Noticias Inspiração 72 horas em Salvador: o que fazer na capital baiana

Todos os artigos

72 horas em Salvador: o que fazer na capital baiana

A vibrante capital do Estado da Bahia é símbolo-mor da fusão de culturas características do Brasil. Cidade de riqueza artística ímpar, talhada desde os tempos da colonização portuguesa, Salvador é palco de espetáculos da natureza e do homem. Descubra!

Sua fama de cidade festeira vem de muitos Carnavais e da combinação única de tradições europeias e africanas que entraram em comunhão nesta terra.

Do saboroso acarajé à contagiante trilha sonora, do legado de Dorival Caymmi e Jorge Amado ao frenesi dos blocos de rua, da população alegre e acolhedora às praias paradisíacas, Salvador tem de tudo para conquistar até o visitante mais exigente. Axé para você!

Dia 1 – Rota Histórica

A capital da Bahia é uma das cidades mais vibrantes do Brasil, com programação cultural ao longo de todo ano. A sugestão, para começar, é o tour no Centro Histórico, passando pela Praça Castro Alves, rumo ao Pelourinho.

Passagens aéreas em promoção para Salvador

Aqui, caminhe sem pressa em meio ao casario colorido, veja as lojinhas de artesanato e curta o som do Olodum, afinal, é bem provável que você se depare com alguma apresentação deste bloco afro pelas ruas soteropolitanas.

Em termos sacros, o destaque fica por conta da Igreja e Convento de São Francisco, no Largo do Cruzeiro, uma das obras mais representativas do Barroco brasileiro e cujo altar, feito com mais de uma tonelada de ouro, impressiona qualquer visitante.

No Largo do Pelourinho, a Fundação Casa de Jorge Amado, reduto dos amantes da literatura, reúne objetos pessoais e manuscritos das obras do autor de “Tieta do Agreste”, “Dona Flor e Seus Dois Maridos” e “Gabriela Cravo e Canela”.

Seguindo o passeio, caminhe pelas ruelinhas em direção ao Elevador Lacerda. Chegando lá, aproveite a vista panorâmica e contemple a Baía de Todos os Santo, antes de descer à Cidade Baixa.

Também é possível descer pelas vielas, mas, neste caso, recomenda-se fazê-lo apenas durante o dia ou na companhia de alguém local, já que turistas podem virar alvo fácil para pequenos furtos.

Ao chegar na região portuária, visite o Mercado Modelo e se delicie com as cores, sons e sabores tão característicos desse vibrante espaço histórico. Observe a dinâmica entre as pessoas e desfrute da cordialidade dos baianos.

Se quiser mergulhar em um pouco mais de história, faça um passeio pelo subsolo do prédio: era onde funcionava o antigo e tenebroso mercado de escravos. Embora desativado há muitas décadas, ainda é possível sentir energia pesada do lugar.

Ao final da tarde, dirija-se ao Solar do Unhão, que hoje abriga o Museu de Arte Moderna da Bahia e que conta com um delicioso café. Aos sábados, acontece aqui o JAM no MAM, jam sessions feitas por músicos nacionais e internacionais. Após a visita, siga para o Farol da Barra, para contemplar o pôr do sol como os soteropolitanos.

Dia 2 – Rota pelas Praias

Para o segundo dia, a sugestão é curtir uma praia. Embora as mais centrais, como a da Barra e do Buracão, sejam muito bonitas, geralmente estão demasiadamente cheias (tanto de locais como de turistas), em virtude do seu fácil acesso. Já há alguns anos, barracas e ambulantes são proibidos nessas praias.

Skyscanner App

Caso você queira um lugar ao sol menos concorrido, existem outras faixas litorâneas afastadas da cidade, a cerca de 40 minutos de carro, como a Praia Stella Maris ou a Praia do Flamengo.

Para o turista mais ligado à natureza, talvez os paredões de resorts em algumas praias possam ser um pouco incômodos, mas a vantagem é desfrutar de estrutura de restaurantes e de serviços em locais como Guarajuba, Itacimirim e Imbassaí – escolha sua praia (nenhuma dessas em Salvador propriamente, mas a 1h30 da capital baiana) e desfrute de um dos mares mais quentes do litoral brasileiro.

Embora um pouco inflacionadas, as refeições das barracas na areia não deixam a desejar no quesito qualidade. Experimente a moqueca de peixe com pirão e farofa locais: uma delícia!

Foto: Ben Tavener

No retorno da praia, siga a dica do mestre Vinicius de Moraes e passe a tarde em Itapuã. Lá, aproveite para contemplar a Lagoa do Abaeté e tirar uma foto junto à estátua do poeta e compositor. Perto da praia há diversas barraquinhas para você se deliciar com o tradicional acarajé.

Outra opção é seguir para o Rio Vermelho, onde a tradicional barraca da Dinha oferece uma versão deliciosa dessa iguaria baiana. Se gostar, você pode esticar a noite no bairro, onde barzinhos com música ao vivo reúnem locais e turistas.

Dia 3 – Rota Gastronômica

Com o intuito de otimizar o último dia, você pode utilizar o Salvador Bahia Bus. Esta linha funciona no sistema de embarque e desembarque (hop-on-hop-off), em que o visitante pode subir e descer quantas vezes quiser do ônibus turístico, ao longo de um dia, passando pelo Farol da Barra, Mercado Modelo, Igreja do Bonfim, Dique do Tororó, Shopping da Barra, Salvador Shopping e Jardim de Alah.

Foto: Turismo Bahia/ Divulgação

Você pode usar esse veículo para chegar e descer no Dique do Tororó, espelhos d’água construído pelos holandeses no século 18 onde repousam oito esculturas de orixás. Quase ao lado fica a Arena Fonte Nova, estádio que sediou jogos da Copa do Mundo de 2014.

Na sequência, com o ônibus, prossiga até a famosa Igreja do Nosso Senhor do Bom Fim, um dos mais tradicionais templos católicos da cidade, devota ao Senhor do Bonfim, padroeiro dos baianos e símbolo do sincretismo religioso do estado.

Depois, siga a pé até a ponta da Ribeira, cerca de 2 Km da Igreja, e, de lá, atravesse de barco até a outra ponta, no bairro Plataforma (você também pode chegar até aqui a partir do terminal marítimo, próximo ao Mercado Modelo).

Nesta região fica o restaurante Boca de Galinha, barato e popular – não à toa, a procura é grande, assim, é bom chegar cedo. Peça o “cadernápio” do seu Nilton, descubra a moqueca do dia e admire a península de Itapagipe – mas fique ligado, pois o pagamento deve ser feito em dinheiro.

No retorno, refresque-se com um delicioso sorvete na Sorveteria da Ribeira… e já pode começar a sentir saudades de Salvador!

Texto por: Ana Carolina Gasonato

Passagens aéreas Skyscanner

Quer saber mais roteiros de final de semana pelo Brasil? Confira abaixo!

72 horas em Porto Seguro
72 horas em Fortaleza
72 horas no Rio de Janeiro

Busque agora mesmo as passagens aéreas mais baratas para a sua viagem!

Aqui no Skyscanner você encontra promoções de passagens para Salvador saindo de São Paulo e de qualquer outro aeroporto do Brasil!

Faça a busca agora mesmo e reserve seu voos com desconto:

Mapa
App de viagens
Baixe nosso app de viagens gratuito!
Confira as avaliações de nossos usuários e veja porque o Skyscanner é o aplicativo de viagens número um para encontrar voos baratos, hotéis e aluguel de carros.

Avaliado por Ana Letícia Araújo on 22 de Maio, 2018

Sem dúvidas, o melhor app pra buscar passagens e encontrar o melhor preço

Avaliado por Phillip Gabriel on 20 de Maio, 2018

Melhor App para comprar voos baratos.

Avaliado por Grazi Nunes on 09 de Maio, 2018

Estou amando este app, o único app que ajuda a encontrar passagens realmente baratas! 😍

Avaliado por Renato Colares on 15 de Maio, 2018

Melhor aplicativo para pesquisa de passagens e hotéis, sem dúvidas o melhor!