Noticias Dicas Melhores dicas de fotografia para a sua viagem

Todos os artigos

Melhores dicas de fotografia para a sua viagem

Em um mundo inundado por perfis viagem e referências incríveis de imagens, a gente fica se perguntando como conseguir a foto perfeita também. Confira sete dicas de fotos de viagem, com todos os truques e recursos necessários para uma boa foto!

Mapa

1. Enquadramento

Os terços da imagem; essa é a regra de ouro da fotografia. Imagine sua foto dividida em 9 quadros simétricos (os chamados terços) e tente enquadrar os elementos nesses quadrados. Sua fotos de viagem ficará mais agradável aos olhos!

Clique na foto e veja 23 lugares quando fotografados do alto!
Encontre o destino perfeito para fotografar, veja nossas dicas!
Foto: Juju na Trip

Numa paisagem, por exemplo, você pode estar nos terços laterais, e deixar o resto do quadro dominado pelo cenário. Já no caso de estradas, pontes, prédios e trilhos, os enquadramentos simétricos e com ponto focal de destaque no centro ficam melhor. A linha do horizonte também é super importante! O ideal é deixar a foto reta e com o horizonte em um dos terços.

E tenha atenção ao fundo da foto, conferindo a composição, se há detalhes que poluem o fundo como lixeiras, postes, cadeiras. E, se precisar, espere uma pessoa passar para quem ela não saia na sua imagem como uma intrusa.

2. A melhor hora para fotografar

A melhor hora é sempre antes das 10h e depois das 15h, quando a luz está lateral. O amanhecer e pôr do sol (30 minutos antes e depois) também são conhecidos como “hora dourada” ou “hora mágica”, pois a luz fica mais difusa, leve e as cores da paisagem ficam mais bonitas.

Veja mais dicas de como melhorar suas fotos, clique na imagem!
Garanta já suas passagens aéreas em oferta, clique!

3. Vários cliques

Tenha paciência e explore os todos os ângulos possíveis. Faça a foto mais debaixo, mais de cima, dê um passo para o lado. Vá clicando e testando. Nem sempre a primeira visão é a mais bonita.

Veja quais são os destinos mais fotografados do Instagram, clique na foto!
Temos a passagem aérea perfeita para você, veja!

Fotos inusitadas de atrações já consagradas também podem render muitos downloads (consequentemente, vendas) em bancos de imagens, ou cliques no Instagram. Se você não sabia como ganhar dinheiro com fotos de viagem, aí está um filão.

4. Fotos de viagem na água

Uma câmera profissional como uma Canon7d, uma lente fisheye e uma caixa estaque da Acquatech são o mundo ideal. E bem caro também (acima de US$ 4.000). Se você não dispõe de recursos para tanto, há outras alternativas que vão garantir uma boa imagem.

Saiba mais sobre as praias paradisíacas de Fernando de Noronha, clique na foto!e
Viaje para Noronha também! Veja os melhores voos!
Foto: Juju na Trip
  • Gopro+Dome: Uma GoPro é perfeita para fotos de ação e dentro d’água, mas para conseguir o efeito split (aquela imagem em que a metade da foto é fora da água e a outra metade dentro), você vai precisar de um equipamento chamado Dome. Atualmente, um dos melhores do mercado é o MeuDome e custa em torno de R$ 400.
  • Iphone+case waterproof: O Iphone hoje em dia tem uma ótima câmera, e há uma variedade infinita de cases à prova d’água para o celular. Mas antes de comprar, verifique os reviews sobre o produto para saber se realmente funciona e até qual profundidade você pode ir, para não correr o risco de estragar seu aparelho. Um case bem falado no mercado é a da ProShot, e custa a partir de R$ 299.

5. Fotos de você viajando sozinho

Para selfies, o melhor recurso é ter um bastão. Assim, além da câmera ficar mais afastada e não deformar o seu rosto, o quadro captará também a paisagem no entorno.

Quer fazer uma viagem dos sonhos à Paris? Clique na foto e saiba mais!
Quer viajar sozinha? Veja destinos ótimos para viajar solo na Europa!

Já para fotos suas inseridas na paisagem, a melhor opção é um tripé e um controle de disparo. Pense nas regras dos terços, enquadre a foto e depois se coloque no ponto correto. Então, é só apertar o disparador e a máquina faz o clique remoto.

6. Eliminando a multidão

Então você chega no lugar perfeito, mas tem um mundaréu de gente passando de um lado pra outro, carros, ônibus. E tudo o que você queria era ter aquele lugar pra chamar de seu, só seu, na sua foto. A boa notícia é que há solução para esse caos visual.

Nova York te espera! Confira voos para a Big Apple!
  • Usando o tripé: Se quiser recorrer a um visual mais cult, coloque sua câmera no tripé com velocidade baixa (para não estourar, feche bem o obturador e coloque o ISO em 100) e se posicione no meio da multidão. Deixe todos andando e fique parado. O resultado será você e a paisagem em foco, e todos os outros elementos móveis borrados.
  • Editando para tirar todos da imagem: Para isso, você vai precisar do Photoshop. Tire pelo menos 20 fotos do mesmo local e iguais. Vá no Photoshop e siga o seguinte caminho: File – Scripts – Statistics. Uma caixa de diálogo irá se abrir. Selecione todas as fotos e… pronto! O editor faz o trabalho de deixar apenas o que estava parado em todas as imagens, e apagar o que (por estatística) variava.

7. Apps de filtro

Para realçar suas fotos de viagem antes de postar, há dois apps campeões.

Clique na imagem e encontre fotos inspiradoras de blogueiros de viagem!
Veja dicas para planejar melhor suas viagens!
  • Vsco Cam: tem vários filtros interessantes, inclusive os que dão aquele tom pastel nas imagens.
  • Lightroom: a versão gratuita do aplicativo já resolve bastante coisa. Além de luz, brilho e contraste, o Lightroom tem um recurso de cor muito bacana. Ele separa os tons e você pode destacar quais quiser. Por exemplo: se quiser realçar a cor do mar sem mexer no resto, basta ir no cyan ou blue e aumentar a saturação. Se quiser dar um clima mais ensolarado, aumente o amarelo. E assim vai.

Dicas para quem prefere fotografar com câmera

Dicas do Fábio Pastorello, do Blog Viagens Cinematográficas

1. Utilize a câmera no modo manual

Outro modo de obter melhores resultados fotográficos é exercitar, tirando as fotos no modo manual. Ajuste a abertura, a velocidade, o foco, o ISO, verifique as alterações, faça diversos testes. Assim você irá dominar a máquina e não ser dominado por ela.

Quando você deixa a câmera no modo automático, você está deixando que ela faça as escolhas fotográficas para você. Podem ser boas escolhas, mas podem não ser. Os maiores erros do ajuste automático são fotos subexpostas (muito escuras) ou superexpostas (com excesso de luminosidade).

2. Fotografe em RAW ou em JPEG no modo FINE

Apesar do formato mais comumente utilizado ser o JPEG, é um formato de compressão das imagens (para que ocupem menos espaço) e que representa perda de qualidade nas imagens.

A fotografia em RAW, por sua vez, é como se fosse o negativo das fotos de antigamente, ela registra a imagem crua e que pode ser editada posteriormente. Portanto, é o formato mais adequado para você ter certeza que está com 100% das informações da imagem que acabou de capturar.

Quer ganhar dinheiro com suas fotos de viagem? Veja como!

A desvantagem do RAW é que ele ocupa (bastante) espaço de memória. Portanto, se você ainda assim prefere o formato JPEG (para não gastar todo o espaço do seu cartão de memória), procure trabalhar com a menor compressão possível.

Muita gente só ajusta a quantidade de megapixels (que indica o tamanho da imagem), mas outro ajuste útil é o da compressão do arquivo JPEG. Atente para as opções na sua câmera.

Geralmente há três tipos de compressão, o BASIC, o NORMAL e o FINE. No BASIC, há uma perda ainda maior de qualidade, enquanto que no FINE a compressão é menor, portanto a qualidade é superior. No entanto, fique novamente atento para a sua capacidade de memória. O formato JPEG FINE ocupa mais espaço do que o BASIC, obviamente.

Agora é só garantir sua passagem aérea para o local desejado, reservar o seu hotel e praticar essas dicas! Aproveite e boas fotos!

Mapa

Leia também:

Destinos perfeitos para uma boa foto no Instagram

Como ganhar dinheiro com fotografia de viagem

Os 20 lugares mais fascinantes do mundo

Lugares incríveis que você não vai acreditar que existem na Terra