O Covid-19 (coronavírus) pode afetar seus planos de viagem. Seja qual for seu destino, veja aqui as últimas recomendações.

Noticias Inspiração O que fazer em João Pessoa: 12 dicas de atrações turísticas

Todos os artigos

O que fazer em João Pessoa: 12 dicas de atrações turísticas

João Pessoa, ou Jampa para os íntimos, vem ganhando cada vez mais espaço no cenário turístico nacional – e faz por merecer! Confira!

A capital paraibana combina incríveis praias e piscinas naturais, um bem conservado centro histórico, museus em casarões antigos e em prédios modernos e parques e praças relaxantes. Além dos atrativos naturais e culturais, a cidade desponta por apresentar bons preços, sendo um dos destinos baratos para conhecer no Brasil.

Selecionamos então algumas das mais interessantes atrações turísticas para que ninguém fique sem saber o que fazer em João Pessoa!

1. Piscinas naturais: Picãozinho e do Seixas

As piscinas naturais de Jampa não podem faltar no roteiro de qualquer visitante pela cidade. Formadas por corais ricos em peixes e outros animais marinhos, as piscinas aparecem na maré baixa e ostentam água verde cristalina.

Foto: Marinelson Almeida

Busque voos para João Pessoa!

Há dois principais conjuntos de piscinas naturais: Picãozinho e do Seixas. Da Praia do Tambaú saem barcos para ambas, enquanto da Praia do Seixas saem passeios apenas para as piscinas do Seixas.

2. Praias Tambaú e Cabo Branco

As praias de Tambaú e Cabo Branco são sequência uma da outra e estão no centro de João Pessoa, sendo bastante procuradas. Oferecem ótimo banho, belas paisagens e aluguel de cadeiras e guarda-sóis.

**Foto: [Rayzagyn](https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Tamba%C3%BA-_Jo%C3%A3oPessoa.JPG)**

Veja hotéis na Praia do Cabo Branco

A primeira conta com grandes quiosques que a fazem movimentada também à noite e, durante o dia, venda de passeios de barco para as piscinas naturais da região. Já a segunda é extensa e larga, sendo difícil ficar lotada. A maior parte dessa baía tem águas próprias para o banho.

3. Praia do Bessa

Praia mais ao norte de João Pessoa, a Praia do Bessa é mais reservada do que as de Tambaú e Cabo Branco, não apresentando muitos quiosques – mas oferece aluguel de cadeiras e guarda-sóis. O mar nessa praia é um dos mais claros de Jampa e tem áreas distintas, ora calmo, ora mais agitado. É uma boa praia para aproveitar com crianças ou procurar sossego.

Foto: Fabiano Caruso

Hotéis na Praia do Bessa

4. Praia de Intermares e Jurandy do Sax

Ao norte do centro de João Pessoa e já no município de Cabedelo, a Praia de Intermares tem ondas que atraem os surfistas e é cercada apenas por vegetação e palmeiras, sem quiosques. Dessa forma, é perfeita para quem quer relaxar em uma canga enquanto lê um livro ou admira a coragem dos surfistas.

Foto: Fred Schinke

Hotéis em Cabedelo

Mas o grande atrativo de Cabedelo – e talvez o passeio mais famoso de Jampa – não fica no mar, e sim no rio, na fluvial Praia do Jacaré. Todos os dias, perto das 17h, quando o sol começa a se pôr, o músico Jurandy do Sax percorre as águas do Rio Paraíba tocando seu instrumento e encantando os turistas com sua melodia. O espetáculo pode ser acompanhado da mureta da praia ou em passeios em “barcos-bares” que saem da orla.

5. Praia de Camboinha e Areia Vermelha

Também em Cabedelo e mais ao norte que Intermares, a Praia de Camboinha tem o mar calmo e verde. Além do banho gostoso e visual bonito, os turistas são atraídos para Camboinha por dali saírem barcos para a Areia Vermelha, um enorme banco de areia de cor avermelhada que aparece na maré baixa e fica próximo de corais e piscinas naturais.

Hotéis na Praia de Camboinha

6. Igreja e Centro Cultural de São Francisco

Localizada no Centro Histórico de João Pessoa, a Igreja de São Francisco começou a ser construída em 1589 por frades franciscanos e é uma das mais imponentes igrejas do Nordeste.

_Foto: Walter Britto Gaspar_

A construção, em estilo barroco-rococó, impressiona pelos arabescos amarelos que ornamentam as portas e janelas e pela pintura do teto em estilo ilusionista. O claustro também se destaca por conter traços mouros, que fazem dele um dos locais mais belos do complexo.

Já o centro cultural adjunto, criado em 1990, abriga exposições temporárias e permanentes. Entre essas últimas, merece destaque a mostra sobre arte popular brasileira, que exibe diversos objetos típicos da cultura e do folclore paraibano.

7. Centro Histórico

A Igreja de São Francisco é o local mais famoso, mas o Centro Histórico de João Pessoa guarda outros diversos atrativos. A 160 metros para oeste da igreja fica a Casa da Pólvora, construída no século 17 como depósito de munição e ponto de observação do mar.

_Foto: Jailson Coutinho_

Ao sul da igreja ficam o Sobrado dos Azulejos, construção do século 17 revestida de azulejos portugueses azuis, e o Theatro Santa Roza, de fachada greco-romana e o quinto mais antigo do Brasil, de 1889. Situado entre os dois está o Mosteiro de São Bento, também do século 17 e edificado por monges beneditinos em estilo barroco.

Outro local importante é o Palácio da Redenção: erguido no século 16 por jesuítas, o casarão é a atual sede do governo estadual e guarda a cripta de João Pessoa (político paraibano que foi homenageado com nome da cidade após ser assassinado em 1930).

Skyscanner App

8. Parque Solon de Lucena

Próximo ao Centro Histórico e também chamado de Parque da Lagoa, o Parque Solon de Lucena é um dos parques mais belos da capital paraibana. Como o apelido demonstra, o parque apresenta uma grande lagoa que recebeu uma fonte no centro. Em volta da lagoa, palmeiras, bancos, pista de caminhada, ciclovia, brinquedos, monumentos e algumas lanchonetes transformam o parque num ótimo local de relaxamento.

_Foto: Ray Fernandes_

9. Estação Cabo Branco e Farol do Cabo Branco

Um dos 9 ótimos museus para visitar com crianças no Brasil, a Estação Cabo Branco é atrativa para todas as idades e impressiona já de longe, visto que seu prédio, assinado por Oscar Niemeyer, tem intrigante formato octogonal. O local oferece, gratuitamente, uma viagem pela cultura e história do estado, junto de obras modernas.

Foto: Mais PB

A cerca de 200 metros do museu está o Farol Cabo Branco, estrutura que demarca a posição mais oriental do Brasil, característica que faz a capital ser conhecida como “onde o sol nasce primeiro”.

10. Espaço Cultural José Lins do Rego

Do início dos anos 1980, o amplo prédio do Espaço Cultural José Lins do Rego abriga dois teatros, um cinema, uma sala de concertos, um planetário, um espaço ciência, um pequeno museu em homenagem ao escritor que dá nome ao Espaço… Ou seja, muitos ambientes dinâmicos que podem render um ótimo passeio cultural enquanto você estiver em João Pessoa – programação aqui.

Hotéis baratos Skyscanner

11. Mercado de Artesanato Paraibano e Museu do Artista Popular

Localizado a apenas duas quadras da beira-mar de Manaíra, o Mercado de Artesanato Paraibano é visita obrigatória para apreciar o artesanato local, comprar lembrancinhas e, é claro, levar alguns quitutes para casa. Com jardim interno e ambiente claro e arejado, o mercado é bem conservado e convidativo para turistas.

Foto: Governo da Paraíba

Mais próximo do Centro Histórico, o Museu do Artista Popular fica sediado em um belo casarão antigo e é uma boa opção para quem deseja observar diferentes épocas do artesanato regional.

12. Jardim Botânico Benjamim Maranhão

Cortado pelo Rio Jaguaribe, o Jardim Botânico Benjamim Maranhão possui 515 hectares e é, na verdade, uma floresta semi equatorial cercada por área urbana. O local, que reserva enorme diversidade de fauna e flora, é belo e bem organizado, oferecendo trilhas guiadas com saídas às 9h e às 14h, e com duração de, em média, 1h30.

Foto: Rafael Passos/Divulgação Turismo João Pessoa

Texto por Iami Gerbase, da Editora O Viajante

Busque agora mesmo as passagens aéreas mais baratas para qualquer destino!

Leia também:

3 ideias de rotas para viajar de carro pelo Nordeste

Roteiro de 7 dias pelo Nordeste: rota do Sol Poente

Cinco destinos para lua de mel no nordeste