Noticias Alta do dólar: 12 dicas para viagens mais baratas

Todos os artigos

Alta do dólar: 12 dicas para viagens mais baratas

Não se deixe abalar pelo preço do dólar! Nós selecionamos as melhores dicas para viajar barato e ainda mostramos destinos que são perfeitos para fugir da alta do dólar, confira!

Desde o começo do ano, a alta do dólar vem atrapalhando os planos de quem pretende viajar para os Estados Unidos e outros destinos internacionais. Mas nem tudo está perdido.

É possível fazer uma viagem internacional sem extrapolar o orçamento, basta tomar algumas medidas que tornarão a viagem a mais econômica possível. Dá uma olhada!

Alta do dólar: dicas para planejar a viagem

1. Encontre passagens promocionais para os destinos certos

O primeiro passo para economizar em tempos de dólar alto é escolher o melhor destino para a sua viagem internacional.

Alguns lugares são mais indicados nesse caso, como países da América do Sul, África e Ásia, onde o dólar não é a moeda oficial e, o melhor, a moeda local faz o real valer ainda mais.

Mapa

Em nossas páginas de ofertas com destinos para fugir da alta do dólar, lugares como Cartagena das Índias, na Colômbia, e Cidade do Cabo, na África do Sul, se destacam, tanto pelas passagens aéreas baratas, quanto pelas possibilidades e economia que garantem no local.

2. Repense a hospedagem

Os fatores que definem o melhor custo benefício para hospedagem variam bastante dependendo do destino. Por isso, antes de reservar um hotel, é preciso:

  1. Pesquisar sobre a cidade que você vai visitar;
  2. Conhecer a região onde ficam os hotéis nos quais você está interessado;
  3. Verificar as rotas e meios de acesso ao hotel onde pretende ficar;
  4. Comparar preço das diárias com as despesas de locomoção de acordo com a localização do seu futuro hotel;

Em Paris, por exemplo, vale a pena reservar hospedagem nas regiões mais afastadas (mas nem tanto), já que os preços dos hotéis perto do Louvre, da Torre Eiffel e da Champs-Élysses são exorbitantes. A economia vem do eficiente e econômico transporte público da cidade.

👉 Espie nossas sugestões de hotéis em Paris! Depois, encontre seu próprio hotel 👇

Outras dicas para economizar na hospedagem são:

  • Opte por hospedagem de até 3 estrelas – lembre-se que a ideia é passar menos tempo possível dentro do hotel, então, luxo pra que?
  • Escolha hotéis com café da manhã incluso nas diárias;
  • Hostels com cozinhas compartilhadas são ótimos para quem quer aproveitar e economizar não apenas na hospedagem, como também na comida.

3. Calcule os gastos com transporte 

A maneira como você vai se locomover durante os seus passeios na cidade que estiver visitando vai depender muito do seu perfil de viajante e do objetivo da viagem.

Como dito antes, tudo depende do destino em questão e das possibilidades que o local oferece. Na sua pesquisa sobre o destino, você já pode ter uma ideia sobre isso. Para decidir qual compensa mais, considere detalhes como:

  • Condições do trânsito e meios de acesso aos lugares que você tem intenção de visitar;
  • Preço de passagens para ônibus e metrô, quando houver essas opções no destino. Verifique também se não há bilhetes diários ou semanais, já que bilhetes avulsos em cidades grandes acabam saindo caro no final;
  • Tenha uma noção das distâncias e caminhos do seu roteiro e descubra a melhor maneira de percorrer esses trajetos;
  • Despesas com combustível, caso opte por alugar um carro.
Tire todas as suas dúvidas sobre o aluguel de carros!

4. Fique atento às taxas de câmbio

Para onde quer que você viaje, ao sair do país você terá que lidar com as taxas de câmbio para adquirir a moeda que será usada no destino. Por isso é tão importante comparar os preços das casas de câmbio.

Acesse o site do Banco Central, onde consta um ranking que mostra os bancos e casas de câmbio que tiveram as melhores taxas nos últimos meses, e faça a aquisição no melhor lugar para o seu bolso.

Outra super dica para economizar na compra e troca de dólar é conferir as taxas de câmbio no site Melhor Câmbio, que compara as cotações de câmbio turismo em papel moeda e cartões pré-pagos, entre as corretoras do local onde você mora.

5. Troque dólar ainda no Brasil

Nesse sentido, você pode escolher entre comprar aos poucos, caso tenha tempo suficiente e expectativas de que a moeda brasileira se valorize. A desvantagem aqui pode ser as taxas de serviço aplicadas a cada transação.

Trocar o real por dólar (ou euro) em uma única conversão é uma boa saída para quem não quer se arriscar com o vai e vem do mercado financeiro. A economia fica por conta da taxa de serviço, que será paga apenas uma vez.

Vale lembrar que para moedas desvalorizadas em comparação ao real ou não muito comum nas casas de câmbio brasileiras, o melhor é fazer a compra no país destino.

6. Use os benefícios do seu cartão de crédito

Cartões de crédito cadastrados em programas de fidelidade rendem desconto em hotéis, passagens aéreas, aluguel de carros e em outros serviços de viagem. Verifique se o seu cartão possui algum programa de benefícios ou aproveite para usar milhas e economizar ainda mais em suas viagens.

7. Procure por cupons de desconto

Não apenas para compras que servem os cupons de desconto. Restaurantes, lojas e até mercados usam esse recurso para promover diferentes ofertas.

Cidades turísticas também costumam ter sites específicos para isso – confira se não é o caso do seu destino e aproveite mais essa forma de economizar em tempos de dólar alto.

8. Pague tudo que puder com antecedência

Passagens aéreas, hospedagem, aluguel de carros (quando necessário) e todos os outros serviços que você puder pagar de forma antecipada devem ser pagos antes.

Com planejamento, você consegue, inclusive, reservar ingressos para os passeios que pretende fazer, o que também é garantia de desconto. Com tudo pago antecipadamente, você só se preocupa em levar o necessário para alimentação, transporte e imprevistos.

Alta do dólar: dicas para durante a viagem

9. Elimine gastos

Gastos desnecessários que podem ser cortados para economizar o máximo possível em tempos de dólar alto:

  • Souvenirs – de ímã em ímã e chaveiro em chaveiro, e o seu dinheiro desaparece como que num passe de mágicas. Quem nunca? Pois bem, deixe as lembrancinhas de lado e poupe dinheiro para outras coisas;
  • Passeios guiados – aqueles que podem ser feitos de forma independente e gratuita (conhecidos como free walking tours), sabe?
  • Compras – com o dólar alto, consumismo é luxo desnecessário em viagens.

10. Use o cartão de crédito com moderação

Cartões de crédito costumam ser a salvação durante viagens ao exterior, principalmente no quesito segurança. No entanto, com o preço do dólar tão alto e o IOF para compras no cartão de crédito em 6,38%, a opção deixa de ser um bom negócio.

Veja como comprar e vender milhas para viajar mais!

E como cada administradora tem seu próprio critério para calcular a cotação de moeda estrangeira, o preço que você terá que pagar pelo dólar pode ficar bem acima do que seria cobrado por uma casa de câmbio, por exemplo – lembrando que a alíquota aplicada na compra de moeda estrangeira é de 0,38%.

No caso de aquisições quando o cartão de crédito é extremamente necessário, como no aluguel de carro e ou reserva de hotéis, por exemplo, não há como evitar. Em compras e alimentação, porém, é melhor pagar à vista.

11. Evite restaurantes

Em vez de almoçar ou jantar em restaurantes, que costumam cobrar bem caro, especialmente em regiões turísticas, vale a pena lanchar ou preparar refeições comprando os ingredientes em supermercados.

Nesse sentido, a dica é optar por um meio de hospedagem com cozinha, para que você possa preparar as suas próprias refeições.

12. Priorize atrações gratuitas

Muitas das principais atrações turísticas do mundo são pagas. Evitar este gasto pode ser sinônimo de economia.

Vamos supor que você pretende viajar para Nova York. Em vez de pagar o ingresso para chegar até a Estátua da Liberdade, pegue um barco gratuito em Staten Island e passe do ladinho do monumento para fotografá-lo.

Descubra como viajar barato para Nova York!

Em Buenos Aires, por exemplo, em vez de visitar o Jardim Japonês, vá até o Rosedal. Os dois ficam em Palermo e oferecem a mesma experiência, em belos jardins e bosques, mas o primeiro é pago enquanto o segundo é inteiramente gratuito.

Para economizar nesse sentido, pesquisar e planejar o roteiro com antecedência é essencial, pois só com uma busca detalhada a respeito da sua cidade destino é que será possível descobrir quais são as opções de passeios gratuitos. 

Descubra o mês mais barato para sua viagem!

Meses de baixa temporada e sem feriados prolongados, geralmente, são os mais baratos para viajar. Logo, sinônimo de melhor época para viajar em tempos de dólar alto.

Além de optar pela baixa temporada, você pode descobrir as datas mais econômicas para a sua viagem, fazendo uma busca pelo mês mais barato em nosso site ou nos campos abaixo, tente agora mesmo!

Mapa

Para onde viajar com dólar em alta?

Fizemos uma lista de destinos para onde você pode viajar e fugir da alta dólar e ainda garantir uma viagem internacional barata, confira!

Destino  A partir de 💰
Buenos AiresR$ 781Ver ofertas!
SantiagoR$ 815Ver ofertas!
MontevidéuR$ 808Ver ofertas!
AssunçãoR$ 878Ver ofertas!
La PazR$ 1.263Ver ofertas!
LimaR$ 1.272Ver ofertas!
CuscoR$ 1.377Ver ofertas!
BogotáR$ 1.461Ver ofertas!
CartagenaR$ 1.828Ver ofertas!
San AndrésR$ 1.777Ver ofertas!

Preços exibidos estão sujeitos à disponibilidade e podem variar dependendo do aeroporto de origem informado e das datas escolhidas. Correspondem a voos de ida e volta para um adulto com a inclusão estimada de taxas e impostos, no mês mais barato – média das tarifas mais baratas. Verificados no momento da publicação.

App de viagens
Baixe nosso app de viagens gratuito!
Confira as avaliações de viajantes como você e veja porque o Skyscanner é o melhor aplicativo para encontrar passagens aéreas em promoção, hotéis baratos e aluguel de carros.

Avaliado por Adijalba Costa on 06 de Fevereiro, 2019

Excelente para ver preços e receber alertas.

Avaliado por Tiago Almeida on 03 de Fevereiro, 2019

Excelente app para pesquisa de tudo relacionado com viagens.

Avaliado por Vitoria Xavier Blanes on 02 de Fevereiro, 2019

Fácil de usar e muito eficiente! Já economizei muito com os alertas de preços.

Avaliado por Mateus Custódio on 31 de Janeiro, 2019

Melhor aplicativo para sua procura e comparação em viagens baratas!

Avaliado por Alisson Silva on 16 de Janeiro, 2019

Melhor app pra pesquisar voos baratos.