Noticias Inspiração O que fazer em Madrid: atrações, passeios e compras

Todos os artigos

O que fazer em Madrid: atrações, passeios e compras

Descubra os pontos turísticos, os museus e os melhores lugares para compras de Madrid com esse guia de alma castelhana!

Madrid é o lugar para conhecer a Guernica de Picasso, para passear pelas praças e avenidas largas, para parar num café e pedir churros y chocolate. Também tem uma vasta seleção de museus, parques, monumentos, prédios históricos e belezas naturais que fazem dela um ponto de convergência de diferentes culturas, regado pelo charme latino.

Confira nossas dicas e descubra tudo que é imperdível em Madrid!

Passeios em Madrid

A Puerta del Sol é o coração fervilhante de Madrid e, apesar de ser apenas uma área comercial, é um bom ponto de partida de onde se pode, de preferência a pé, visitar grande parte das atrações. Perto dali também é possível alugar uma BiciMad, o primeiro serviço público de bicicletas elétricas da Europa, e desbravar a cidade a partir de seus 316 km de ciclovia.

Ponto fundamental do centro, a Plaza Mayor é admirada por sua história e arquitetura. Construída em 1619, foi palco de muitos acontecimentos importantes, como execuções públicas promovidas pela Inquisição, touradas e festivais. Hoje, continua a abrigar eventos culturais e é rodeada de charmosos cafés.

Pode parecer óbvio, mas é sempre bom frisar: ir para a Espanha e não assistir uma apresentação de flamenco é inaceitável! Em Madrid, há casas espalhadas por toda a cidade e espaços como o Centro Cultural de la Villa apresentam programação especial.

Outro local interessante para sentir o clima castelhano é o Museu del Jamon. No restaurante e fiambreria, bocadillos, tortillas e montaditos dividem espaço com todos os tipos de presunto existentes na Espanha.

Pontos turísticos de Madrid

Uma das principais atrações é o Palácio Real. Datado do século 18, impressiona pelos adornos e é uma das 6 atrações gratuitas (ou quase) em Madrid. Merecem destaque o Salón del Trono e o Salón del Gasparini, de decoração rococó. Em frente ao palácio, fica a Catedral Almudena que começou a ser construída em 1883 e só foi terminada um século depois. É interessante tanto pela igreja e edifício em si, de estilo neogótico com fachada neoclássica, quanto pelo museu.

Já o Buen Retiro, um dos parques mais populares e bonitos, foi criado no século 17 para divertir a Corte. Nesses jardins, que têm em uma de suas pontas a imponente Puerta de Alcalá e em seu interior o gracioso Palácio de Cristal, a nobreza assistiu os mais diversos espetáculos. No século 18, o parque foi aberto ao público, que podia entrar desde que estivesse “bem-vestido”. Hoje, está aberto a todos, independentemente de suas pantalonas.

A capital espanhola é tão única que possui até mesmo um templo egípcio. Segundo os castelhanos, o governo do Egito doou o Templo de Debod para a Espanha pelas suas contribuições na construção da represa de Assouan, no país africano. Reconstruído em Madrid, resultou em um interessante local com agradável parque ao redor. Outros locais de destaque são o Real Jardín Botánico e a Monasteria de las Descalzas Reales.

Museus em Madrid

Um dos mais interessantes museus da Europa, o Museu de Arte Reina Sofía abriga uma coleção de arte moderna espanhola absolutamente singular. Aqui fica a famosa e realmente impressionante Guernica, manifestação de Picasso sobre o bombardeio na cidade basca. Outros mestres a serem conferidos são Salvador Dalí, Joan Miró e Tàpies, assim como a exibição das fotografias da Guerra Civil Espanhola do famoso fotógrafo húngaro Robert Capa.

O Prado é o mais famoso museu da Espanha, situado num prédio de estilo neoclássico construído em 1785. Apresenta algumas das mais importantes coleções de pintura espanhola, flamenca e italiana do século 11 ao 19. Não deixe de observar uma das primeiras obras do museu: Recuperación de Bahia de Brasil, de Juan Batista Maino (1581-1649), que mostra como as tropas espanholas expulsaram os holandeses da Bahia em 1625.

Quase em frente ao Prado, fica o museu Thyssen-Bornemisza que apresenta incontáveis telas da Renascença, holandesas do século 17, americanas do século 19, e exemplos do Construtivismo russo. Destacam-se El Greco, Monet, Goya, Van Gogh, Picasso, Dalí e muitos outros. Outros museus de destaque são o Sorolla e o Arqueológico.

Mercados e compras em Madrid

Como grande capital europeia que é, nem tudo fecha para a siesta em Madrid. Grandes lojas de departamento e shoppings funcionam ininterruptamente ao longo do dia, ainda que o comércio, em geral, dê a sua dormidinha e reabra até cerca de 20h30.

A maior loja de departamentos é o El Corte Inglés e, além de sua matriz próxima à Puerta del Sol, tem uma penca de filiais espalhada pelo centro urbano. Já as ruas ao redor da Puerta, principalmente aquelas em direção aos bairros Chueca e Malasaña, concentram um comércio mais alternativo, como brechós, lojas de pôsteres ou suvenires mais criativos.

O Mercado San Miguel vende diversos produtos típicos desde o início do século 20. Merece a visita, mas hoje, famoso, já não é mais tão barato. Pelos preços mais amigáveis, o El Rastro tornou-se o mais badalado e acontece aos domingos pela manhã.

A rua principal dessa feira pode ser um pouco decepcionante, por apresentar bijuterias e muitos artigos estilo made-in-paraguai; mais para dentro do mercado, porém, é possível encontrar mercadoria mais originais.

Skyscanner App

Busque agora mesmo as passagens aéreas mais baratas para Madrid ou para qualquer outro destino!

Mapa

Inscreva-se na newsletter Skyscanner

Confira também:

Os 7 melhores hotéis em Madrid

Guia Hipster em Madrid

Mapa