O Covid-19 (coronavírus) pode afetar seus planos de viagem. Seja qual for seu destino, veja aqui as últimas recomendações.

Noticias Descubra Macapá em roteiros 1, 2 ou 3 dias!

Todos os artigos

Descubra Macapá em roteiros 1, 2 ou 3 dias!

Confira os pontos turísticos de Macapá, veja os melhores restaurantes e hotéis e surpreenda-se com um dos Destinos Tendência Skyscanner 2020!

Macapá fica na região sudeste do Amapá, estendendo-se na margem esquerda do rio Amazonas. Com 400 mil habitantes, é a única capital brasileira cortada pela Linha do Equador – espere, portanto, calor durante todo ano por aqui.

Comece desde já a descobrir as atrações da cidade, lendo as dicas abaixo, e procurando a sua passagem aérea e seu hotel para esta viagem que pode surpreender!

Por Tatiana Yoshizumi / O Viajante

Como chegar em Macapá

  • De avião: é o jeito mais prático – os voos geralmente fazem conexão em São Paulo, Brasília ou Belém.
  • De barco: outra alternativa, a partir de Belém, num trajeto que leva aproximadamente 24 horas.
  • De carro: você pode alugar um carro em Belém – de lá é necessário utilizar uma balsa para o veículo. A viagem pode levar até 48 horas.

Pontos turísticos de Macapá: o que fazer na cidade

1. Marco Zero

No Marco Zero do Equador, há um referencial delineando a Linha do Equador e um “relógio de sol”, que é um obelisco retangular de 30 metros de altura com um círculo na parte superior – para que se observe os equinócios.

Os equinócios, fenômenos astronômicos em que a duração do dia e da noite é idêntica e os dois hemisférios recebem a mesma quantidade de luz, ocorrem em Macapá nos meses de março (primavera) e setembro (outono). Exatamente no dia do acontecimento, o sol se alinha no círculo do relógio de sol e projeta um raio de luz sobre a linha do Equador.

Quando visitar este ponto turístico, além de ficar com um pé em cada hemisfério, você pode levar um ovo e tentar fazer a “mágica do ovo” – equilibrá-lo e deixá-lo parado em pé exatamente sobre a linha.

🥚 A “mágica do ovo” é real?

Muitos físicos afirmam que é um mito, pode ocorrer em qualquer lugar. Mas vários turistas conseguem equilibrar o ovo somente na latitude zero…O melhor é viajar para Macapá e fazer o teste!

2. Zerão

O Estádio Olímpico Milton de Souza Corrêa, conhecido como “Zerão”, fica ao lado do Marco Zero. Estádio pequeno, com capacidade de pouco mais de 13.000 espectadores, é conhecido porque a linha do Equador divide o gramado exatamente no meio de campo, ou seja, cada time joga em um hemisfério.

Pitoresco também é o colorido das arquibancadas; observando, nota-se que as cores das cadeiras formam o desenho da bandeira do Amapá.

3. Fortaleza de São José de Macapá

Construída pelos portugueses para defender a Amazônia de uma possível invasão francesa (que já havia ocupado a Guiana), é um dos pontos turísticos mais antigos da capital, inaugurado em 1782.

Em 1950, a Fortaleza foi tombada como patrimônio cultural brasileiro. Hoje conta com visita guiada, fotos históricas, maquetes, lojinhas com artesanato local e ainda oferece belas paisagens para o rio Amazonas. Na parte externa, o Parque do Forte é um ótimo lugar para caminhadas e piqueniques.

Funciona de terça a sexta, das 8h às 17h, sábado, 9h às 18h, domingo, 10h às 17h. Entrada grátis.

4. Museu Sacaca

Inaugurado em 1997, a partir da fusão do Museu de História Natural com o Museu de Plantas Medicinais, foi batizado em homenagem a Sacaca, ou Raimundo dos Santos Souza, curandeiro local que difundiu a medicina natural.

O museu é a céu aberto e foi construído com a participação das comunidades indígenas e ribeirinhas para retratar os ambientes e a forma de organização social da Amazônia. Expõe as casas e praças dos indígenas, estátuas, plantas medicinais.

Também apresenta o barco Regatão, que servia de comércio para a população ribeirinha. Você pode entrar na embarcação e passear brevemente pelo rio.

Funciona de terça a domingo, das 9h às 17h, entrada gratuita.

5. Trapiche Eliezer Levy

Píer, que leva o nome do prefeito que deu início à construção, foi inaugurado em 1945 e hoje se estende por quase 400 metros sobre as águas do rio Amazonas. O caminho pode ser percorrido a pé ou a bordo de um bondinho.

Encontre voos para o Macapá agora mesmo!

No espaço também há uma área coberta, estações de embarque e desembarque de passageiros, sorveteria, restaurante com comida regional e uma pequena praça.

Atualmente está passando por reformas e não é possível acessá-lo. Mesmo assim, vale a visita para admirar a vista nas margens do Amazonas.

6. Curiaú

Curiaú é uma vila a aproximadamente 8 quilômetros da cidade. É um bairro quilombola com uma paisagem natural muito bonita, onde é possível ver criações de búfalos, se refrescar num pequeno balneário e provar comidas típicas.

Dica da Tatiana

O melhor modo de chegar é de carro. Atenção: o sinal de celular é bem ruim no local, então, se for com veículo de aplicativo, vale já combinar o retorno com o motorista.

7. Igreja e Catedral de São José

Inaugurada em 1671 pelos jesuítas, essa igreja é a construção mais antiga de Macapá. Leva o nome do santo padroeiro da cidade e no dia 19 de março é feita uma festa com barracas em volta da igreja.

A uns três quarteirões dali, fica a Catedral de São José. Inaugurada em 2006, tem um estilo moderno.

8. Casa do Artesão

Recém reformada, é o maior centro de artesanato do Amapá. Possui muitas peças de artesãos locais feitas com elementos da natureza como argila, fibra vegetal, sementes. Abre de terça a sexta, das 9h às 19h e finais de semana das 15h às 21h.

Onde comer: os restaurantes de Macapá

A gastronomia do Amapá tem muitas influências paraenses, com destaque para o açaí, o filhote, peixe típico da Amazônia, e os deliciosos sorvetes. Seguem algumas dicas!

1. Restaurante Estaleiro

Um dos restaurantes mais famosos de Macapá, serve peixes regionais, como o filhote, com temperos da Amazônia. Funciona de terça a sábado das 19h30 às 23h30, sábados e domingos das 11h30 às 15h.

2. Restaurantes da Orla de Macapá

Ao longo da rua Beira Rio, de frente ao rio Amazonas, há vários restaurantes onde é possível provar a culinária local tanto no almoço quanto no jantar.

São bem conhecidos o Restaurante Amazonas Peixaria, que serve um ótimo filhote e também carnes; e o Cantinho Baiano, que tem no cardápio um delicioso camarão alho e óleo.

3. Divina Arte

Localizado no centro da cidade, tem comida por quilo, ótimo para experimentar um pouco de tudo. Também é uma lanchonete com cardápio regional, como a coxinha de pato e jambu, uma verdura típica da região norte que deixa a boca dormente. Funciona de segunda a sábado, das 7h30 às 21h e domingo, 11h30 às 20h.

4. Feirinhas e barraquinhas

Uma das melhores maneiras de provar a comida local é nas barraquinhas locais, como na Praça Samaúma ou na Casa do Artesão. Alguns pratos típicos são: arroz paraense (arroz com camarão e jambu), camarão picante, risoto (arroz com frango, banana e passas) e maniçoba (tipo uma feijoada que em vez de feijão leva folha de mandioca cozida por dias).

Veja outras dicas de restaurantes em Macapá!

5. Açaí

Não dá para visitar Macapá e não provar o verdadeiro açaí. Várias lojas na cidade vendem o açaí já batido, daí é só levar para o hotel ou para casa e colocar açúcar e farinha de tapioca, para tomar como sobremesa, ou farinha de mandioca, para apreciar como acompanhamento do peixe frito.

É possível comprar a iguaria congelada para levar como lembrança de viagem – basta ter um isopor que possa ser despachado no aeroporto.

Confira os melhores destinos gastronômicos do Brasil!

6. Sorveterias

Com o calor que faz em Macapá, é impossível ficar sem um sorvete. Duas das sorveterias mais conhecidas são a Marvim, na orla, perto da Fortaleza de São José, com sorvete por quilo (abre diariamente das 13h à 0h), e a Santa Clara perto do Macapá Shopping, servindo por sabores (aberta diariamente das 10h às 23h).

Vale a pena provar os sabores locais como marabaixo (cupuaçu com castanha), açaí, castanha, bacuri, graviola, paraense (açaí com tapioca).

Roteiros Macapá

O que fazer em Macapá em 1 dia

Dia 1: Marco Zero + Zerão + Museu Sacaca + Fortaleza de São José + Trapiche Eliezer Levy.

⭐ Dica da Tatiana
Será bem corrido, mas é possível ver os principais pontos turísticos da cidade em um dia!

O que fazer em Macapá em 2 dias

  • Dia 1: Marco Zero + Zerão + Igrejas + Fortaleza de São José + Orla
  • Dia 2: Museu Sacaca + Casa do Artesão + Trapiche Eliezer Levy

⭐ Dica da Tatiana
Se você tiver dois dias disponíveis, dá para visitar com calma e incluir as Igrejas e a Casa do Artesão. Deixe o fim da tarde para caminhar pela orla. O rio Amazonas fica com a maré tão baixa em alguns horários que as pessoas se juntam para jogar futebol lá.

O que fazer em Macapá em 3 dias

  • Dia 1: Marco Zero + Zerão + Igrejas + Fortaleza de São José + Orla
  • Dia 2: Museu Sacaca + Casa do Artesão + Trapiche Eliezer Levy
  • Dia 3: Curiaú

⭐ Dica da Tatiana
Se tiver três dias, reserve um deles para passar no Curiaú se refrescando no balneário.

Onde ficar: hotéis em Macapá

  1. Hotel Xenios: apesar de ser um hotel 1 estrela, oferece café da manhã, ar-condicionado e tem uma ótima localização. Diárias a partir de R$ 89.
  2. Frota Palace Hotel: hotel em Macapá próximo à Fortaleza; tem café da manhã com produtos regionais, como mingau de banana, canjica e tapioca. Diárias a partir de R$ 128.
  3. Hotel do Forte: fica na Beira Rio, tem café da manhã e uma lanchonete 24 horas. Diárias a partir de R$ 220.

Se preferir, você pode optar por hotéis próximos ao terminal rodoviário de Macapá.

Melhor época para ir e aproveitar Macapá

Em Macapá faz calor o ano inteiro. O “inverno” é o período em que chove, de dezembro a agosto.

Entre janeiro e maio, durante as luas novas e cheias, é o período da pororoca, fenômeno natural do encontro das águas do rio com as águas oceânicas, formando ondas gigantes.

Já o Ciclo do Marabaixo, uma das manifestações culturais mais tradicionais do Amapá, ocorre entre abril e maio e tem em sua programação danças, músicas e comidas típicas, como a gengibirra, bebida à base de cachaça, gengibre e abacaxi.

E entre junho e julho, ocorre o Arraiá do Meio do Mundo, festividade tradicional da quadra junina amapaense com apresentações de danças.

Confira outras dicas para suas próximas viagens:

6 coisas para fazer em Belém do Pará
Porto Velho e seus encantos amazônicos
Descubra as belezas do Jalapão

Reserve já seu voo para Macapá! 👇