Noticias Inspiração O que fazer em São Paulo: 72hrs na capital paulista

Todos os artigos

O que fazer em São Paulo: 72hrs na capital paulista

Tem pouco tempo para visitar os pontos turísticos de São Paulo? Confira as dicas de hoje e concentre seu roteiro nos ícones da metrópole, visitando a Avenida Paulista, a Praça da Sé e outros lugares imperdíveis!

Mapa

São Paulo é uma cidade única na América Latina. É a capital dos negócios, da cultura, do entretenimento, da gastronomia e tem muita história para contar, além de servir como lar para mais de 70 diferentes nacionalidades e descendências. Com toda essa diversidade, conhecer esta metrópole é tarefa para muitos dias.

Como a pressa, porém, faz parte da vida dos viajantes que têm poucos dias para desbravar a capital paulista, fizemos uma seleção com dicas sobre o que fazer durante um final de semana em São Paulo. Confira nossa sugestão de roteiro!

Qual o melhor momento para viajar para São Paulo?

Dia 1: Passeio pela Av. Paulista, visita ao MASP, Casa das Rosas e Bixiga

Avenida Paulista

Se há um lugar onde o coração da cidade bate, é na Avenida Paulista. Centro financeiro e de negócios, também abriga museus, shoppings, bares e muita história.

Uma boa dica é buscar um hotel em São Paulo que fique nas proximidades, porque além de melhor a região, sua localização permite circular por toda a cidade com bastante facilidade.

MASP

Faça a sua primeira parada no MASP, o Museu de Arte de São Paulo. Se estiver de metrô, desça na estação Trianon-MASP e você estará a poucos passos do museu.

Localizado no coração da avenida, chama atenção já pelo seu estilo arquitetônico. Seus alicerces em concreto formam o maior vão livre da América Latina, onde é realizada uma feira de antiguidades imperdível – sempre aos domingos.

O MASP está na lista das dez atrações turísticas mais visitadas de São Paulo e, às terças-feiras, a entrada é gratuita. Com cerca de oito mil peças, possui obras de grandes nomes da pintura nacional e internacional.

No prédio, ainda tem cafeteria, loja com livros, obras de arte e lembrancinhas do MASP. O restaurante pode ser uma ótima pedida para almoçar após admirar as exposições do lugar.

Casa das Rosas

Depois do almoço, continue o passeio pela Paulista e faça uma visita à Casa das Rosas para entrar no túnel do tempo. A casa, construída em 1935, abrigou a família proprietária até 1986. Ganhou esse nome porque já teve o maior e mais bonito jardim de rosas da cidade.

Hoje é um espaço cultural e tem a primeira biblioteca do país especializada em poesia. O espaço ainda oferece eventos culturais e exposições periódicas relacionadas à literatura.

Bairro Bixiga

Em seguida, seguindo em direção ao centro antigo da cidade, desça para o Bixiga, um dos mais tradicionais bairros de São Paulo. Formado por imigrantes italianos, tem a maior concentração de cantinas e pizzarias por metro quadrado. Não deixe de visitar em São Paulo:

  • a Praça Dom Orione, que, nos finais de semana, se transforma em feira de antiguidade;
  • a escadaria do Bixiga, ao lado da praça, que une a parte baixa do bairro à alta, na Rua dos Ingleses;
  • o Museu dos Óculos, que tem um acervo de modelos raros e antigos e itens que pertenceram a diversas celebridades;
  • o Museu Memória do Bixiga, onde você vai conferir curiosidades da vida típica dos ítalos-paulistanos.

E já que você passou o dia explorando as possibilidades turísticas do bairro, encerre o roteiro visitando a Pizzaria Speranza, que se destaca entre os clássicos da região, e feche a noite em um dos melhores lugares para comer em São Paulo.

Dia 2 – Passeio pelo Parque Ibirapuera e bares da Vila Madalena

Tome seu café no hotel e prepare-se para passar o dia no Parque do Ibirapuera, um dos mais prazerosos passeios que São Paulo pode oferecer.

Parque Ibirapuera

Com mais de 1,5 km² de extensão, tem lagos, ciclovia, quadras, pistas destinadas a corridas, passeios e descanso, tudo isso integrado a uma ampla área cultural. Aproveite para conhecer os museus e outros espaços culturais.

Pare para almoçar no bonito restaurante do MAM – Museu de Arte Moderna, com vista para o Jardim de Esculturas, projetado pelo paisagista Burle Marx.

Outra opção são os lanches da lanchonete/restaurante sob a marquise ou os inúmeros comerciantes autônomos que servem lanches em pequenas barracas. Se o dia estiver bonito, faça um piquenique!

Noite na Vila Madalena

Volte ao hotel para um bom banho e prepare-se para o happy hour em um dos bares da Vila Madalena.

Conhecido por ser um reduto boêmio, a Vila tem um bar encostado ao outro, para todos os gostos e bolsos. Ateliês, centros de exposições artísticas, lojas de vanguarda, escolas de música e de teatro fazem a cara do lugar.

Dia 3 – Rua Oscar Freire, Centro Antigo, Praça do Pôr do Sol e Terraço Itália

Rua Oscar Freire

Comece o dia com uma caminhada pela Rua Oscar Freire. A rua é o maior ícone do comércio de luxo da capital paulista com lojas de grifes nacionais e internacionais.

As calçadas têm parklets – espaços muito agradáveis, com bancos, bicicletários, bebedouros, wi-fi e carregadores de celular.

Bares, restaurantes, sorveterias e docerias são um convite para sentar e conversar enquanto se experimenta a variedade dos sabores e produtos encontrada na região.

Centro Antigo de São Paulo

Depois de almoçar, visite o centro antigo de São Paulo. Inclua na caminhada:

  • o Pátio do Colégio;
  • a Catedral da Sé;
  • e o Viaduto do Chá, onde ficam os arranha-céus mais antigos da cidade.

Se der tempo, visite também

  • a Estação da Luz, construída pelos ingleses, no século 19;
  • o Centro Cultural Júlio Prestes, que abriga a Sala São Paulo;
  • e o Mercado Municipal de São Paulo, carinhosamente chamado de Mercadão, também conhecido por seus deliciosos pães com mortadela e pastéis de bacalhau.

Praça do Pôr do Sol

No final do dia, corra para a Praça do Pôr do Sol para ver o sol se pondo entre os arranha-céus da capital paulista. A praça leva esse nome por sua posição privilegiada, no alto do bairro de Pinheiros.

Nos fins de semana, famílias inteiras e jovens de todas as idades se estendem pelo parque em toalhas de piquenique para apreciar a vista do lugar.

Terraço Itália

Para encerrar a noite, reserve um jantar no Terraço Itália, de onde se pode ver São Paulo em 360º a 41 andares do chão. As cadeiras e as mesas parecem flutuar sobre a cidade que se mostra pelas paredes de vidro.

Busque suas passagens aéreas para São Paulo!

Com o Skyscanner, você encontra tarifas promocionais de passagens para São Paulo saindo do Rio de Janeiro e de outros aeroportos do país. Faça a sua busca agora mesmo!

Mapa

Para mais dicas sobre São Paulo, é só clicar nos títulos abaixo!

Conheça o Bike Tour de São Paulo

10 coisas para fazer de graça em São Paulo

Roteiro de compras em São Paulo