Noticias Inspiração O que fazer em Paris: guia completo das atrações, cafés e compras

Todos os artigos

O que fazer em Paris: guia completo das atrações, cafés e compras

Conheça todos os passeios, pontos turísticos, museus e locais para compras que são imperdíveis na cidade da luz!

Com tantas atrações históricas e culturais, Paris é um imenso mosaico de culturas que uma vida inteira não seria suficiente para explorar. O grande atrativo da cidade, assim, não são necessariamente os cartões postais, mas o ambiente cosmopolita dos museus e galerias de arte, o incomparável leque de compras e culinária e os ares românticos de cada esquina.

Aproveite as dicas da editora O Viajante, baseadas no Guia O Viajante Europa Mediterrânea, e confira o que fazer em Paris!

Pontos turísticos em Paris

O maior cartão postal de Paris, e um dos monumentos mais conhecidos do mundo, a Torre Eiffel enfeita o cenário parisiense de dia e de noite. Além de subir até o topo, é indispensável admirá-la a partir dos Jardins de Trocadéro e das margens do Sena. Mas, se a Torre é o referencial turístico, o Arco do Triunfo é o verdadeiro símbolo da nacionalidade francesa. Finalizado em 1836, a construção testemunhou momentos históricos como a invasão do exército alemão.

Na Île de la Cité, cada passo leva a uma atração turística. A Catedral de Notre-Dame teve a sua estrutura gótica iniciada em 1163 e finalizado apenas em 1345. Os vitrais, janelas, portais e pinturas vão transportar você à Idade Média e vale a pena subir os 387 degraus até a torre para ver de perto as assustadoras gárgulas.

Também na ilha estão a igreja Saint Chapelle e a antiga prisão Conciergerie e, mesmo que pertencentes ao mesmo complexo, a delicadeza e magia dos vitrais da primeira são contrastantes com a obscuridade das celas e câmaras de tortura da segunda. Ao sul da ilha, está o Jardim de Luxemburgo que, além de um dos mais importantes parques da capital, é casa do tradicional Palácio de Luxemburgo.

Passeios em Paris

Paris nasceu na Île de la Cité, ilha no meio do rio Sena e ponto de partida para descobrir a cidade, pois quase tudo que interessa (há exceções, como a moderna região de La Defense) encontra-se nela ou em seus arredores. Dessa forma, caminhar pela capital francesa não é apenas fácil, mas um de seus principais encantos — e melhor de tudo: é uma das coisas para fazer de graça em Paris. Então desvende as margens do Sena, o clima do boêmio Quartier Latin e a arquitetura medieval de Marais até suas pernas cansarem.

A norte do centro e situado num morro, Montemartre tem a imponente Basílica de Sacré-Coeur a resguardá-lo e a vista sob os seus pés é uma das mais belas de Paris. Reduto artístico há mais de cem anos, o bairro foi o cenário do filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain e abriga o famoso Moulin Rouge, inspiração para o musical homônimo.

Skyscanner App

Museus em Paris

Um dos mais importantes museus do mundo, o Louvre localiza-se no palácio de mesmo nome, que chegou a ser casa de Napoleão Bonaparte. Absolutamente enorme, levaria horas (ou dias, meses…) para ser inteiramente visto, então é melhor selecionar áreas de seu interesse entre arte europeia, antiguidades egípcias, decoração… Obras como Mona Lisa, Vênus de Milo e A Coroação de Napoleão são do tipo precisamos-vê-las-senão-não-estivemos-no-Louvre.

Antes do Louvre, é interessante parar no Palais Royal não só pela beleza do palácio, mas para criar a sua própria opinião sobre as polêmicas esculturas modernas em seu interior. Após o Louvre, naturalmente chega-se ao Jardim de Tuileries, parque que abriga o charmoso Arco do Triunfo do Carrossel e o Museu de l’Orangerie, casa da magnífica obra Nymphéas, de Claude Monet.

No final do seu gramado, está a Place de la Concorde, local que testemunhou fatos marcantes da história francesa, normalmente banhados a sangue. Hoje, a detalhada Fontaine des Mers faz do local perfeito para relaxar.

Continuando na mesma direção, estão os exuberantes Petit e Grand Palais, que, juntos, formam o Museu de Belas Artes de Paris. Atravessando o Sena, pela famosa Ponte Alexandre III, chega-se ao Hôtel des Invalides, que reúne uma série de museus militares e a Tumba de Napoleão. Ali pertinho também está o Museu Rodin, localizado na belíssima casa que um dia foi do famoso escultor francês. O museu é pequeno, mas é um dos museus a céu aberto mais incríveis do mundo. Vale a visita!

O Centro Georges Pompidou é uma das atrações mais visitada de Paris. Além do importante acervo de arte moderna e contemporânea, o próprio prédio, uma ousada estrutura metálica com todas as vigas e tubulações expostas, já é um espetáculo.

Outro museu de prédio fantástico é o Museu d’Orsay, um dos mais conceituados da Europa. Construído em uma antiga estação ferroviária, ainda promove viagens a partir de sua esplêndida seleção de quadros impressionistas, provavelmente a maior do mundo.

Outros museus de destaque são o Instituto do Mundo Árabe, o Marmottan Monet e o Cité, que oferece vista para a Torre Eiffel de vários ângulos interessantes.

Compras em Paris

A Champs-Élysées, muito mais do que o chão que vai do Arco do Triunfo a Place de La Concorde, é a avenida mais famosa da França (e o segundo metro quadrado mais caro do mundo, atrás somente da Quinta Avenida de Nova York), com cafés, butiques, cinemas, um cabaré e todo aquele charme genuinamente parisiense. Ali também está uma das principais filiais da Ladurée, pâtisserie francesa que conquistou o mundo com seus doces finos e macarons coloridos.

Passagens aéreas Skyscanner

A Galeries Lafayette é a loja de departamentos mais turística da França. Já a Rue de Rivoli, próxima ao Louvre, é o destino para comprar as lembrancinhas em quantidade. Nessa rua também fica a o Hôtel de Ville, a prefeitura de Paris, que, no inverno, transforma seu pátio em uma pista de patinação no gelo e, no verão, dá espaço para atividades como vôlei de praia.

Para quem deseja compras ao ar livre, em torno do templo de 52 colunas La Madeleine estão importantes marcas como a de chocolates e doces Fauchon, a gigante dos esportes Decathlon e a secular casa de chás Mariage Frères.

Os mercados de maior destaque são o Marché aux Puces de la Porte de Vanves e o Les Puces de Saint Ouen, com antiguidades, cristais, roupas antigas, livros raros. Para os amantes do conforto do ar-condicionado, o destino ideal é o Forum les Halles, um imenso shopping com grande variedade de lojas.

Cafés e restaurantes em Paris

Paris é um dos lugares onde melhor se come no mundo – seja em um restaurante chique ou em piqueniques à beira do Sena. Alguns dos melhores locais para comprar comida são os mercados de rua, e o da Rue Mouffetard é o mais famoso. Restaurantes de todas as nacionalidades se espalham pelo centro e até em locais caros como a Champs-Élysées é possível encontrar opções de bom custo-benefício.

Tudo bem que você pode comer um crepe em cada esquina, mas no Breizh Café você experimenta os autênticos crepes e galettes da Bretanha. Está frequentemente cheio, então pode ser uma boa ideia reservar ou chegar cedo. Já o Café de Flore é um dos mais famosos de Paris por ter, ao longo de sua história, recebido intelectuais de peso que fizeram das pequenas mesinhas na rua sua segunda casa.

É difícil achar uma relíquia tão bem preservada do que um dia já foi a capital francesa, mas no Bouillon Chartier, aberto em 1896, você se sentirá como na belle époque parisiense por um preço mais do que acessível.

Também na categoria custo-benefício, o Voulez-Vous é um ótimo lugar para almoçar, especialmente por causa do seu menu especial: por menos de 15 euros você tem um buffet de entradas livre, com salmão, frios e salada, o prato principal e a sobremesa.

Busque suas passagens aéreas para Paris e outros destinos da Europa agora mesmo!

Mapa

Leia mais sobre Paris, clique nos títulos abaixo!

7 erros que os turistas cometem em Paris

Onde ficar em Paris: dicas de hotéis

5 dicas para uma viagem dos sonhos em Paris

Inscreva-se na newsletter Skyscanner

Mapa