Noticias Inspiração Locações de “Velho Chico”: uma viagem pelo interior nordestino

Todos os artigos

Locações de “Velho Chico”: uma viagem pelo interior nordestino

Com mais de 560 cenas gravadas em locações nordestinas, “Velho Chico”, novela da Globo, é um convite para redescobrir o Nordeste. As paisagens escolhidas estão em cidades um pouco mais distantes das badaladas capitais Natal, Maceió e Salvador, mas compensam cada quilômetro rodado. Saiba mais!

A novela, definida pelo diretor Luiz Fernando Carvalho como uma saga shakespeariana com crítica social, promete destacar os cenários nordestinos como poucas produções novelísticas fizeram. O Rio São Francisco, carinhosamente apelidado pelos sertanejos de Velho Chico, aparece em boa parte das gravações.

As cenas iniciais tiveram como pano de fundo cidades de três estados nordestinos – Rio Grande do Norte, Alagoas e Bahia –, e revelaram a beleza de lugarejos pouco conhecidos entre os viajantes, que podem ser agradáveis surpresas para quem quiser se aventurar em diferentes roteiros pelo Nordeste.

Alguns municípios fazem parte da rota turística na região, outros estão isolados em meio ao sertão, mas sempre há uma cidade interessante por perto. Confira!

Baraúna – RN

É fã de novelas? Clique na foto e veja as melhores novelas gravadas em São Paulo!

É fã de novelas? Clique na foto e veja as melhores novelas gravadas em São Paulo!

Uma fazenda de algodão em Baraúna, cidade com 24 mil habitantes, na região oeste do estado potiguar, deu vida a algumas cenas gravadas pelos protagonistas da fase inicial da novela. Moradores da cidade aparecem na telinha como figurantes, o que dá um toque ainda mais realístico à produção.

Baraúna fica a menos de 40 km distante de Mossoró, a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, onde o elenco e a equipe de “Velho Chico” se hospedaram durante as gravações.

Com um calendário animado por festividades, principalmente pela tradicional festa junina, Mossoró atrai turistas de todas as partes do país e é conhecida como polo cultural da região.

O destaque turístico da cidade, porém, é o fato dela ficar perto da Costa Branca, conhecida por abrigar o sítio arqueológico de Lajedo de Soledade e praias paradisíacas cercadas por dunas e falésias.

Nessa região, também vale a pena visitar Tibau, conhecida como “a praia de Mossoró” (não confundir com Tibau do Sul, onde fica a famosa praia de Pipa); Areia Branca, lar para a praia de Ponta do Mel; e Macau, cidade que guarda as belezas da praia de Camapum.

Piranhas – AL

Ao clicar na foto, você confere sugestões de cidades charmosas para visitar de norte a sul, no Brasil!

Ao clicar na foto, você confere sugestões de cidades charmosas para visitar de norte a sul, no Brasil!
Foto: Click de Araújo

Um dos teasers lançados para divulgar a novela teve boa parte das cenas gravadas na região em torno de Piranhas, cidade com cerca de 23 mil habitantes, banhada pelo Rio São Francisco.

Com o título de Patrimônio Histórico Nacional concedido pelo IPHAN por abrigar um dos conjuntos arquitetônicos antigos mais bem preservados do país, a cidade é a porta de entrada para a Rota do Cangaço.

O local é muito procurado por viajantes interessados em conhecer a história (principalmente o desfecho) de Lampião e seu bando, que tiveram suas cabeças expostas em Piranhas depois da emboscada realizada na Grota do Anjico.

O tour, liderado por um guia, conta a história e as curiosidades do local que testemunhou a caça ao Lampião. É um ótimo passeio para quem aceita o desafio de se emaranhar por trilhas em meio à caatinga, cactos e vegetação rasteira, que tornam o sertão nordestino tão peculiar.

Ainda como destino turístico, Piranhas serve como abrigo para quem quer conhecer as belezas dos Cânions do Xingó, principal atração de Canindé de São Francisco, cidade que pertence ao estado de Sergipe, a 15 km dali.

No passeio pelo cânion, é possível percorrer as águas do Rio São Francisco entre imensas formações rochosas, e as embarcações costumam parar para um refrescante mergulho nas águas do rio.

Piranhas fica próximo a outros pequenos municípios usados de locação para a trama, como São José da Tapera, onde fica o povoado do Caboclo, e Olho d’Água do Casado. Na telinha, o grande destaque para estas duas pequenas cidades são as fazendas e o cenário típico do sertão alagoano.

São Francisco do Conde – BA

Explore outras regiões da Bahia. Clique na foto e descubra por que visitar o sul baiano!

Explore outras regiões da Bahia. Clique na foto e descubra por que visitar o sul baiano!
Foto: Museologia Porto

Dois exemplares da riqueza histórica preservada pelo município de São Francisco do Conde vão aparecer em muitos capítulos de Velho Chico: o casarão da ilha de Cajaíba, que será a Fazenda Grotas na trama, e o Convento de Santo Antônio.

Formado por sobrados, igrejas e engenhos, o conjunto arquitetônico da cidade garante uma verdadeira viagem no tempo e nos remete ao século 16, época em que a região foi administrada pelos colonizadores portugueses.

Além de percorrer as ruas históricas, os viajantes que escolherem São Francisco do Conde como destino terão uma nova atração: o roteiro turístico do “Velho Chico”. O objetivo é aproximar os visitantes dos lugares utilizados durante as gravações, com passeios tanto por terra quanto por mar.

Depois que o trabalho da equipe de gravação for encerrado no casarão de Cajaíba, será possível visitar seu interior e descobrir os mistérios desta majestosa construção em estilo colonial.

Cachoeira – BA

Clique na foto e confira quais são as mais belas igrejas do mundo!

Clique na foto e confira quais são as mais belas igrejas do mundo!

A menos de 60 km de São Francisco do Conde, outra cidade baiana utilizada como locação para a novela é Cachoeira, com cerca de 32 mil habitantes, intitulada “Cidade Monumento Nacional”, por ser dona de um valioso centro histórico.

O município recebeu da equipe de gravação um presente que vai deixar a importante igreja de “Velho Chico” ainda mais bonita: um altar de oito metros, criado pelo artista plástico Raimundo Rodriguez. A obra viajou do Projac direto para o sertão baiano, e vai ficar por lá depois que as gravações forem encerradas.

Nos entornos de Cachoeira, vale a pena visitar o vilarejo Santiago de Iguapé, que ainda hoje reserva algumas das construções deixadas pelos jesuítas que viveram na região.

Raso da Catarina – BA

Para quem gosta de aventura, listamos os melhores destinos. É só clicar na foto para conferir!

Para quem gosta de aventura, listamos os melhores destinos. É só clicar na foto para conferir!
Foto: Caio Afeto

Ainda na Bahia, também faz parte das locações a área de proteção ambiental Raso da Catarina, localizada a mais de 400 km de Salvador. Com cerca de 40 mil km de extensão, a reserva ecológica fica próxima à cidade de Paulo Afonso, importante destino turístico para quem busca aventura e contato com a cultura do sertão.

Perto dali, a exatos 38 km de distância, no povoado Malhada da Caiçara, fica a casa de Maria Bonita, onde hoje funciona um museu em homenagem à companheira de Lampião.

Com capítulos que percorrem estes e outros lugares do nordeste, "Velho Chico" vai mais que cativar os telespectadores. Será um convite para redescobrir os segredos da região dona de uma história única e envolvente.

Para mais inspirações em busca de locações, clique nos títulos abaixo!

12 locações de James Bond em fotos

7 praias paradisíacas que aparecem em filmes

8 cidades locadas para filmes famosos

Mapa