O Covid-19 (coronavírus) pode afetar seus planos de viagem. Seja qual for seu destino, veja aqui as últimas recomendações.

Noticias Inspiração Os melhores destinos para um tour gastronômico no Brasil

Todos os artigos

Os melhores destinos para um tour gastronômico no Brasil

De norte a sul, há inúmeras cidades brasileiras cheias de sabores. Além de deliciarem os visitantes, muitos dos pratos que podem ser provados nesses destinos contam um pouco da história de cada um desses lugares. Saiba mais!

Qualquer viagem fica ainda melhor quando o roteiro inclui paradas estratégicas para um tour gastronômico. Pensando nisso, fizemos uma lista de destinos nacionais que, além de impressionarem com suas belezas e pontos turísticos, conquistam os visitantes pelo estômago, e de uma maneira bem especial. Confira!

Destinos Gastronômicos no Sul do Brasil

A possibilidade de clima bem frio durante o inverno diferencia a região sul do resto do país. Os vinhos de produção local, o chimarrão (erva mate e água quente), a truta (peixe de águas doces e frias) e a culinária de imigrantes, como alemã e italiana no Rio Grande do Sul, açoriana em Santa Catarina e ucraniana e polonesa no Paraná, fazem da região uma mistura da Europa e do Brasil.

Os principais pratos típicos do sul do país são: o barreado (PR), frutos do mar (SC) e pratos inspirados na culinária italiana (RS). Veja abaixo as melhores cidades para provar essas delícias!

Vale dos Vinhedos – RS

Visitar o Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, é sinônimo de fartura. Por ali, as vinícolas e construções charmosas, que também restaram como herança deixada pelos imigrantes europeus, ganham a gastronomia como aliada.

Confira sugestões de hotéis e pousadas no Vale dos Vinhedos

Foto: Lidyanne Aquino

Um dos destaques deste lugar, conhecido como a Europa Brasileira, é Bento Gonçalves, onde os visitantes podem participar de degustações nas vinícolas e se fartarem em jantares típicos que animam suas cantinas. No cardápio, massas de todos os tipos são sempre muito bem acompanhadas pelos vinhos produzidos ali mesmo.

Além do jantar, outra grande estrela gastronômica do Vale dos Vinhedos é o café colonial. Um ótimo lugar para provar delícias italianas é o Giordani Gastronomia Cultural, também em Bento Gonçalves. O antigo casarão de madeira recepciona os viajantes com guloseimas como pão caseiro, cuca, queijos, embutidos, geleias, grostoli (também conhecida como cueca virada em algumas partes do país), café com leite e suco de uva.

Florianópolis – SC

As melhores praias de Florianópolis contam com um grande aliado para encantar os visitantes: a gastronomia. A culinária marca presença, oferecendo opções que vão além dos frutos do mar, comumente servidos em cidades praianas. Na ilha, existem duas rotas gastronômicas muito famosas entre os moradores: a Rota do Sol Poente e Via Gastronômica de Coqueiros.

Busque hotéis em Florianópolis

A primeira engloba alguns bairros da cidade, especialmente aqueles onde o turismo cultural ganha força graças à preservação de construções históricas e de outros elementos que ajudaram a construir a identidade de Florianópolis. São eles: Sambaqui, Cacupé e Santo Antônio de Lisboa. Vinhos, massas e mariscos compõem o cardápio da rota.

A Via Gastronômica de Coqueiros, por sua vez, se estende ao longo dos bairros Abraão, Itaguaçu e Bom Abrigo, criando um roteiro repleto de restaurantes e bares bem badalados, não importa a época do ano. A variedade é grande e você encontra desde restaurantes orientais a pizzarias tradicionais, incluindo ainda estabelecimentos especializados em frutos do mar.

Siga as nossas dicas e saiba onde comer em Florianópolis!

Passagens aéreas Skyscanner

Morretes e Antonina – PR

Caso você faça o disputado passeio de trem que percorre a Estrada da Graciosa, saindo de Curitiba — uma das 10 rotas de trem incríveis para fazer ao redor do mundo —, não deixe de provar o barreado, servido tanto em Morretes quanto em Antonina, duas das principais cidades históricas do Paraná.

Busque hotéis em Morretes

Foto: Jade Knorre

Junto com Paranaguá, as duas cidades disputam a autoria e a origem do prato (que leva horas para ser preparado) o que faz com que os visitantes saiam ganhando, já que há vários restaurantes especializados nesta delícia na região. Só em Morretes, mais de 20 cozinhas têm o barreado como destaque no cardápio.

Destinos Gastronômicos no Sudeste do Brasil

Originária de Portugal, a feijoada foi recriada em diversas ex-colônias lusitanas. O sudeste brasileiro tem um amor especial pelo prato, que dificilmente fica muito tempo longe das mesas de todas as classes sociais. A culinária regional também é marcada por vários tipos de petiscos, sendo que bares, padarias e comida de rua fazem parte do dia a dia na região. Abaixo, sugestões de cidades e do que comer em cada um destes lugares:

São Paulo – SP

São Paulo é a segunda maior em número de estabelecimentos gastronômicos em toda a América Latina. Ao todo, cerca de 15 mil restaurantes saciam visitantes e moradores, oferecendo uma variedade incrível de especialidades, tanto que é possível fazer uma volta ao mundo sem sair de São Paulo, basta provar os pratos típicos de outros países servidos na cidade. Com tantas opções, não será fácil escolher apenas um restaurante onde comer em São Paulo.

Busque hotéis em São Paulo

A cidade, portanto, não pode ficar de fora do roteiro de quem viaja em busca de novos sabores e experiências gastronômicas. E o melhor: você pode encontrar suas especialidades favoritas por bairro.

No bairro Liberdade, por exemplo, a culinária oriental, principalmente a chinesa, é o grande destaque, enquanto as pizzas enchem os olhos no Mooca, região que preservou os legados deixados pelos imigrantes italianos que ajudaram a construí-la.

Teresópolis – RJ

Uma das principais cidades da região serrana do Rio de Janeiro, Teresópolis é palco anual para diversos festivais gastronômicos, o que faz da cidade um destino perfeito para quem quer garantir uma viagem enriquecedora no quesito sabores.

Busque hotéis em Teresópolis

O calendário de festivais deixa a cidade animada o ano todo: em maio, acontece o Festival de Frutos do Mar; em junho, é a vez do Terê Fondue; para quem ama chocolates e doces, setembro é o melhor mês, quando é realizado o ChocoSerra, evento que dá destaque para trufas, tortas, pães de mel e outras guloseimas; em outubro, o Festival Gastronômico de Teresópolis encerra o calendário com chave de ouro.

Ouro Preto – MG

Embora a culinária mineira já tenha se espalhado por todo o país, provar seus principais pratos preparados por uma cozinha autenticamente mineira é uma experiência imperdível, não importa qual rota pelas cidades mineiras você esteja fazendo.

Busque hotéis em Ouro Preto

Em Ouro Preto, porém, a gastronomia tradicional ganha um tempero ainda mais especial: a efervescência cultural daqui, que pulsa arte e história. Em seus restaurantes mais clássicos, você terá a chance de provar delícias como tutu, frango com quiabo e muitos outros quitutes mineiros. Os melhores lugares para essa experiência gastronômica única estão concentrados no centro da cidade e nas ruas Direita e São José.

Agora, para provar o melhor pão de queijo do país, a dica é saboreá-lo com um café bem quente. O Café e Livraria Cultural e o Ópera Café são os locais mais indicados para quem quer fazer uma refeição completa como café da tarde.

Skyscanner App

Destinos Gastronômicos no Nordeste do Brasil

A soma de técnicas e sabores africanos, frutas e plantas regionais tornou a culinária nordestina uma das mais singulares e abundantes do país. A tapioca e o acarajé já estão difundidos em território nacional, mas alguns outros pratos, como o cuscuz nordestino (espécie de bolo de fubá consumido com queijo coalho), ainda são mais comuns apenas por lá. 

Salvador – BA

Acarajé e vatapá são apenas algumas das iguarias baianas que podem ser provadas em Salvador. As cozinhas da cidade têm cardápios que destacam ainda o famoso caruru (acompanhamento preparado com quiabo, amendoim, camarão seco, azeite de dendê), bobó de camarão (cremoso, feito com camarões refogados com temperos e leite de coco, misturados no purê de aipim e azeite de dendê), moqueca baiana (cozido de peixe ou frutos do mar, com dendê e temperos) e caldo de sururu (um pequeno marisco, com caldo feito de óleo de coco, dendê e amendoim).

 
Busque hotéis em Salvador

Mas afinal, onde comer em Salvador para saborear todas essas delícias? Há diversos restaurantes no Pelourinho e em outros bairros da capital baiana, de Rio Vermelho a Pituba. Outro ponto para quem quer matar a fome de culinária baiana é o Mercado Modelo. Ali estão localizados os dois restaurantes mais tradicionais da cidade, o Maria de São Pedro e o Camafeu de Oxossi.

Destinos Gastronômicos no Norte do Brasil

A comida nortista é muito influenciada por costumes indígenas e pela riqueza amazônica. Ingredientes difundidos por todo o Brasil, como o guaraná, o urucum e a castanha do Pará, provém dessa rica região, mas outros ainda estão ganhando o conhecimento nacional, como o jambu, fruto que ficou conhecido pela cachaça de jambu, que, como quase tudo que leva o fruto, faz a boca formigar.

Belém – PA

Eleita em 2015 como a Cidade Criativa da Gastronomia, pela Unesco, Belém não poderia ficar de fora como destaque da região norte do país.

Busque hotéis em Belém

Em meio aos restaurantes especializados em culinária internacional, da francesa à oriental, os que têm cardápio dedicado à comida paraense são os que mais atraem os visitantes, que poderão provar pratos típicos como tacacá (um caldo fino, bem temperado), peixe com açaí, pato no tucupi e maniçoba (um prato que mistura vários tipos de carne e farinha).

Você poderá encontrar cardápios com estas opções na Estação das Docas, no Mercado Ver-o-peso e em restaurantes sofisticados espalhados pela cidade.

Hotéis baratos Skyscanner

Busque agora mesmo as passagens aéreas mais baratas para qualquer outro destino brasileiro!

Quer mais experiências gastronômicas? É só clicar nos títulos abaixo!

8 rotas para os amantes do vinho

Os melhores pratos típicos do mundo

5 comidas de rua e suas variedades de norte a sul no Brasil

Comidas de rua do mundo: o que é pecado não saborear