lugar e com você mesmo.

Leia também:

5 linhas aéreas que prezam pela sustentabilidade

9 dicas para economizar durante as suas viagens

10 motivos para viajar pelo Brasil

Busque agora mesmo suas passagens em promoção e se torne um slow traveler!

Você sabe como funcionam as nossas ferramentas de busca? Entre no nosso site ou baixe o nosso app de viagem.

Depois, pesquise pelo Mês mais Barato para descobrir a época mais barata para conhecer um destino perfeito para slow travel, ou use a ferramenta Qualquer Lugar para encontrar destinos que se encaixem no seu calendário e no seu bolso.

Se ainda assim você não encontrar o que procura, crie um alerta de preços e monitore a variação dos preços dos voos da sua cidade para o seu destino dos sonhos!

Mapa