Noticias Dicas 10 mitos e verdades sobre viajar sozinho

Todos os artigos

10 mitos e verdades sobre viajar sozinho

O que é mito e o que é verdade durante uma viagem sem companhia? Confira neste artigo que é um verdadeiro manual com dicas para viajar sozinho!
Mapa

Por Zizo Asnis

Não há dúvidas de que viajar é uma das melhores coisas dessa vida, mas muita gente deixa de visitar novos lugares, ou voltar para aqueles que já conheceu e gostaria de rever, por um motivo muito simples: a falta de uma companhia para a viagem.

E quando existe a oportunidade, mas não há ninguém que possa te acompanhar, fica a pergunta: por que não viajar sozinho (a)?

Enquanto a solução parece evidente para muitos, outros tantos são tomados por mais dúvidas só de cogitarem pegar um avião, um ônibus, um trem, um navio, uma bicicleta ou dirigir o seu próprio carro (ou um alugado) sem alguém ao lado. 

A fim de sanar essas questões, esclarecemos aqui o que é mito e o que é verdade na hora de viajar sozinho, confira!

1. Quem viaja sozinho não aproveita muito

Mito!

Você pode curtir uma viagem tanto como se estivesse acompanhado, talvez até mais, já que você pode fazer tudo de acordo com as suas vontades, como decidir a hora de acordar, quando e onde vai almoçar ou o como será o seu roteiro durante o dia.

O importante é você estar bem consigo mesmo.

2. Viajar sozinho é difícil

Mito!

É só uma questão de se acostumar. No primeiro momento pode ser estranho você perceber que está num lugar diferente sem nenhuma companhia, mas depois você percebe que encarar e curtir uma viagem e tomar pequenas decisões são coisas que dependem apenas de você mesmo e mais ninguém.

3. Viajar sozinho custa mais caro do que viajar acompanhado.

Depende.

Alguns custos ficam de fato mais baratos quando compartilhados entre dois ou mais viajantes, como a diária de um hotel num quarto duplo ou triplo, um prato bem servido num restaurante, uma corrida de táxi ou a locação de um carro.

Entretanto, outros tantos custos independem de ter ou não uma companhia, como uma passagem de avião ou de ônibus, uma diária de albergue, uma entrada num museu, um tour pela cidade, um ticket de metrô e até mesmo um lanche ou uma refeição cujo prato é servido por pessoa.

4. Mulheres não deveriam viajar sozinhas

Mito.

Mulheres devem ter uma atenção redobrada (infelizmente, como sempre), o que de forma alguma as impede de viajar, mesmo sozinhas. Inúmeras viajantes, de todas as idades, saem pelo mundo acompanhadas apenas de si mesmas.

A questão maior é a escolha de um destino que seja seguro para as mulheres – o país, a cidade e as áreas por onde for passear, assim como os horários.

Locais desertos durante a noite, por exemplo, não inspiram muita segurança, assim como localidades que têm certo histórico de assédio machista ou de violência (e no caso de locais sabidamente violentos, a situação não muda muito se elas estiverem acompanhadas de homens, ainda que possa haver uma falsa impressão de mais segurança).

Já lugares com uma pegada mais turística são em geral tranquilos, devendo-se ter os cuidados de sempre com os seus pertences (bolsa, carteira, celular, etc), como em qualquer lugar do mundo.

Na real, em viagens, mulheres (e também homens) devem tomar as mesmas precauções que tomariam ao caminhar sozinhas em sua cidade ou na sua rua – com a vantagem de que lugares turísticos costumam ser mais movimentados e, portanto, mais seguros.

5. A Europa é o melhor destino para viajar sozinho

Verdade.

Não que outros locais não possam ser igualmente seguros, como os Estados Unidos, o Canadá, a Austrália, o Japão, mas genericamente podemos dizer que viajar sozinho pela Europa não costuma trazer problemas.

Muito pelo contrário, o continente europeu oferece uma ótima estrutura para viajantes solitários, o que se justifica pelos seguintes fatos:

  • grande número de hostels descolados, que proporcionam um ambiente descontraído, ótimo para interagir com outros hóspedes;
  • pelos hotéis que disponibilizam quartos para uma pessoa ;
  • pelos restaurantes que ostentam em seu cardápio pratos individuais;
  • pelas caminhadas guiadas (muitas gratuitas) onde você conhece outros viajantes;
  • e, principalmente, pela segurança, seja ao andar pelas ruas das cidades, pegar transporte público e, inclusive, sair sozinho à noite (nas zonas mais turísticas, é claro).

É por isso e pelo grande potencial turístico da região, que muitas pessoas inclusive têm como meta viajar sozinha para Europa!

6. O Brasil é um país perigoso para viajar sozinho

Depende.

Você é brasileiro (a) e conhece o seu país… Sabemos que é preciso se manter atento por aqui e não é diferente quando você viaja ou está numa cidade diferente da sua.

Bateu uma insegurança? Mesmo sozinho, você pode estar rodeado de mais gente e a solução aqui é integrar tours guiados e/ou pacotes de viagens – as velhas conhecidas excursões.

Aliás, não só no Brasil, ainda que aqui, pela questão da segurança, esses passeios em grupos seja, mais atrativos.

7. Quem viaja sozinho conhece mais gente

Verdade.

Sozinho é mais fácil deixar a vergonha de lado e iniciar uma conversa, estamos muito mais receptivos a conhecer outras pessoas – tanto outros viajantes como os habitantes nativos – e isso pode fazer toda diferença para curtir uma viagem.

8. Viajantes solitários podem sofrer depressão

Mito.

Depressão nada tem a ver com viagem. Na verdade, viagens te deixam mais feliz!

E a quem se sentir sozinho, existem muitos recursos para encontrar ou passar o tempo com outros viajantes. Os mais comuns são as tradicionais excursões, viagens em grupos sempre com guias e com muitos outros turistas – grande parte deles viajando sozinhos.

Existem também caminhadas guiadas pelas cidades e tours para atrações geralmente em cidades próximas, passeios sempre realizados em grupo, bom para iniciar uma conversa e conhecer outros viajantes.

A tecnologia também comparece para dar uma forcinha, através de aplicativos como MeetUp, onde você pode conhecer pessoas em qualquer lugar do mundo que tenham interesses em comum com você.

9. Viajar sozinho é desafiador e pode ser muito gratificante

Verdade.

No primeiro momento pode assustar a ideia de viajar sozinho, mas depois você percebe que pode curtir da mesma forma e no final a recompensa pode ser duplamente gratificante.

Pela curtição da viagem propriamente e por você ter encarado o desafio de partir por conta própria, sem depender de ninguém, sem ter desistido.

10. Só pessoas solitárias e sem amigos viajam sozinhas

Mito. E bota mito nisso!

Viajar sozinho quer sim dizer duas coisas:

  1. que você não teve um companheiro – seja marido, esposa, namorado, namorada, amigo, amiga ou algum familiar – com a mesma disponibilidade de tempo (e talvez de dinheiro) que você
  2. você é independente o suficiente, sem depender deste companheiro (a), para encarar uma viagem por conta própria e curtir. Ponto pra você!

Quer viajar sozinho (a)? Inspire-se com a gente!

Dicas para viajar sozinho
Veja outras 50 dicas para a sua viagem!

Confiante para viajar sozinho? Encontre suas passagens aéreas promocionais agora mesmo!

Para encontrar os melhores preços para comprar passagens aéreas mais baratas, é só preencher os campos abaixo para encontrar os melhores preços para o seu destino.

Mapa

E se você quiser definir a sua próxima viagem com base nas promoções, faça uma busca para qualquer lugar durante o mês mais barato e descubra qual será o destino da sua próxima viagem barata!

Leia também:

8 viagens para fazer antes de casar

7 dos países mais amigáveis do mundo

Pacotes de viagem, excursões ou viajar por conta própria: o que é melhor?