O Covid-19 (coronavírus) pode afetar seus planos de viagem. Seja qual for seu destino, veja aqui as últimas recomendações.

Noticias Carros 7 das estradas mais bonitas do Brasil: sugestões para feriados ou férias

Todos os artigos

7 das estradas mais bonitas do Brasil: sugestões para feriados ou férias

São tempos difíceis para os viajantes. Porém, estamos aqui para ajudar você a sonhar e a planejar sua próxima aventura - seja um passeio perto de você, seja um voo a lugares desconhecidos. Até lá, seguiremos compartilhando as últimas atualizações sobre COVID-19 e viagens para manter você informado e pronto para viajar.

As estradas mais bonitas do Brasil são a pedida para quem ama viajar de carro. Por isso, fizemos uma seleção de 7 roteiros de viagem para conhecer as maravilhas do nosso país, do litoral ao Pantanal, tanto em feriados quanto durante as férias.

Com mais de 1,8 milhão de km de rodovias de todos os tipos, nosso país é capaz de encantar apaixonados por estrada. Embora apenas uma média de 100 mil km tenha pavimentação em bom estado, muitas rotas continuam convidativas, graças aos cenários a que nos levam. Definitivamente, uma viagem de carro pelo Brasil é uma daquelas experiências imperdíveis!

Este artigo foi atualizado pela última vez em 09 de julho de 2021 e estava correto no momento da postagem. 

Quais são as estradas mais bonitas do Brasil?

Para que você possa se inspirar, consideramos as estradas mais bonitas do Brasil aquelas que nos presenteiam com a destinos incríveis ao longo do trajeto. Nesse sentido, nossa lista ficou assim:

  1. AL-101, no litoral de Alagoas
  2. BA-001, no litoral sul da Bahia
  3. BR-040, trecho Rio-Petrópolis
  4. Estrada Real, entre Rio e Minas
  5. BR-101, no litoral de São Paulo
  6. MT-060, na Transpantaneira
  7. Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina

Para que você possa aproveitar o melhor dessas rodovias, selecionamos as principais informações como aeroporto mais próximo e como chegar. Vale destacar que, dada a imensidão das maioria das rodovias indicadas, no geral, apenas alguns trechos revelam a beleza que buscamos numa viagem de carro.

Além disso, sugerimos roteiros como inspiração para desbravar esses lugares. Tais sugestões, no entanto, são apenas recomendações que podem render outros roteiros incríveis – tudo depende de você, do seu tempo e do seu orçamento.

Use as dicas como inspiração para planejar sua próxima viagem de carro pelo Brasil e prepare-se para uma aventura única explorando o mágico território brasileiro. Vamos?

Atenção: ainda estamos em pandemia. Viaje apenas se tiver certeza de estar cumprindo todas as medidas que o momento exige. Confira restrições atualizadas antes de chegar a qualquer destino.

De carro pelas estradas mais bonitas do Brasil

1. AL-101, Alagoas

A Rodovia AL-101 corta todo o litoral alagoano e se destaca como uma das estradas mais bonitas do Brasil graças aos trechos margeados pelos coqueiros e pelo mar de água azul turquesa.

No sul de Alagoas, a rodovia começa em Piaçabuçu, na fronteira com Sergipe, no ponto exato em que o Rio São Francisco deságua no Atlântico. Daqui até Maceió, são 140 km de estrada. Esse é o trecho mais bonito da AL-101 e o melhor: dá acesso a praias selvagens como Praia do Toco, Praia do Japu, Praias do Miai, e a lugares incríveis como Falésias e Praia do Gunga, até chegar à badalada Barra de São Miguel.

Ao norte de Maceió, a AL-101 segue até Maragogi, dando acesso a outros pedaços do paraíso, como São Miguel dos Milagres e Japaratinga. O trecho Norte da AL-101 é conhecido como Rota Ecológica dos Milagres e conta com menos de 40 km de extensão.

Praia em Alagoas, com água azul turquesa de um lado e areia e coqueiros de outro.
A beleza estonteante das praias alagoanas.

Como percorrer a AL-101 e a Rota Ecológica dos Milagres?

Existem várias possibilidades. Começando a viagem na capital alagoana, por exemplo, a sugestão é alugar um carro em Maceió.

Depois de 3 a 5 dias explorando as praias centrais, siga a Rota Ecológica dos Milagres, sentido AL-101 norte. Considere passar pelo menos 1 dia em São Miguel dos Milagres, antes de chegar em Maragogi, última parada do litoral norte de Alagoas. Dedique no mínimo 3 dias para explorar a região, para então retornar a Maceió.

Você pode descansar mais um dia na capital alagoana e dedicar pelo menos 2 dias de viagem para explorar o lado mais selvagem da AL-101, na parte sul do litoral alagoano, até a fronteira com Sergipe.

Leia também: Roteiros de carro pelo Nordeste

2. BA-001, litoral sul da Bahia

A rodovia BA-001 permite diferentes roteiros no litoral sul da Bahia. E entra na lista das estradas mais bonitas do Brasil justamente por conectar destinos turísticos importantes do estado, de Salvador a Trancoso.

Abaixo destacamos uma das inúmeras possibilidades para conhecer o litoral sul da Bahia de carro – e pode ser uma viagem bem longa se você percorrer a rota por completo. Você pode dividir esse roteiro e explorar as belezas da BA-001 aos poucos.

Acesso à praia em Itacaré, Bahia.
Praia em Itacaré, perfeita para aquele merecido descanso.

Como percorrer o sul da Bahia de carro?

De Salvador ao extremo sul do litoral da Bahia, são cerca de 800 km, que rendem incontáveis roteiros. Para você ter uma ideia de como pode ser sua viagem nessa parte riquíssima em cultura e história do litoral baiano, vamos sugerir uma rota saindo da capital baiana até Trancoso.

Nesse caso, você pode alugar um carro em Salvador, pegar um ferry boat até a ilha de Itaparica e seguir viagem até Itacaré, pela BA-001. Apenas nessa primeira etapa da viagem, um percurso de 250 km, você pode desviar até paraísos como Morro de São Paulo, Ilha de Boipeba e Península de Maraú – o que já garante uma viagem incrível por si só.

Se quiser seguir a partir de Itacaré, onde você deve considerar passar ao menos 3 dias, organize a segunda fase desse roteiro, indo até Ilhéus. O trecho Itacaré-Ilhéus pela BA-001 pertence à região conhecida como Costa do Cacau e tem 75 km de extensão.

Vale a pena ficar uma ou duas noites em Ilhéus, para então seguir até Porto Seguro e completar essa terceira e última etapa da viagem. Boa parte do caminho será pela BR-101, até voltar a BA-001, que liga Porto Seguro a Trancoso, em 35 km de estrada. Considere no mínimo 3 dias para explorar a região. Não se esqueça de que você pode devolver seu carro em Porto Seguro, e de lá pegar um voo de volta para casa.

Leia também: O que fazer em Porto Seguro

3. BR-040, trecho Rio-Petrópolis

A BR-040, na verdade, conecta o Rio de Janeiro a Brasília com seus mais de 1.000 km de chão. É no trecho Rio-Petrópolis, contudo, que a rodovia justifica o título de uma das estradas mais bonitas do Brasil. Você vai se deparar com o auge dessa beleza, chegando em Petrópolis, entre a Vila São Luís e Quitandinha (foto).

Vale destacar que essa parte da BR-040 foi inaugurada em 1928 e também é chamada de Rodovia Washington Luís. Em períodos de alta temporada, a movimentação é intensa e costuma haver lentidão especialmente nos trechos não duplicados e de acesso a outras cidades do estado do Rio de Janeiro.

BR-040, trecho Rio-Petrópolis, fotografada do alto na Vila São Luís, próximo a Petrópolis.
Trecho da BR-040, chegando em Petrópolis.

Como percorrer o trecho Rio-Petrópolis?

Alugar um carro no Rio de Janeiro é a melhor maneira de conhecer o trecho Rio-Petrópolis.

O aeroporto do Galeão é o que fica mais próximo à saída para Petrópolis e pode poupar até uma hora de viagem, em comparação com o Santos Dumont. Fica a dica, especialmente se seus planos forem apenas desembarcar no Rio e já seguir até Petrópolis.

Outra recomendação importante é evitar períodos de alta temporada, como férias de julho e de fim de ano e outros feriados. Nesses períodos, o trajeto de 70 km, que costuma ser percorrido em pouco mais de uma hora, pode ser muito mais demorado.

Avalie ficar pelo menos 3 dias em Petrópolis, onde o Parque Nacional da Serra dos Órgãos é o lugar preferido dos mais aventureiros. Por outro lado, as construções históricas, do Palácio de Cristal ao Museu Imperial, conquistam os que preferem um roteiro mais cultural.

O Hostel Vin Imperial é a opção mais em conta para quem quer visitar Petrópolis e aproveitar a vibe da Serra dos Órgãos. Enquanto o Hotel Casablanca Imperial recepciona em grande estilo os viajantes que querem desfrutar do charme de Petrópolis – ótimo para uma viagem romântica!

Leia também: 8 cidades charmosas para visitar no Brasil

4. Estrada Real, entre Rio e Minas

Os apaixonados por história e arquitetura antiga são os que mais apreciam a rota conhecida como Estrada Real. Formada por caminhos abertos ainda no século 17, durante o ciclo da mineração, a estrada tinha o intuito de facilitar o trajeto entre as cidades históricas de Minas Gerais e os portos do Rio de Janeiro.

Hoje é uma rota turística disputada em Minas. São mais de 1,6 mil km de estrada, que passam por diversas cidades. Graças à sua extensão, mais que uma simples viagem de carro pelo Brasil, o percurso é uma aula de história.

Praça em Tiradentes, uma das principais cidades do Caminho Velho da Estrada Real.
Tiradentes, uma das cidades mais charmosas da Estrada Real, em Minas!

Como percorrer a Estrada Real de carro?

Tradicionalmente, quatro caminhos compõem a Estrada Real.

O mais longo deles é o Caminho Velho, também chamado de Caminho do Ouro. Foi o primeiro trajeto determinado pela Coroa Portuguesa e liga Ouro Preto a Paraty.

Com 710 km de percurso, exige no mínimo 8 dias de viagem. Para viajantes de outros estados, a dica é alugar um carro em Belo Horizonte e terminar a viagem no Rio de Janeiro, depois de Paraty. Uma alternativa é devolver o veículo na Cidade Maravilhosa. Também dá pra fazer o caminho inverso.

Há ainda o Caminho Novo que com 515 km de extensão liga Ouro Preto à cidade do Rio de Janeiro. É recomendado dedicar pelo menos 6 dias de viagem de carro para esse trajeto.

Mais curto, o Caminho dos Diamantes tem 395 km e conecta Ouro Preto a Diamantina. O menor deles, porém, é o Caminho Sabarabuçu, que conta com 160 km de extensão e circunda o distrito de Ouro Preto. É a melhor opção para quem tem pouco tempo para explorar a Estrada Real.

5. BR-101, litoral de São Paulo

A BR-101 é uma das rodovias mais extensas do país. Com 4.650 km de extensão, começa em Touros, no Rio Grande do Norte, e termina em São José do Norte, no Rio Grande do Sul.

É o trecho que margeia o litoral de São Paulo, porém, que faz com que a BR-101 entre na lista de estradas mais bonitas do Brasil. Para você ter uma noção dessa beleza toda, repare na foto abaixo. Essa estrada fica em São Sebastião, pertinho da Praia de Toque Toque.

Foto aérea da rodovia que dá acesso a Praia de Toque Toque, em São Sebastião. Trecho faz com que BR-101 seja considerada uma das estradas mais bonitas do Brasil.
Trecho da BR-101 em São Sebastião, litoral de São Paulo.

Como percorrer o litoral de São Paulo de carro pela BR-101?

Você pode alugar um carro em São Paulo. Saindo da capital paulista, o acesso mais próximo a BR-101 é por Santos. Para pegar o melhor visual da estrada, siga viagem até São Sebastião, ou mesmo até Ubatuba, na divisa com o Rio de Janeiro.

O ideal é evitar épocas mais chuvosas, que coincidem com o verão no litoral de São Paulo. Para pegar menos chuva, os melhores meses para percorrer a região de carro são entre maio e outubro.

Para se hospedar, as principais cidades são Santos, Guarujá, Bertioga, ao sul da BR-101, e São Sebastião e Ubatuba, ao norte da rodovia no litoral paulista.

Leia também: Cidades para visitar saindo de São Paulo

6. MT-060, na Transpantaneira ou Rota do Pantanal

O Pantanal é, depois da Floresta Amazônica, o melhor lugar para os amantes da natureza. A biodiversidade da região que atravessa os estados do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul atrai biólogos, cientistas, ornitólogos e viajantes. E as iniciativas de turismo sustentável no Pantanal são cada vez mais frequentes.

Para conhecer a região, nossa sugestão é percorrer a Transpantaneira. A antiga estrada de terra batida, com menos de 165 km, tem mais de 100 pontes de madeira e une as cidades de Poconé e Porto Jofre.

Ao longo do caminho, sua escolta será feita por garças, jabirus de garganta vermelha (ave emblemática do Pantanal), capivaras, jacarés (endêmicos da região), sucuris e, se tiver sorte, por um jaguar. No que diz respeito ao cenário, a paisagem muda conforme a estação, se chuvosa ou se seca, como você pode ver com as dicas abaixo.

Paisagem alagada da Transpantaneira, uma das estradas  mais bonitas do Brasil, durante a estação de chuva.
O tipo de paisagem que acompanha os viajantes na Transpantaneira: surreal!

Como conhecer a Transpantaneira?

Para começar, o ideal é alugar um carro em Cuiabá, que fica a 105 km de Poconé. Uma vez na capital mato-grossense, saindo do aeroporto, basta deixar a cidade pela BR-070 e então seguir pela MT-060 até Poconé, onde é possível passar a noite para recuperar as energias e então iniciar a aventura.

Em relação ao tipo de carro, vai depender da estação: na chuvosa, é imprescindível contar com um 4×4; na seca, um carro econômico dá conta do trajeto. Lembrando que as chuvas no Pantanal vão de outubro a maio e oferecem as melhores condições para os passeios de barco. Já a estiagem vai de maio a outubro e é a melhor época para observar os animais.

Apesar de ser possível percorrer a Transpantaneira em três horas, o ideal é dedicar de 2 a 5 dias para explorar a região, o que vai depender do seu tempo e orçamento.

Algumas das opções de hospedagem entre Poconé e Porto Jofre são o Hotel Pantanal Mato Grosso e o SouthWild Pantanal Lodge.

7. Serra do Rio do Rastro, Santa Catarina

Fantástica com suas curvas suntuosas e fechadas, a estrada que percorre a Serra do Rio do Rastro é um desafio para motoristas, até mesmo para os mais experientes.

São apenas 35 km de asfalto, mas impressionantes 284 curvas, e média de 1400 metros de altitude. O caminho conecta as cidades serranas de Bom Jardim da Serra e Lauro Müller, e é dono de uma beleza imensurável.

Foto da Serra do Rio do Rastro, uma das estradas mais bonitas do Brasil.
As 284 curvas da Serra do Rio do Rastro desenham cenários incríveis para os apaixonados por natureza!

Leia também: Cidades mais frias do Brasil para visitar nas férias de julho

Como conhecer a Serra do Rio do Rastro?

Tudo vai depender do seu local de origem. O aeroporto mais próximo fica na capital catarinense. Nesse caso, o ideal é alugar um carro em Florianópolis, a 198 km de Lauro Müller, primeira cidade da Serra do Rio do Rastro nessa rota.

O trajeto até Bom Jardim da Serra pode ser percorrido em uma hora, sem paradas. Para admirar a beleza ímpar da região, porém, a dica é dedicar pelo menos dois dias de viagem para esse pedacinho da serra catarinense.

Inclua paradas como o Mirante do Poste 55 e o Mirante Serra Parque, que ficam bem pertinho da estrada, além do Mirante Cânion da Ronda e o imperdível Mirante do Rio do Rastro. Ainda sobre o que fazer na Serra do Rio do Rastro, vale a pena visitar os restaurantes e cafés que ficam nos entornos dos mirantes. Para os mais aventureiros, há diversas opções de trilhas e cânions a serem desbravados na região.

Inclusive, é aqui que ficam alguns dos melhores lugares para acampar no Brasil. Nesse sentido, a sugestão é a Estância Pé da Serra. Agora, se você quer se hospedar em uma das pousadas ou resorts da região, nossa sugestão é procurar por hotéis em Bom Jardim da Serra.

Lembrando que com mais tempo, você pode incluir São Joaquim e Urubici nesse roteiro pela serra catarinense. Principalmente no inverno, quando esses destinos ficam ainda mais charmosos. Falando no clima, os dias mais ensolarados na Serra do Rastro são entre março e junho.

Deu vontade de pôr o pé na estrada? Comece planejando o seu roteiro, leia nossas dicas para viajar de carro na pandemia e garanta suas reservas de carros e voos com o Skyscanner 🙂

Descubra onde você pode ir

Fazendo planos de viajar para o exterior? Descubra quais fronteiras estão abertas com nosso mapa global interativo e inscreva-se para receber atualizações por e-mail quando seus principais destinos forem reabertos.

Receba outras dicas no seu e-mail

Quer ler mais?